Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘Olhos’ Category

Depois de 2 anos de aprovação pelo FDA e comercializado nos EUA chega nesse mês às farmácias brasileiras o primeiro medicamento para aumento dos cílios, o Latisse.

Assim como várias descobertas da medicina, o efeito da substância do Latisse foi descoberta por acaso. O principio ativo bimatoprost é usado em pessoas que tem hipertensão intraocular, como colírio. Com o uso do colírio, os médicos perceberam o seu “efeito colateral” de aumentar e escurecer os cílios e sacaram que esse efeito poderia ser usado com objetivo estético. Foi daí que a Allergan (que também fabrica o Botox) estudou e patenteou o bimatoprost para uso estético.

Como eu coloquei lá no início o Latisse é um medicamento. Por isso, deve ser prescrito por um médico após avaliar cada paciente individualmente. A vantagem da demora do lançamento no Brasil é que agora podemos conhecer melhor os seus efeitos adversos para ai decidirmos se vale a pena ou não usar o produto.

A principal vantagem é que o Latisse funciona mesmo! As fotos de antes e depois do site da Allergan são impressionantes e todas as resenhas que eu li pela internet afora comprovam que depois de dois meses todo mundo percebe aumento no comprimento, no volume e escurecimento dos cílios.

Entre os efeitos adversos o mais comum é coceira e vermelhidão nos olhos, geralmente transitória, mas que às vezes precisa suspender o produto. Menos comum, mas também importante é o aparecimento de manchas na pálpebra, que em geral somem com a descontinuação do uso. Outro efeito adverso é o escurecimento da íris (parte colorida do olho) que pode ser permanente, se o produto cair dentro do olho. Se a pessoa tem algum problema de pressão intraocular deve consultar um oftalmologista antes do tratamento.

O Latisse deve ser usado uma vez ao dia, todas as noites. O tubo vem com aplicadores para 2 meses de uso, e deve custar cerca de R$ 160,00 (bem salgado hein!!). A aplicação é simples, na raiz dos cílios, como um delineador e apenas nos cílios superiores.

O maior problema do Latisse em termos estéticos na minha opinião é que os efeitos do tratamento não são duradouros, ou seja, se não usar continuamente em dois meses mais ou menos os cílios voltam a ser o que eram antes. E assim, é meio caro gastar cerca de R$ 80,00 por mês para ter um efeito que consigo com o combo rímel+curvex. E vocês o que acham, vale a pena?

Read Full Post »

A história é mais ou menos assim: você trata pontos pretos, espinhas inflamadas e tals, mas por mais que se esforce e a pele melhore sempre acabam sobrando aquelas bolinhas braquinhas, pequenas, que de tão chatas e aparecidas gostam de ficar bem em volta dos olhos! Elas são chamadas de millim ou milia e podem aparecer em qualquer idade e tipo de pele, inclusive em quem tem pele seca.

Essas bolinhas chatas  são comuns até em recém-nascidos, mas por sorte (deles!) acabam desaparecendo com o tempo. Já as milias dos adultos são mais tinhosas e persistentes na pele. Devo confessar que tenho uma que não sai nem com reza brava, virou de estimação, acho que vou até dar um nome pra dita cuja.

Existem na verdade dois tipos de milium, os chamados de primários e os secundários. Os primários são os menorzinhos, contém líquido no interior e se formam quando a pele morta ao invés de se soltar normalmente fica presa na superfície da pele. Já os secundárias são maiores, e se formam após alguma lesão que obstrue os ductos principais da pele.

As bolinhas em geral tem de 1 a 2mm, não doem, nem coçam, e se não fosse feiozas a gente nem lembraria que elas existem. Como como lembramos sempre é bom tentar evitar né?

Quem usa loções com corticóide ou tomou muito sol (sempre ele!) tem mais risco de desenvolver milia. Machucados na pele, peelings mal feitos, espinhas espremidas, etc também são terreno fértil para as tais bolinhas.

O que você pode fazer se elas tem incomodam?

1. Procure um médico dermatologista e fale com ele sobre esse problema. Dependendo do tamanho e da quantidade o tratamento pode mudar. Em geral se foram poucas o médico faz uma pequena incisão e retira a milia (que é na verdade um pequeno cisto), pela raiz. Normalmente não é necessário anestesiar a pele. Tem que ser feito por alguém que tenha experiência e que retire a capsula do milium. Se forem várias pequeneninas, os peelings seriados com ácidos podem ser uma opção melhor. Alguns estudos mais recentem estão testando laser e Co2 para as bolinhas mais teimosas

2. Não tente espremer as fofas. Elas se rebelam, podem infeccionar a pele e . assim um probleminha se transforma em um problemão. Além do que elas são menos superficiais do que parecem e uma bolinha pode se tranformar num buraco. Não queremos isso, certo?

3. Tratamentos com ácidos em casa, como retinóico, adapaleno, etc, também podem ser úteis mas como são medicamentos também precisam ser prescritos.

4. Alguns tratamentos com antibióticos como a Minociclina podem reduzir a inflamação da pele e o aparecimento de milias. A indicação depende de cada caso.

5. Esfoliar a pele uma vez por semana também pode ajudar e evitar o surgimento de novas bolinhas.

6. Evite sol. Evite sol. Evite sol.

Beijos

Renata

Você também pode gostar de:

Porque temos pele de morango quando queríamos ter pele de pêssego, ou, o que fazer para fechar os poros?
A Rosa brigou com o cravo: mega post de segunda-feira com tudo o que pode ser feito para detonar os pontos pretos!

Read Full Post »

Ontem preparamos mais um vídeo aqui para o blog (eu e minha cinegrafista querida que aparece rapidamente no espelho ;-).

O tema agora é sobre como passar cremes noturnos. A boa notícia é que vocês vão recuperar o dinheiro extra gasto com filtro solar. Enquanto a maioria das pessoas passa menos filtro solar do que deveriam as pessoas também tendem a usar uma quantidade maior de cremes noturnos do que precisam.

Isso acontece porque muita gente tem a idéia de que quanto mais creme melhor, mais efeito ele irá fazer. Mas isso não é verdade porque a pele tem uma capacidade limitada de absorver os ingredientes presentes nos cremes. Assim, o que não pode ser aproveitado acaba ficando na fronha do travesseiro, que muitas vezes fica manchada.

Os filtro solares e os hidratantes comuns tem a função de formar uma camada protetora sobre a pele. Seja para evitar a penetração dos raios solares ou dificuldar a evaporação da água. Todos os outros cremes não tem a função de formar barreira e sim de tratar a pele e por isso a quantidade usada pode ser bem limitada.

Se não der certo tentem clicar aqui

Isso vale para os cremes a base de ácidos (retinóico, glicólico, azeláico e kójico), para a vitamina c, para a hidroquinona, para o retinol, dmae, enfim para os principais principios ativos utilizados nos cosméticos e medicamentos para a pele.

Na consulta, costuma-se orientar o paciente a aplicar uma fiiiina camada. A idéia é passar o produto no rosto todo (incluindo o pescoço) e concentrar o produto nas áreas que teoricamente estão mais carentes dele. De uma maneira geral deve-se concentram os produtos anti-acne na famosa zona T, os produtos despigmentantes na região das bochechas, embaixo dos olhos e em volta do rosto e os anti-idade em volta dos olhos, na testa e na região do “bigode chinês”.

É possível passar mais de um produto na mesma noite, mas deve-se tomar cuidado para não irritar demais a pele. Ao invés de usar dois produtos pode ser melhor usar um único com mais de um principio ativo (seja pronto, seja manipulado), alternar os dias ou mesmo usar produtos diferentes nas áreas do rosto.

Eu, por exemplo (só exemplo mesmo, já que cada pele é uma pele, né!) estou no momento alternando o Diacneal com o Azelan creme no rosto e completo usando o Active C da La Roche para a área dos olhos (já que nessa região a  minha pele é mais seca). A minha mãe tem a pele diferente da minha e os produtos que ela usa, e que eu mostro na simulação do vídeo é o Redermic XL da La Roche para o rosto e o Nivea Q10 para o contorno dos olhos (combinação essa que funciona melhor para quem tem a pele seca).

Então é isso. Espero que gostem!! E por favor contribuam com sugestões para novos vídeos nos comentários.

Mais sobre o assunto aqui no Bulle

Seu tratamento de pele está acabando com as sua roupa de cama?

Uma noite de beleza!

Como tirar o máximo proveito dos seus produtos de beleza.

Ah sim não percam amanhã um post imperdível sobre calvice escrito pelo Tiago (que deveria ter entrado hoje mas meu computador não está colaborando rsrsrs!

Read Full Post »

Gente eu tenho recebido muitas perguntas aqui no blog, e realmente é impossível para mim responder tudo. Aí eu tenho que optar, ou respondo ou posto coisas novas, ou não faço nada e vou dormir (ando meio cansada ultimamente rsrsrs)!. Aí quando uma pergunta se torna muito frequente eu acho que vale mais a pena fazer um post do que ficar respondendo individualmente, certo?

E uma das perguntas mais frequentes no blog tem sido variações da seguinte frase: “sou nova ainda, tipo 20-30 anos, mas tenho muitas rugas, ou bolsas ou flacidez ao redor dos olhos e isso faz com que eu pareça mais velha”.

Bom, se tem uma coisa que a maioria (pelo menos as que tem acima de 18 anos e mais de 50 kilos) não quer é parecer mais velha ou mais gorda não é mesmo? Já basta parecer a idade e o peso que a gente tem, mais é sacanagem 😉 Então esse post é para ajudar a melhorar a aparência dos seus olhos com dicas para os principais probleminhas que fazem você parecer ter um RG de 7 dígitos.

Sem falar na cara de cansada. Tudo bem que a maioria hoje trabalha pra caramba, depois ainda sai na balada, sem falar em filhos, marido, etc etc. Enfim,  quer fazer mil coisas ao mesmo tempo e agora. Mas nem por isso a gente quer parecer cansada, né, mesmo que esteja! rsrsrs E os olhos são o maior dedo duro pra entregar que a noitada foi longa (seja trabalhando, embalando criança ou se divertindo).

É claro que existem vários tratamentos estéticos e cirúrgicos como Botox, laser e até cirurgia plástica que rejuvenescem muito a aparência do olhar. Mas na minha opinião não é o caso de usá-los antes dos quarenta anos a não ser que a situação seja mesmo grave ou que a pessoa tenha por algum motivo, tipo profissional, que viver sem nenhuma marquinha. Até porque gente, envelhecer faz parte da vida e precisamos desde cedo ir aceitando esse fato. Mas existe uma série de coisas que você pode fazer, sem entrar na faca ou na agulha para disfarçar as marcas da maturidade que começam a aparecer nos seus olhos.

1. Bolsas embaixo dos olhos: a tendência a formar bolsas embaixo dos olhos é genética. Nenhum creme vai conseguir diminuir ou apagar as bolsas embaixo dos olhos. Mas se as suas bolsas vem e vão, pode significar que você está retendo líquido na região. Jantares mais salgados, acompanhados de bebidas alcóolicas (delícia!) são os maiores culpados pela aparência matinal de cara de buldog. A água não acumula só nos olhos, mas como a pele embaixo deles é mais fina o inchaço ali fica mais aparente. O que fazer? Primeiro reduzir o sal no jantar e se tomar alcool, tomar junto muita água. Parece contraditório tomar água se o corpo está retendo líquido, mas na verdade seu corpo retem se ele acha que está faltando (alcool e sal desidratam) se você tomar água vai dizer ao seu corpo que ele não precisa reter líquido, entende? Se mesmo assim, acordou de manhã com os lhos inhados o melhor a faze são compressas frias na região. Se puder usar chá de camomila ou pepino ajuda, mas quem é que vai querer cortar um pepino de manhã depois de uma noitada forte??? Então o jeito mais fácil é assim: deixe sempre no congelador aquelas máscaras de gel. Aí é só pegar na geladeira e ficar com ela 5 minutos deitada pensando em coisas boas!

2. Olheiras . Assim como as bolsas, a formação de olheiras também tem influência genética. Com a idade a pele vai ficando mais fina e as olheiras vão aumentando. O que costuma causar as olheira é a congestão de vasos que fica mais aparente em volta dos olhos também porque a pele ali é mais fininha. Nesse caso o melho a fazer é rusar cremes para a região dos olhos que mantenha a estrutura da pele e evitem que ela afine. Existe também um outro tipo de olheira que é causado pela hiperpigmentação embaixo dos olhos. Funciona assim: uma pessoa por algum motivo (tipo rinite crônica, ou sensibilidade à  lentes de contato, por exemplo) esfrega muito os olhos. A resposta da pele para isso é produzir mais pigmento. Então se essa pode ser a causa da sua olheira o ideal é resolver a doença de base e evitar que o problema piore. Para tratar as olheiras por hiperpigmentação os cremes despigmentantes como os a base de ácido kójico funcionam bem, já que esse tipo de mancha tende a ser mais fácil de ser tratado do que as causadas por questões hormonais.

3. Linhas e rugas: Os famosos pés de galinha ocorrem quando a pele perde os componentes responsáveis pela sua elasticidade. Até crianças ficam com linhas envolta dos olhos quando sorriem, a diferença é que essas linhas desaparecem quando elas ficam com o rosto parado. Já quem tem mais idade é como um elástico velho, mais frouxo, que não volta totalmente ao normal depois de esticado. Os melhores produtos para estimular a produção de colágeno são os derivados de vitamina A , como o retinol usado em muitos cosméticos, ou nas versões mais fortes (como ácido retinóico ou isotretinoína usados nos medicamentos com prescrição médica). Os anti-oxidantes como a vitamina C também evitam que a pele perca colágeno e atrasa um pouco o relógio do olhar.

4. Flacidez. O maior vilão da flacidez em volta dos olhos (e também do envelhecimento da pele como um todo é o sol). E umas vez que a pele dos olhos fique flácida (também por falta de colágeno e elastina) nenhum creme vai recuperar. Então o melhor tratamento para evitar a flacidez é a exposição ao sol. Existem protetores solares específicos para a área dos olhos. Eles funcionam bem, mas são um pouco caros. A dica que eu costumo dar é aplicar na região aqueles bastões com FPS indicados para os lábios. É uma maneira prática de garantir uma quantidade boa de filtro solar nos olhos sem que eles escorram e fiquem ardendo. Uma vez a flacidez instalada não tem creme que resolva, só cirurgia mesmo. Mas uma boa maquiagem pode ajudar a disfarçar o problema. O truque é definir a pálpebra para levantar o olhar. Para isso aplique uma sombra mais clara, tipo baunilha em toda a pálpebra, até as sombrancelhas, depois aplique uma sombra mais escura, na parte rente ao cilios e arremate com curvex e máscara. Esse tipo de maquiagem disfarça bem a flacidez nas pálpebras de uma forma natural.

Falando em maquiagem, um blush pêssego ou rosado mais um batom cor de boca também ajudam a eliminar a cara de cansada. Portanto, junte todas as suas forças e faça pelo menos o básico de manhã se quiser evitar aqueles comentários simpáticos tipo “nooooossa, o que houve você não dormiu de noite? Está com uma cara péssima”

Arsenal para os olhos:

Máscara em gel para os olhos R$ 14,88

Hidra Mag Stick Olhos Vichy Homme: ótimo para bolsas e olheiras causadas por retenção de líquido e congestão dos vasos!  R$ 98,40

Klassis Theraskin R$ 97,90 para as manchas causadas por hiperpigmentação e filtro solar pode até ser usado durante o dia

Reti C olhos Vichy  R$ 113,90 com retinol e vitamina C atacam as rugas fininhas.

Spectraban Labial FPS 15 stiefel R$ 14,70 Porque prevenir é sempre mais barato e eficiente do que tratar!

 olhosbulle

Mais aqui no Bulle

10 maneiras de prevenir e tratar os pés de galinha

Bulle de Beauté Minissérie: Beleza 192 – Capitulo 4 – Menina não chore assim!

Pela luz dos olhos seus: cremes para a região dos olhos.

Alguma coisa funciona contra olheiras?

Read Full Post »

Uma das dúvidas bastante frequente (e muito importante!) quando falamos de produtos de beleza é quanto os produtos duram. Para saber se o produto está bom ou não (já que em geral a validade não está marcada na embalagem) a dica é manter em um lugar fácil de consultar, tipo agenda ou celular, uma tabela com o tempo de validade de cada produto conforme vou falar nesse post e a data quando cada um foi comprado. Dá um trabalho e exige organização, mas vale a pena!

É sempre bom, de tempos em tempos, fazer uma bela faxina nos seus produtinhos e jogar fora o que está velho, já que ninguém quer passar produtos velhos e contaminados na pele né?

Outra dica importante é ficar atenta na validade para não ficar super economizando aquela maquiagem mais cara e deixá-la só para os dias de festa porque aí quando a festona chegar o produto pode estar vencido.

Também é sempre bom evitar ficar colocando o dedo dentro dos produtos, uma vez que a nossa pele é sempre contaminada com um monte de bactérias que podem crescer mais dentro dos potinhos dos produtos. Quando colocar o dedo for indispensável pelo menos lave bem as mãos antes.

Deixar sempre os potes tampados e de preferência em lugar fresco e seco é básico. Se é difícil encontrar um lugar fresquinho aqui no nosso país tropical vamos combinar que o vapor do banheiro não ajudo muito né?

Esses cuidados são muito importantes já que produtos velhos não apenas são inefientes como também podem causar irritação, inflamação e piorar problemas de pele, especialmente a acne.

Agora vou falar da durabilidade de alguns produtinhos mais usados:

1. Maquiagem para pele: 6 meses para os produtos líquidos e dois anos para os em pó (que são a melhor opção para quem se maquia pouco). Como reconhecer um produto vencido? Os líquidos velhos, como base líquida costumam acumular óleo na superfície e também ficam mais espessos. Na pele a maquiagem podem deixar a pele com aparência quebradiça.

2. Máscara para olhos ou rimel: 3 meses. A embalagem escura e o ambiente líquido desses produtos são uma espécie de “suíte presidencial” para as bactérias, por isso duram bem pouco. A máscara velha fica seca e não adere bem aos cílios. Para evitar que durem ainda menos evite ficar “bombando” o pincel dentro do tubo. Isso leva ar para dentro do frasco e facilita ainda mais a vida das bactérias que estão lá dentro.

3. Delineador e sombra: Delineador líquido 3 meses, sombras cremosas 6 meses, lápis e sombras em pó 2 anos. O delineador líquido dura pouco pelos mesmos motivos do rimel. O lápis dura mais porque cada vez que você aponta expõe uma superfície nova ao meio ambiente (ajuda manter sempre o apontador limpo e passar um alcool nele antes de usar). As sombras em pó são difíceis de contaminar mas perdem a performance e com o tempo pode ser difícil de pegar o pigmento.

4. Batons e lápis de boca: 2 anos. Os batons velhos em geral ficam secos e não aparentam mais cremosidade. Os podutos de longa duração na boca, costumam ter uma validade mais curta já que eles contem ingredientes que evaporam mais rápido do que os produtos tradicionais.

5. Esmaltes: 2 anos Quando os esmaltes ficam velhos o produto fica opaco e quebradiço. As fórmulas dos esmaltes são especialmente sensíveis à umidade, então pelo menos eles devem ficar fora do banheiro.

Como a hora tarda e minhas férias acabaram preciso ir porque amanhã tenho que madrugar, mas no próximo post vou falar dos creminhos, filtro solar, produtos para o cabelo e perfumes. Não percam!

Fonte de pesquisa: WebMd

Read Full Post »

Quando eu escrevi esse post aqui, falando sobe os cuidados para combater as rugas que podiam ser tomados por meninas novinhas nos seus vinte e poucos anos, algumas pessoas disseram que ficou faltando algumas sugestões de creminhos 😉

Na verdade, a  maioria das pessoas na casa dos 20 não precisa de creme anti-idade, pelo contrário. Como nessa fase da vida ainda prevalece a pele oleosa, muitos cremes antirrugas podem até prejudicar a pele, trazendo oleosidade em excesso ou até mesmo acne.

Já falei aqui no blog também que creme não tem idade e que criar cremes tipo 25+ (fase da vida que as mulheres começam a reparar nas primeiras marquinhas) não passa de uma jogada de marketing.

Mas por outro lado, quem gosta de se cuidar e não resiste a um creminho, tem sim algumas alternativas mesmo antes de virar balzaquiana. Oba! Então vamos a elas:

1. Cremes para a área dos olhos: Mesmo as meninas mais novas tem a pele em torno dos olhos mais fina e seca. Então é uma boa opção começar a aplicar nessa região os cremes anti-idade. Ali é muito difícil aparecer acne e por outro lado é onde a gente vê as primeiras ruguinhas né?

olhos

Hydraphase Yeux La Roche Posay R$ 74,25 É uma opção interessante para a área dos olhos, combate as bolsas das palpebras, problema que não tem idade. 

Linea Pelle Suavizante para Olheiras R$ 88,52 Contém ácido kójico que atuam como despigmentante e ativos descongestionantes para a região dos olhos.

Complete Lift Yeaux R$ 97,94 para quem a flacidez das palpebras já está incomodando.

Reti C Olhos R$ 115,40.  Contém vitamina C e retinol atuando na prevenção dos efeitos da idade na região.

2. Cremes para as mãos: Assim como os olhos, os dorso da mão tem a pele bem fina e também é uma região super dedo dura da idade. Como ali também não tem risco de aparecerem espinhas de acne, é uma ótima região para começar a passar creminhos anti-idade, especialmente aqueles melequentos gostosos que precisam ficar longe do rosto de quem tem a pele oleosa.

maos

Cold Cream Crème Mains R$ 28,88. É um hidratante que deixa as mãos macias e cheirosas.

Lipikar Xerand R$ 51,87 também hidrata a mais ressecadas das mãos e também pode ser usado nos joelhos e cotovelos.

Creme para Mãos com Filtro Solar Dermatus R$ 55,55.  Ótima opção porque além de hidratar também protege do sol e as mãos são depois o rosto o lugar do nosso corpo que mais pega sol…e portanto onde aparecem mais manchinhas solares.

Neoestrata creme para mãos e unhas R$ 90,43. Hidrata e tem ativos que retardam o envelhecimento.

Melora Ahand R$ 90,41. Hidrata e protege a pele das mãos joelhos e cotovelos.

3. Ativos antiacne também atuam contra o envelhecimento: os ingredientes utilizados nos cremes e loções contra acne como o ácido retinóico e o ácido glicólico estimulam a renovação da pele e a produção de colágeno. Mas, ao contrário do glicólico o ácido retinóico é considerado medicamento no Brasil. E não é atoa, se vocês entrarem no tópico que eu escrevi sobre esse ingrediente verão dezenas de comentários de pessoas que sofreram com os efeitos colaterais desse produto. Então vamos combinar que ácido retinóico é ótimo, mas não é para todo mundoe precisa sempre de acompanhamento médico!

4. Despigmentantes também deixam a aparência mais jovem. As manhas causadas na maioria das vezes pele excesso de exposição ao sol, são junto com as rugas, um dos sinais mais aparentes do envelhecimento. Por esse motivo os ativos despigmentantes também podem ser considerados anti-idade. Entre eles temos a hidroquinona e o ácido kójico. Enquanto o primeiro é mais potente o segundo tem a vantagem de poder ser usado de dia, inclusive no verão. Nos tópicos de cada um vocês encontram muitos detalhes, quem quiser se aprofunar e ver dicas de produtos é só entrar nos links.

E claro que nunca é demais falar que o creme antienvelhecimento mais eficiente que existe é o filtro solar. Mas isso, você leitora do blog ja está cansanda de saber, e não sai de casa sem ele, né?

Boa semana para todos nós!

Mais aqui no Bulle de Beauté

10 maneiras de prevenir e tratar os pés de galinha

Pela luz dos olhos seus: cremes para a região dos olhos

Read Full Post »

Esse post foi inspirado no seguinte comentário da Flávia

Tenho um grande problema com protetores solares na área dos olhos, sempre fico com eles irritados, e já ouvi dizer que protetores solares não devem ser usados nesta área, pois podem provocar alergias, isso procede?

Vamos responder a pergunta da Flávia por partes até porque muita gente (eu incluída) sofre com o problema. Basta a gente caprichar no filtro solar, sair ao Sol, e no primeiro suorzinho entra filtro dentro do olho e fica parecendo ou que a gente tá muito triste, ou que acabou de cortar cebola, ou bem…vários outros diagnósticos diferenciais possíveis para olho vermelho. E aí amigos, como diz a música “quem não tem colírio usa óculos escuros”.

A pele do olho, assim como a da boca costuma ser mais seca, mais fina e mais sensível do que a pele do resto do rosto. Então mesmo que não escorra filtro dentro do olho, a região ao redor pode ficar irritada e vermelha. Mas isso não significa que não devemos proteger essa região contra a exposição ao sol, até porque ninguém quer ficar com pés de galinha, certo?

A solução caseira que eu encontrei para o problema em mim é aplicar na região em volta dos olhos (eu incluo a pálpebra também) o mesmo filtro solar que eu uso para os lábios (que também é uma região seca e sensível do rosto). Os filtro labiais  ainda tem a vantagem de serem espessos e não escorrerem, diminuindo a chance de irem parar dentro dos olhos e por serem em bastão é mais fácil a gente acertar bem onde vai passar e onde não vai. Você pode tentar isso em casa, mas claro que se arder ou ficar vermelho significa que a sua pele é muito sensível mesmo a esse tipo de filtro e nesse caso suspenda o uso, e ai, óculos escuros mesmo (que é sempre uma excelente idéia diga-se de passagem).

Antes eu costumava passar o filtro labial em volta dos olhos antes da maquiagem, mas ultimamente tenho testado por cima também, fazendo efeito do gloss nos olhos (super tendência do verão, conforme matéria da Vic Ceridono  no site da RG Vogue). Fica bacana porque deixa a pele menos melecada do que o gloss.

Sobre a última parte da pergunta da Flávia, a reação ao filtro solar que ocorre nos olhos não é uma alergia. A gente não pode ter alergia em só uma parte do corpo e não ter em outra. É uma iritação mesmo, por ser a região do olho uma pele mais sensível mesmo.

Read Full Post »

Older Posts »