Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘Pele mista’ Category

Eu me lembro que há um tempo era muito comum ver carros de advogados (e provavelmente, seus  amigos, parentes e wannabe advogados porque eram muuuitos carros) adesivos com a frase “consulte sempre um advogado”.  E eu ficava pensando: como assim consulte SEMPRE? Já que eu não sentia nenhuma necessidade (ainda bem!) de precisar desse tipo de conselho especializado.

Então também não vou advogar a frase: consulte sempre um dermatologista. Até porque se a gente pensar na realidade da saúde pública brasileira, que atende a maioria da população, os médicos especialistas em pele são espécies raras. E mesmo se considerarmos quem tem plano de saúde, leva teeeempo pra conseguir agendar uma consulta com um bom dermato pela maioria dos planos.

Na verdade os problemas de pele mais comuns como queimaduras de sol leves, alergias recentes, acne de grau baixo na adolescência, assaduras em bebês, micoses no pé,  etc não necessitam de consulta especializada. O próprio médico geral, ou pediatra, ou ginecologistas pode dar conta do problema. Mas algumas situações são mais complexas e merecem uma atenção de um médico que estudou mais profundamente as doenças da pele.

Em geral os principais motivos para você procurar um dermato são:

1. Alterações na pele que não estão melhorando com o tratamento proposto pelo médico geral, ou que vão e vem.

2. Feridas que não estão cicatrizando

3. Se você tem  história pessoal ou na família próxima (não vale a prima da tia do seu avô) alguém com câncer de pele.

3. Se você tem muitas pintas, sardas, ou mesmo tem a pele muito branquinha. Mais urgente se tem pintas que estão mudando de cor, tamanho, ou se estão coçando ou doendo (nesses últimos casos marque consulta para ontem!).

4.Se você tem doenças de pele mais graves como psoríase, rosácea, dermatite atópica.

5. Se você tem acne mais severa, ou que não está melhorando, ou depois da idade adulta.

Além dos itens acima, também vale a pena consultar um dermato por razões pessoais e estéticas. Para saber quais os tratamentos de beleza são indicados para a sua pele. Nem que seja só para saber o que existe. Afinal nem só de necessidade, mas também de desejo é feita a vida.

Beijão

Read Full Post »

Eu não sei vocês mas eu sou super apressadinha quando começo a fazer qualquer tipo de tratamento, ou dieta, ou ginástica. Tipo começo a dieta hoje (segunda feira, até que não seria uma má idéia…) e amanhã já quero ver a balança acusando pelo menos umas gramas a menos e sentindo a calça mais folgada.

Com os tratamentos para a pele muita gente (e confesso que eu também já fui assim) quer ver o resultado na hora, no máaaaximo em uma semana. Acontece que infelizmente não é assim que acontece. É preciso ter paciência. Os tratamentos para a pele demoram para apresentar resultados, e o que ainda mais chato, não raro a pele piora no início de alguns tratamentos antes de começar a melhorar. Resultado: muita gente desiste do tratamento achando que ele não é bom sem dar o tempo devido.

Em termos gerais para começar a apresentar um resultado satisfatório os tratamentos para pele levam o seguinte tempo:

  • anti acne: seis semanas a três meses.
  • antienvelhecimento: cerca de três meses.
  • tratamentos clareadores: seis a doze meses!

Então pessoal o importante é ser disciplinado e persistente. Seguindo à risca o que foi prescrito pelo seu dermatologista mesmo que no começo a pele pareça igual ou até um pouco pior (se tiver dúvidas sobre se os efeitos que está sentindo são normais consulte novamente o seu médico).

Os resultados virão com o tempo!

Falando em tempo fazia um tempãaaaao que eu não postava no blog né!! Mas estava morrendo de saudades e quando pensei nesse assunto vim aqui compartilhar com vocês. Continuo com o tempo super escasso mas vou fazer o possível para não sumir por tanto tempo de novo!

ah sim quem estiver com saudades e não quiser esperar os posts no blog eu tenho estado mais presente no twitter @bulledebeaute

Beijo grande,


Read Full Post »

Quando eu escrevi esse post aqui, falando sobe os cuidados para combater as rugas que podiam ser tomados por meninas novinhas nos seus vinte e poucos anos, algumas pessoas disseram que ficou faltando algumas sugestões de creminhos 😉

Na verdade, a  maioria das pessoas na casa dos 20 não precisa de creme anti-idade, pelo contrário. Como nessa fase da vida ainda prevalece a pele oleosa, muitos cremes antirrugas podem até prejudicar a pele, trazendo oleosidade em excesso ou até mesmo acne.

Já falei aqui no blog também que creme não tem idade e que criar cremes tipo 25+ (fase da vida que as mulheres começam a reparar nas primeiras marquinhas) não passa de uma jogada de marketing.

Mas por outro lado, quem gosta de se cuidar e não resiste a um creminho, tem sim algumas alternativas mesmo antes de virar balzaquiana. Oba! Então vamos a elas:

1. Cremes para a área dos olhos: Mesmo as meninas mais novas tem a pele em torno dos olhos mais fina e seca. Então é uma boa opção começar a aplicar nessa região os cremes anti-idade. Ali é muito difícil aparecer acne e por outro lado é onde a gente vê as primeiras ruguinhas né?

olhos

Hydraphase Yeux La Roche Posay R$ 74,25 É uma opção interessante para a área dos olhos, combate as bolsas das palpebras, problema que não tem idade. 

Linea Pelle Suavizante para Olheiras R$ 88,52 Contém ácido kójico que atuam como despigmentante e ativos descongestionantes para a região dos olhos.

Complete Lift Yeaux R$ 97,94 para quem a flacidez das palpebras já está incomodando.

Reti C Olhos R$ 115,40.  Contém vitamina C e retinol atuando na prevenção dos efeitos da idade na região.

2. Cremes para as mãos: Assim como os olhos, os dorso da mão tem a pele bem fina e também é uma região super dedo dura da idade. Como ali também não tem risco de aparecerem espinhas de acne, é uma ótima região para começar a passar creminhos anti-idade, especialmente aqueles melequentos gostosos que precisam ficar longe do rosto de quem tem a pele oleosa.

maos

Cold Cream Crème Mains R$ 28,88. É um hidratante que deixa as mãos macias e cheirosas.

Lipikar Xerand R$ 51,87 também hidrata a mais ressecadas das mãos e também pode ser usado nos joelhos e cotovelos.

Creme para Mãos com Filtro Solar Dermatus R$ 55,55.  Ótima opção porque além de hidratar também protege do sol e as mãos são depois o rosto o lugar do nosso corpo que mais pega sol…e portanto onde aparecem mais manchinhas solares.

Neoestrata creme para mãos e unhas R$ 90,43. Hidrata e tem ativos que retardam o envelhecimento.

Melora Ahand R$ 90,41. Hidrata e protege a pele das mãos joelhos e cotovelos.

3. Ativos antiacne também atuam contra o envelhecimento: os ingredientes utilizados nos cremes e loções contra acne como o ácido retinóico e o ácido glicólico estimulam a renovação da pele e a produção de colágeno. Mas, ao contrário do glicólico o ácido retinóico é considerado medicamento no Brasil. E não é atoa, se vocês entrarem no tópico que eu escrevi sobre esse ingrediente verão dezenas de comentários de pessoas que sofreram com os efeitos colaterais desse produto. Então vamos combinar que ácido retinóico é ótimo, mas não é para todo mundoe precisa sempre de acompanhamento médico!

4. Despigmentantes também deixam a aparência mais jovem. As manhas causadas na maioria das vezes pele excesso de exposição ao sol, são junto com as rugas, um dos sinais mais aparentes do envelhecimento. Por esse motivo os ativos despigmentantes também podem ser considerados anti-idade. Entre eles temos a hidroquinona e o ácido kójico. Enquanto o primeiro é mais potente o segundo tem a vantagem de poder ser usado de dia, inclusive no verão. Nos tópicos de cada um vocês encontram muitos detalhes, quem quiser se aprofunar e ver dicas de produtos é só entrar nos links.

E claro que nunca é demais falar que o creme antienvelhecimento mais eficiente que existe é o filtro solar. Mas isso, você leitora do blog ja está cansanda de saber, e não sai de casa sem ele, né?

Boa semana para todos nós!

Mais aqui no Bulle de Beauté

10 maneiras de prevenir e tratar os pés de galinha

Pela luz dos olhos seus: cremes para a região dos olhos

Read Full Post »

Então pessoas, várias pessoas tem me feito essa pergunta nos comentários de alguns post (aliás abro um parênteses aqui para dizer que eu tenho recebido umas 20-30 perguntas por dia nos posts o que torna humanamente impossível responder a todas, então já peço desculpas por deixar alguns sem resposta).

Eu relutei um pouco para escrever esse post porque quando eu sugeri Leite de Magnésia como primer para usar no rosto muita gente amou, mas um outro tanto saiu me detonando pelo cyberespaco rsrsrsrs.

Voltando ao assunto e sendo bem direta: sim, tanto a dimeticona quanto a ciclometicona , os principais ingredientes usados nos silicones reparadores de ponta de cabelo, também são os principais ingredientes dos primers mais badalados do mercado.

Apesar da aparência oleosa, o silicone na verdade é uma substância hidrófila, ou seja, falando em português, ele se mistura com a água e dessa maneira funciona como um hidratante não-oleoso, “puxando”  água para a pele.  

De acordo com a dermatologista americana Dra. Paula Begoun, consultora em cosméticos,  o silicone ainda melhora a aparência das cicatrizes.

O problema de usar no rosto um produto que foi feito para os cabelos é que eles não contém apenas dimeticona e ciclometicona. Eles também possuem outros ingredientes, especialmente fragrância e corante que podem ser irritantes à pele. Lembram da nossa lista de ingredientes irritantes? Então, especialmente quem tem a pele mais sensível deve testar a idéia primeiro em outra parte do corpo, depois em uma parte pequena no rosto antes de se jogar na sugestão, ok?

E comparando com o leite de magnésia, o que é melhor? Bom, isso vai depender é lógico da sua pele e do uso que você vai fazer. Uma das críticas que eu recebi quando eu falei do leite de magnésia é que os maquiadores costumam hidratar bem a pele das modelas antes de aplicar a maquiagem e que isso ajudava muito no aspecto final. Sem dúvida isso é verdade. Agora uma coisa é uma maquiagem feita numa pele de modelo e que vai ser usada por alguns minutos na passarela ou mesmo uma maquiagem de noiva que vai ser usada de noite no ar condicionado e outra (bem diferente…) é uma maquiagem feita de manhã em uma pele oleosa e que se espera enfrentar um dia de verão escaldante, né?

Por isso o silicone de cabelo funciona melhor nas peles mais secas ou nos dias mais secos (lembram que ele é hidratante né…). O melhor jeito de usar é primeiro lavar o rosto, depois aplicar o filtro solar, esperar secar e daí então colocar uma gotinha de silicone na palma da mão (não mais do que isso) e espalhar pelo rosto. Espere mais um tempinho tipo um ou dois minutos antes de aplicar a maquiagem. Para quem tem a pele mais oleosa eu sugiro fazer o teste primeiro de noite.

Vai funcionar para todo mundo? Provavelmente não, assim como os primers também não funcionam. Mas pelo menos você paga baratinho pra testar e se não gostar do resultado pode usar no cabelo 😉

As pessoas que me perguntaram sobre o assunto nos comentários (foram várias e eu não vou me lembrar os nomes), colocaram esse tópico do orkut como fonte. Quem quiser se apronfundar clica aqui que tem tudo bem detalhadinho, como um dossiê!

Read Full Post »

Um dos comentários que vivem aparecendo aqui no blog é o seguinte: “eu gostaria tanto de resolver o meu problema de oleosidade na pele pois quero tanto usar os cremes para a minha idade e não posso”. Mas será que existem cremes específicos para determinadas idades?

Na verdade essa classificação da pele de acordo com a idade não existe na medicina, ela foi criada pela indústria de cosméticos para segmentar o mercado e vender mais. Muita gente achapode não achar que precisa de um hidratante, mas se está na faixa dos 30 se convence que tem necessidade de um creme para quem tem 30, o mesmo ocorre para quem tem 40, 50 anos e assim por diante.

Esses cremes para cada idade foram desenvolvidos para atuar nos tipo de pele que são mais freqüentes nessas idades. Então conforme a pessoa envelhece a tendência é que a pele fique mais seca, os cremes vão aumentando a função de hidratação conforme aumenta a idade para a qual são indicados. Mas se a pessoa tem 50 anos e uma pele oleosa ela não vai se beneficiar dos produtos para pele ressecada, lógico.

Quando falamos em cremes antiidade podemos dividí-los em 2 tipos: os que atuam na prevenção e os que atuam no tratamento do envelhecimento da pele.

O melhor produto para prevenir o envelhecimento da pele é o filtro solar. Ele deve ser usado por todas as pessoas de todas as idades independente do tipo de pele. Claro que quem tem a pele oleosa deve procurar produtos sem óleo e com efeito matificante da mesma maneira, quem tem a pele seca deve procurar filtro solares com poder hidratante. Além dos filtro solares também atuam na prevenção do envelhecimento os ingredientes antioxidantes como por exemplo vitamina C.

O DMAE também atuaria na prevenção do envelhecimento mas seu efeito é menos comprovado cientificamente. O retinol é um derivado da vitamina A bem menos ativo do que o ácido retinóico e que pode ser usado em cosméticos (o ácido retinóico só deve ser usado com receita médica) e que também pode funcionar na prevenção do envelhecimento.

Entre os cremes que têm como objetivo melhorar o aspecto da pele mais envelhecida também  existem basicamente dois tipos:os de efeito os momentâneo também chamados de cremes com “efeito cinderela” e os duradouros. Entre os duradouros os retinóides são os ingredientes que comprovadamente estimulam a renovação celular e melhoram o aspecto da pele. Os alfa-hidroxiácidos como o ácido glicólico e o láctico também atuam nesse sentido mas são menos potentes. Para quem está na menopausa os cremes a base de estriol (um hormônio) também podem trazer benefícios nas áreas que na exposição ao sol não foi a principal responsável pelo envelhecimento da pele. Entre os de efeito cinderela existem uma série de ingredientes que tensionam a pele, mas não fazem muita diferença se comparados a um hidratante comum (e baraténho)!.

Quem tem a pele oleosa não precisa ficar com medo de estar perdendo tempo deixando de tratar os efeitos do envelhecimento. Na verdade muita gente que por conta da oleosidade e da acne usou ácido retinóico na juventude ganhou de brinde o seu efeito de prevenção das rugas.

Outra coisa importante é que consultando um dermatologista ele pode prescrever produtos com ingredientes antioxidantes adequados para a sua pele. Em geral os produtos em serum ou em gel são os mais adequados para quem tem a pele oleosa enquanto os cremes funcionam melhor em peles secas. Ou seja, basta ajustar o veículo com o qual os cremes são formulados.

Então concluindo é assim: você deve tratar os problemas da sua pele e prevenir o envelhecimento que virá para todas, mas não precisa ficar chateada se o creme para quem tem 30, 40, ou 50 anos não é bom para a sua pele. Você pode conseguir os mesmos ingredientes de outras maneiras afinal creme não tem idade né?

Mais sobre tratamentos contra o envelhecimento aqui no Bulle de Beauté

10 maneiras de prevenir e tratar os pés de galinha

O pescoço não mente jamais!
Ginástica facial funciona?
Como funciona o Botox e o que ele pode (e o que ele não pode) fazer pela sua beleza?
Flacidez: como lidar com o efeito gelatina?
Existem cremes melhores do que o Botox?
Pílulas da Beleza

Read Full Post »

Retomando a série sobre as dicas de cuidado para cada um dos 16 tipos de pele (se ainda não sabe qual é o seu clica aqui!), hoje eu vou falar sobre a pele ORPT.

Esse é um tipo de pele que não é muito comum entre as leitoras do blog. Não que a pele ORPT seja um tipo raro, mas talvez as pessoas que tenham esse tipo de pele estejam satisfeitas com a aparência da pele e não procurem muito o tipo de informação que eu trago aqui no blog. Isso porque, de fato, a pele ORPT é uma das mais fáceis de cuidar. Quem tem esse tipo de pele pode ter um pouco de acne (especialmente na adolescência) e algumas manchas (em geral depois da gravidez) mas de maneira geral é uma pele boa que envelhece bem.

A Dra Leslie Baumann divide a avaliação da pele ORPT entre as pessoas de pele escura (que possuem manchas) e as de pele clara (que desenvolvem sardas, que não deixa de ser um tipo de mancha).

O lado negativo da pele ORPT é que elas têm mais chances de desenvolver câncer de pele do que as pessoas com a pele ORPW (com tendência à rugas). Não se sabe bem porque mas estudos mostram que as pessoas que desenvolvem câncer de pele tipo não-melanoma tendem a ter menos rugas que a pele que não apresenta câncer.  Assim, se você tem a pele ORPT, aproveite a sua pele boa e radiante mas não deixe de tomar os cuidados necessários para mantê-la assim!

Os produtos recomendados para a pele ORPT têm como objetivos: Prevenir e tratar as manchas escuras e tratar a oleosidade. As dicas que eu vou passar aqui, como sempre, são de produtos sem prescrição médica, que são indicados para prevenir os problemas e tratar aqueles mais amenos. Quem tem a pele resistente, de uma maneira geral, precisa de produtos mais fortes (isto é, medicamentos vendidos com prescrição médica) já que a resistência se por um lado evita que a pele fique vermelha, irritada e sensível, por outro impede que produtos com baixa concentração façam efeito. Então se você tem a pele ORPT e problemas que efetivamente incomodam, consulte um médico que irá prescrever produtos em uma concentração que seja eficaz para tratar peles resistentes.

A rotina da Suzi, a primeira que no post de lição de casa afirmou ter esse tipo de pele é a seguinte:

De manhã lavo com sabonete em gel clean & clear. Em manhãs alternadas uso a clarifying lotion 4 da clinique. depois uso o gel hidratante para pele oleosa, também da clinique (produtos do sistema 3 passos da marca).

Quando sei que vou ficar muito exposta ao sol, uso o protetor solar facial red apple (fps 25) para pele oleosa, que é muito consistente. Se não, uso make com proteção solar (base compacta da avon, fator 15) para amenizar as imperfeições. Mas na maioria das vezes não uso nada.

A noite, lavo com o mesmo sabonete, passo a clarifying lotion novamente e, dependendo do estado da pele, aplico o mesmo hidratante ou uso peróxido de benzoíla 5%.

Duas ou três vezes por semana uso esfoliante (da clean & clear ou de açucar mascavo da avon) e uma vez por semana máscara de argila rosa para peles oleosas (da tracta). Quando sobra dinheiro, uso água termal da la roche.

A rotina indicada para a pele ORPT seria a seguinte:

De manhã:

orpt-dia

1. Lavar a pele com um sabonete para a pele oleosa. Em geral eu não gosto de indicar sabonetes em barra, mas quem tem a pele resistente e firme, pode usar esse tipo de produto por ser mais barato, já que essa pele é mais resistente então não sofre com os ingredientes que são usados para fazer as barras. 

Deep clean gel de limpeza profunda Neutrogena R$ 18,50

Effaclar sabonete La Roche Posay R$ 20,60

Normaderm sabonete Vichy R$ 21,30

Sabonete esfoliante anti-cravos Clean & Clear R$ 5,50

Sabonete líquido facial regular Clean & Clear R$ 13,20

Clearskin gel de limpeza antibacteriano Avon R$ 11,00

2. Aplicar um produto com ácido glicólico.

Normaderm gel hidratante anti-imperfeições Vichy R$ 65,60

Clearskin loção hidratante anti-acne R$ 12,00

3. Aplicar um filtro solar! Não é opcional, quem tem a pele ORPT, especialmente os fototipos mais escuros, acaba “esquecendo” essa etapa, mais ainda quem tem a pele oleosa e acredita que o filtro solar aumenta o problema. Não pode! O filtro solar é o melhor produto para prevenir as manchas e o câncer de pele.

Minesol Actif gel creme FPS 30 R$ 59,29

Sundown Beauty para pele olesoas R$ 24,61

Anthelios Hélioblock Fluide Extrême FPS30 – La Roche-Posay R$ 54,70

4. Aplicar um pó com FPS para absorção de oleosidade (esse é opcional, mas é importante dizer que a maquiagem com FPS NÃO substitui o filtro, já que a maquiagem a gente passa uma camada mais fina. Assim ela é complemento e não substituto).

Dermage block compac FPS 25 R$ 99,90

De Noite:

orpt-noite

 

1. Lavar com o mesmo sabonete da manhã

2. Aplicar um clareador nas manchas

Klassis R$ 95,70
Melanesse H R$ 175,25
CLARITÉ LOÇÃO CLAREADORA DERMAGE R$ 49,90
Clariderm 2% Gel 30g R$ 37,03
Tri luma creme 30 g (sob prescrição médica) R$ 118,52
Glyquim XM (sob prescrição médica) R$ 42,13
Vitacid Plus (sob prescrição médica) R$ 51,54

3. Aplicar um produto contendo retinol (eles aumentam a renovação celular e previnem manchas escuras, assim são interessantes mesmo que você não tenha rugas).

Retinol Vitamina A+C+E Triple Action – RoC R$ 97,90

Healthy Skin Anti-Rugas Noturno – Neutrogena  R$ 44,70

4. Para quem tem linhas finas ao redor dos olhos é interessante aplicar um hidratante com ingredientes antioxidantes nessa região.

Active C Yeux La Roche Possay R$ 110,70
Improve dermage R$ 72,00
Liftactiv Pro Yeux R$ 110,14

Quem tem a pele resistente se beneficia da esfoliação e dos peelings caseiros. Aqui nesse post tem uma dicas de peelings que podem ser feitos em casa e que embora sejam mais fracos que os aplicados em consultório podem trazer alguns benefícios especialmente para quem tem a pele ORPT já que eles ajudam a penetração dos outros produtos que estão sendo usados. A esfoliação na pele resistente pode ser feita com uma periodicidade maior do que em quem tem pele sensível, ou seja, pode chegar a duas ou três vezes por semana.

Quer ver as rotinas sugeridas para os outros tipos de pele? Só entra na página de Rotinas de Cuidados.

Read Full Post »

dinheiro

Vem chegando o verão, um calor no coração…mas o aumento da temperatura dá arrepios na espinha de quem tem a pele oleosa. Muitas pessoas perguntam aqui no blog se não tem alguma coisa que pode ser feito para diminuir o brilho da pele e, enfim, tirar o que eu costumo chamar (em causa própria) de aspecto pastel de feira.

Existem primes no mercado (primes são produtos que a gente passa antes da maquiagem e que no caso de quem tem pele oleosa têm função matificante) que ajudam a diminuir essa oleosidade.  Mas nesses tempos de crise econômica e dólar em alta, uma dica da vovó super pode quebrar o galho. É o famoso leite de magnésia!!

O leite de magnésia, nome comercial do hidróxido de magnésio, é usada como ativo laxante. Ele atua no intestino puxando água para ajudar a eliminar as fezes (vou parar por aqui com os detalhes sórdidos). Essa mesma função pode ser usada na pele, ou seja, o leite de magnésia absorve o excesso de óleo e diminui o brilho da pele oleosa. Além disso, ele também ajuda a minimizar a acne, já que também tem função anti-séptica.

Primer eficiente e barato. Só fico devendo o glamour !!??

Primer eficiente e barato. Só fico devendo o glamour !!??

Para ser usado como primer basta aplicar uma camada bem fina de leite de magnésia com um disco de algodão na pele limpa e seca antes da maquiagem. Quem tem a pele mista pode preferir aplicar apenas nas áreas do T onde é maior a oleosidade.

A dica praticamente não tem contra-indicações mas não é todo mundo que gosta. Quem não tem a pele tão oleosa pode achar que o leite de magnésia deixa a pele seca demais. Tem gente que também diz que o ingrediente deixa pele repuxando. Esse efeito em geral ocorre quando se aplica uma quantidade muito grande do produto. Então o ideal é testar na pele algumas vezes até atigir o efeito desejado (como aliás ocorre com qualquer maquiagem).

No site Makeupalley, um dos maiores sobre cosméticos nos EUA, em que as pessoas avaliam os produtos de beleza, o leite de magnésia foi avaliado por 153 pessoas, teve nota 4.1 (num máximo de 5.0) e 81% afirmaram que usariam de novo!

Além de ser usado como primer também é possível fazer uma máscara de leite de magnésia para diminuir a oleosidade e combater as bactérias. Nesse caso pode-se aplicar uma quantidade maior de produto, esperar secar e depois retirar com água morna.

Um frasco de 120 ml de leite de magnésia custa R$ 3,59 na onofre e dura bem mais do que um amor de verão!

Então final de semana existe pra esse tipo de teste também, não?

dinheiro

Mais dicas baraténhas para pele oleosa, leia o post “em busca do papel anti-brilho perfeito!”

Como esse post tem recebidos várias visitas a despeito de polêmicas na blogosfera (novidade total pra mim!) acho que vale a pena eu colocar alguns esclarecimentos.

– O leite de magnésia é uma solução alcalina de pH próximo de 10. Ele é menos alcalino do que água com sabão (quem tem pH de 12) que todo mundo usa na pele.

– Qualquer produto, até água da torneira, pode dar reação na pele, especialmente as mais sensíveis. Por esse motivo é sempre bom consultar um médico dermatologista antes de usar produtos na pele, mesmo os de venda livre. Mas nem o melhor médico do mundo poderá prever como cada pele vai reagir a cada produto.

– O leite de magnésia é menos irritante para a pele do que muitos cosméticos vendidos livremente nas farmácias.

– Como qualquer produto, algumas pessoas podem gostar e outras não. Nenhuma novidade nisso. Ele funciona bem em peles muito oleosas e nas partes mais oleosas de quem tem a pele mista, equilibrando o pH da pele, uma vez que o óleo produzido por ela é ácido.

– Quem quiser pesquisar na internet em inglês vai encontrar que o produto é indicado para controlar a oleosidade da pele há muito tempo, por diversas revistas, médicos, e consumidoras.

– A Dra. Paula Begoun uma das mais famosas dermatologistas americanas é adepta da dica http://www.cosmeticscop.com/skin-care-facts-oily-skin-causes-treatment.aspx.

– O uso do Leite de Magnésia não substitui de maneira alguma o filtro solar que deve ser usado todos os dias.

– Eu sou estudante de medicina e pretendo me especializar em dermatologia. Tudo que eu escrevo aqui no blog é pesquisado, checado e re-checado com especialistas e nas literatura científica disponível na internet. Mesmo assim, a medicina não é uma ciência exata e em qualquer área podem existir médicos excelentes com condutas diferentes.

– Eu não tenho como me responsabilizar pelo uso que as pessoas fazem com a informação que lêem aqui. A pele é um órgão como qualquer outro do corpo, deve ser tratada com carinho. Então qualquer coisa nova que for colocada nela deve ser primeiro testada em regiões pequenas. Isso vale inclusive para maquiagem. Medicamentos tarjados só com prescrição médica, sempre.

Beijos e boa noite à todos!

Renata

Read Full Post »

Older Posts »