Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Clean & clear’

Retomando a série sobre as dicas de cuidado para cada um dos 16 tipos de pele (se ainda não sabe qual é o seu clica aqui!), hoje eu vou falar sobre a pele ORPT.

Esse é um tipo de pele que não é muito comum entre as leitoras do blog. Não que a pele ORPT seja um tipo raro, mas talvez as pessoas que tenham esse tipo de pele estejam satisfeitas com a aparência da pele e não procurem muito o tipo de informação que eu trago aqui no blog. Isso porque, de fato, a pele ORPT é uma das mais fáceis de cuidar. Quem tem esse tipo de pele pode ter um pouco de acne (especialmente na adolescência) e algumas manchas (em geral depois da gravidez) mas de maneira geral é uma pele boa que envelhece bem.

A Dra Leslie Baumann divide a avaliação da pele ORPT entre as pessoas de pele escura (que possuem manchas) e as de pele clara (que desenvolvem sardas, que não deixa de ser um tipo de mancha).

O lado negativo da pele ORPT é que elas têm mais chances de desenvolver câncer de pele do que as pessoas com a pele ORPW (com tendência à rugas). Não se sabe bem porque mas estudos mostram que as pessoas que desenvolvem câncer de pele tipo não-melanoma tendem a ter menos rugas que a pele que não apresenta câncer.  Assim, se você tem a pele ORPT, aproveite a sua pele boa e radiante mas não deixe de tomar os cuidados necessários para mantê-la assim!

Os produtos recomendados para a pele ORPT têm como objetivos: Prevenir e tratar as manchas escuras e tratar a oleosidade. As dicas que eu vou passar aqui, como sempre, são de produtos sem prescrição médica, que são indicados para prevenir os problemas e tratar aqueles mais amenos. Quem tem a pele resistente, de uma maneira geral, precisa de produtos mais fortes (isto é, medicamentos vendidos com prescrição médica) já que a resistência se por um lado evita que a pele fique vermelha, irritada e sensível, por outro impede que produtos com baixa concentração façam efeito. Então se você tem a pele ORPT e problemas que efetivamente incomodam, consulte um médico que irá prescrever produtos em uma concentração que seja eficaz para tratar peles resistentes.

A rotina da Suzi, a primeira que no post de lição de casa afirmou ter esse tipo de pele é a seguinte:

De manhã lavo com sabonete em gel clean & clear. Em manhãs alternadas uso a clarifying lotion 4 da clinique. depois uso o gel hidratante para pele oleosa, também da clinique (produtos do sistema 3 passos da marca).

Quando sei que vou ficar muito exposta ao sol, uso o protetor solar facial red apple (fps 25) para pele oleosa, que é muito consistente. Se não, uso make com proteção solar (base compacta da avon, fator 15) para amenizar as imperfeições. Mas na maioria das vezes não uso nada.

A noite, lavo com o mesmo sabonete, passo a clarifying lotion novamente e, dependendo do estado da pele, aplico o mesmo hidratante ou uso peróxido de benzoíla 5%.

Duas ou três vezes por semana uso esfoliante (da clean & clear ou de açucar mascavo da avon) e uma vez por semana máscara de argila rosa para peles oleosas (da tracta). Quando sobra dinheiro, uso água termal da la roche.

A rotina indicada para a pele ORPT seria a seguinte:

De manhã:

orpt-dia

1. Lavar a pele com um sabonete para a pele oleosa. Em geral eu não gosto de indicar sabonetes em barra, mas quem tem a pele resistente e firme, pode usar esse tipo de produto por ser mais barato, já que essa pele é mais resistente então não sofre com os ingredientes que são usados para fazer as barras. 

Deep clean gel de limpeza profunda Neutrogena R$ 18,50

Effaclar sabonete La Roche Posay R$ 20,60

Normaderm sabonete Vichy R$ 21,30

Sabonete esfoliante anti-cravos Clean & Clear R$ 5,50

Sabonete líquido facial regular Clean & Clear R$ 13,20

Clearskin gel de limpeza antibacteriano Avon R$ 11,00

2. Aplicar um produto com ácido glicólico.

Normaderm gel hidratante anti-imperfeições Vichy R$ 65,60

Clearskin loção hidratante anti-acne R$ 12,00

3. Aplicar um filtro solar! Não é opcional, quem tem a pele ORPT, especialmente os fototipos mais escuros, acaba “esquecendo” essa etapa, mais ainda quem tem a pele oleosa e acredita que o filtro solar aumenta o problema. Não pode! O filtro solar é o melhor produto para prevenir as manchas e o câncer de pele.

Minesol Actif gel creme FPS 30 R$ 59,29

Sundown Beauty para pele olesoas R$ 24,61

Anthelios Hélioblock Fluide Extrême FPS30 – La Roche-Posay R$ 54,70

4. Aplicar um pó com FPS para absorção de oleosidade (esse é opcional, mas é importante dizer que a maquiagem com FPS NÃO substitui o filtro, já que a maquiagem a gente passa uma camada mais fina. Assim ela é complemento e não substituto).

Dermage block compac FPS 25 R$ 99,90

De Noite:

orpt-noite

 

1. Lavar com o mesmo sabonete da manhã

2. Aplicar um clareador nas manchas

Klassis R$ 95,70
Melanesse H R$ 175,25
CLARITÉ LOÇÃO CLAREADORA DERMAGE R$ 49,90
Clariderm 2% Gel 30g R$ 37,03
Tri luma creme 30 g (sob prescrição médica) R$ 118,52
Glyquim XM (sob prescrição médica) R$ 42,13
Vitacid Plus (sob prescrição médica) R$ 51,54

3. Aplicar um produto contendo retinol (eles aumentam a renovação celular e previnem manchas escuras, assim são interessantes mesmo que você não tenha rugas).

Retinol Vitamina A+C+E Triple Action – RoC R$ 97,90

Healthy Skin Anti-Rugas Noturno – Neutrogena  R$ 44,70

4. Para quem tem linhas finas ao redor dos olhos é interessante aplicar um hidratante com ingredientes antioxidantes nessa região.

Active C Yeux La Roche Possay R$ 110,70
Improve dermage R$ 72,00
Liftactiv Pro Yeux R$ 110,14

Quem tem a pele resistente se beneficia da esfoliação e dos peelings caseiros. Aqui nesse post tem uma dicas de peelings que podem ser feitos em casa e que embora sejam mais fracos que os aplicados em consultório podem trazer alguns benefícios especialmente para quem tem a pele ORPT já que eles ajudam a penetração dos outros produtos que estão sendo usados. A esfoliação na pele resistente pode ser feita com uma periodicidade maior do que em quem tem pele sensível, ou seja, pode chegar a duas ou três vezes por semana.

Quer ver as rotinas sugeridas para os outros tipos de pele? Só entra na página de Rotinas de Cuidados.

Read Full Post »

Essa é mais uma pele campeã de audiência. É a pele da Flávia, da Vera, da Taciana, da Paula, da Clara, da Mônica, da Jussara, da Andreya, da Regina, da Dé, da Juliana e da Silvia entre as pessoas que postaram no post da lição de casa.

O tipo OSPT é um tipo de pele bastante complicado. E se vocês forem ler as rotinas das meninas que postaram nos comentários vão ver que é o tipo de pele que tem mais diferença entre as rotinas de cada uma. Isso acontece porque quem tem tipo OSPT costuma tentar DE TUDO para ver se melhora a pele. Ocorre que muitas vezes esse “de tudo” acaba trazendo mais prejuízos do que benefícios.

A pele OSPT em geral é assim porque ela entra em um ciclo vicioso. O que ocorre é o seguinte. Existe um excesso de oleosidade e uma sensibilidade alta na pele. Essa oleosidade leva ao aparecimento de acne. A acne mais leva à um processo inflamatório que aumenta a produção de melanina na pele. Consequência: manchas marrons. O que a gente precisa fazer então para quebrar esse ciclo vicioso são basicamente duas coisas: controlar a oleosidade e evitar a inflamação, o primeiro evita o aparecimento de acne e o segundo das manchas.

Vamos então à rotina proposta para a pele OSPT.

Manhã:

ospt

1. Lavar a pele com sabonete que controle a oleosidade e diminua a inflamação. Os melhores são os que contém enxofre e ácido salicílico. Alguns produtos recomendados:

Acne Wash da Neutrogena R$ 30,12

Actine R$ 21,43

Clean & Clear da Johnson & Johnson R$ 16,77

Acne Aid R$ 14,05

Salisoap R$ 17,33

2. Usar produto para clareamento das manchas caso elas estejam presentes (seguir as sugestões dadas para a pele OSPW nesse post aqui)

3. Aplicar produto a base de peróxido de benzoila nas erupções de acne.

Panoxyil 5 R$ 16,33 (o 10 pode ser muito forte para peles sensíveis e não há comprovação de que seja mais eficiente, portanto é melhor usar a concentração mais baixa)

Benzac AC 5 R$ 23,77

4. Filtro solar (aplicar corretamente, uma camada grossa, para prevenir as manchas bem como o fotoenvelhecimento e o risco de câncer de pele)

Anthelios AC 40 La Roche Posay (com alta proteção UVA e recomendado para peles oleosas) R$ 59,75

Sundown Beauty FPS 32 para pele oleosa R$ 35,90

Isdin Extreme Gel R$ 59,89

Noite:

ospt-noite

1. Lavar a pele com o mesmo sabonete da manhã

2. Usar o mesmo produto para acne da manhã ou algum medicamento com retinóides prescrito por médico.

3. Usar um clareador para as manchas (ver dicas para quem tem a pele OSPW)

4. Usar um hidratante para as áreas mais secas que não prejudique o restante do tratamento.

Clearskin loção hidratante anti-acne Avon R$ 12,00

Hidratante Facial Clean & Clear anti-acne R$ 15,70

A esfoliação que é bastante recomendada para quem tem outros tipos de pele, deve ser evitada por quem tem pele OSPT isso porque qualquer agressão à pele pode aumentar a tendência à formação de manchas. Portanto, trate a sua pele com o máximo de carinho.

Evite também outros tipos de agressão que aumentam a possibilidade de desencadear processos inflamatórios. Entre as agressões mais comuns estão: água muito quente (além de sauna, vapor na cozinha, etc), qualquer tipo de depilação no rosto (sendo a pior a com cera quente), peelings químicos (só faça com recomendação médica e muita cautela), alergias (evite tudo que possa desencadear um processo alérgico como pêlos de animais, picadas de insetos, alimentos aos quais você seja alérgica).

Mantenha uma dieta saudável seguindo as seguintes recomendações:

Diminua o consumo de carbohidratos (o ácuçar aumenta a insulina no sangue que aumenta a chance de acne), de cerveja (o lúpulo tem ação tipo estrogênio e pode aumentar as manchas), vinho tinto (caso você sofra de vermelhidão) e de alimentos picantes. Procure prestar atenção em alimentos que pioram a sua pele e procure evitá-los. Por outro lado aumente o consume de vitamina A (presente em mariscos, fígado), de betacaroteno, ovos, peixes e saladas (ricos em Omega 3), frutas vermelhas, tomate, maçã com casca, laranja (todos com fatores antioxidantes) e zinco (presente em ostras e suplementos e que parece auxiliar na prevenção da acne).

Mais dicas para pele OSPT

Como espremer corretamente uma espinha

Maquiagem para pele com acne

Alimentos que Bronzeiam (com betacaroteno)

Read Full Post »

Especialmente se você tem a pele oleosa já deve ter ouvido falar neles: os papéis mágicos que removem a oleosidade da pele sem interferir na maquiagem. A primeira vez que eu vi os tais lencinhos eu pensei imediatamente: eu preciso ter isso! Afinal quem não quer ter uma pele com aparência fresca e sem brilho como um toque de varinha de condão?

A “novidade” da indústria de cosméticos no Brasil tem tudo para ser o grande sucesso do verão, quando os poços de petróleo que habitam a nossa pele entram em produção máxima.

Mas a realidade é que de novidade a idéia não tem nada. Pesquisando a história dos blotting papers (como esses lencinhos anti-brilho são conhecidos em inglês) encontrei um produto que foi lançado em 1907, ou seja, na época que os primeiros japoneses estavam emigrando para o Brasil eles já deviam trazer na bagagem esse truque de beleza. Sim, porque é no Japão que esse produto é mais tradicional, muitas vezes feito artesanalmente com de fibras de arroz.

Eu fui atrás dos ingredientes contidos nos tais lencinhos anti-brilho e a idéia central deles é a seguinte: a base é um papel macio e poroso numa embalagem portátil, aí pode-se acrescentar uma série de ingredientes: talco (para ajudar a absorver), óxido de zinco (como cicatrizante), semente de linhaça, fragrâncias diversas e até óleo mineral (que ajudaria a puxar o óleo da pele), em alguns casos também conservantes para manter os ingredientes. Pode -se também encontrar ingredientes que ajudam a demonstrar a eficiência do papel mágico, fazendo-o mudam de cor, ficar transparente, etc.

A primeira vez que eu usei um lenço desses, fiquei com nojo da minha pele. Depois de colocar o quadradinho no meu rosto ele ficou pior do que papel toalha embaixo da batatinha frita. Quase declarei o meu amor eterno e pensei que viveríamos felizes para sempre.

Os lencinhos anti-brilho são uma necessidade real ou uma jogada de marketing?

Os lencinhos anti-brilho são uma necessidade real ou uma jogada de marketing?

Ai eu fui pesquisar nos EUA e comecei a ficar meio desconfiada. Na Amazon estão a venda mais de 55 de marcas de papéis com esse objetivo. Claro que tem os de grife que são apresentados em embalagens luxuosas, mas dá pra comprar fácil uma caixa com 100 lenços de boa qualidade (inclusive os tradicionais japoneses) por menos de US$ 5,0! Uma caixinha da charmosa grife L`Occitane com 50 papéis feitos com fibra de arroz custa US$ 10,0. Ai até vale a pena.

Mas aqui no Brasil uma caixinha com 50 folhas do Deep Action Folhas Anti-Brilho Clean & Clear da Johnson & Johnson, o lançamento que promete popularizar a novidade não sair por menos de R$ 20,00! Os das marcas importadas são ainda mais caros: o da Boujois custa mais de R$30,00, o da MAC custa mais de R$ 60,00, o da Shiseido mais de R$ 80,00!

Materia da Revista Claudia com os lenços (e os preços) disponiveis no Brasil em julho do ano passado.

Materia da Revista Claudia com os lenços (e os preços) disponíveis no Brasil em julho do ano passado.

Mas epa, pera lá, se um simples papel toalha consegue deixar uma batatinha frita ou até um pastel de feira com aparência sequinha, será que eu preciso dessa tecnologia toda para tirar o brilho do meu rosto? Em cada folha que pesa menos de 1g é possível colocar ingredientes que façam alguma diferença para a minha pele? Pra que eu preciso de perfume, óleo, e ingredientes que mudam de cor? Se for para colocar talco na pele e correr o risco de obstruir os poros, não seria melhor passar um pó que pelo menos contenha filtro-solar? Sem contar que alguns blotting papers são só papel mesmo. Papel de arroz, papel vegetal, até papel de cânhamo (saca? ), mas papel não pode custar tanto né?

Ai fui fazer um teste. No final da tarde, quando a minha pele tá daquele jeito que o diabo gosta, peguei uma folha de papel Kleenex, abri e coloquei no meu rosto, dando aquelas batidinhas leves que os fabricantes aconselham a gente a fazer com o blotting paper. O papel não mudou de cor, mas dava para ver que a oleosidade estava lá. Olhando no espelho, pareceu que a minha pele está bem seca. Aí eu peguei o lencinho anti-brilho para ver o quão mais ele poderia fazer por mim além do lenço de papel normal já tinha feito e qual não foi a minha surpresa ao ver que ele saiu praticamente sequinho, e que a única parte que mudou um pouco de cor foi aquela em contato direto…com o meu dedo! No espelho não vi diferença nenhuma.

Ai a gente tem que pensar: se fosse pra pagar US$ 3,00 por 100 folhas e ter a comodidade e o charme de uma embalagem bacana, num produto moderninho eu acho até que compensava.

Mas pra quem está aqui, o melhor mesmo (para quem não tem uma árvore de dim dim no quintal) é continuar usando os lencinhos de papel.

Quer deixar mais bacana? Compre um porta cartões (sim aquelas caixinhas de metal para guardar cartão de visita, que nem essa aqui das lojas americanas, lindona por R$ 44,90) e coloque os seus lencinhos de papel lá dentro.

Embalagem chique e durável para seus blotting papers feitos em casa.

Embalagem chique e durável para seus blotting papers feitos em casa.

E os lencinhos? Na Kalunga você pode encontra (100 folhas de papel vegetal por R$ 19,76  editado por sugestáo nos comentários) 100 folhas de papel de seda por R$ 4,80 e dá pra cortar mais de 1.000 lencinhos (basta uma régua, um estilete e alguma paciência)!! Se você é mais prática, uma embalagem com 5 pacotes de 50 lenços kleenex na mesma Kalunga (que não são mágicos mas também absorvem muito bem a oleosidade) sai por R$ 6,10.

Read Full Post »