Feeds:
Posts
Comentários

Eu adoro aquela música da Adriana Partimpim que fala assim:

Procurando bem
Todo mundo tem pereba
Marca de bexiga ou vacina

E é verdade, qualquer festinha, jantar de família ou evento que eu vá tem alguém querendo me mostrar alguma coisa na pele. E agora que estou longe já recebi pedidos para envio de fotos!!!

É complicado, para não dizer impossível, avaliar uma lesão a olho nu ou por foto. E mesmo no consultório, com dermatoscópio, certeza mesmo a gente só pode ter olhando uma biópsia no microscópio.

Mas algumas características preocupam mais e devem levar você ao médico:

  • Lesões que estão crescendo, sangrando ou coçando.
  • Lesões que não cicatrizam,
  • Lesões assimétricas, multicoloridas, com bordas irregulares.
  • Lesões grandes, com mais de meio centímetro de diametro.

Para prevenir câncer de pele o mais eficaz é se proteger do Sol, todos os dias, desde a infância. Especialmente se você tiver a pele clara, um monte de pintas e sardas e que se queima fácil.

Outra atitude importante é conhecer a sua pele, e fazer um lavantamento semestral das pintas para ver o que surgiu de novo e o que cresceu e ficar de olho!

É isso por hoje. Espero que tenham gostado!!

Semana que vem respondo a pergunta sobre máscaras caseiras, não percam!

Mais no Bulle

Auto-exame da pele

Um estudo publicado por uma das mais respeitadas revistas médicas, a New England Journal of Medicine, avaliou a alimentação e os hábitos de vida de 120.00 pessoas e trouxe algumas dicas interessantes para não ganhar aqueles 1-2 kilos por ano e ficar obeso conforme a idade avança. Claro que o básico continua o mesmo: coma menos e se exercite mais, mas fora isso algumas outras idéias podem ajudar. A principal novidade que o estudo trouxe é uma lista com 5 alimentos que se consumidos com frequência fazem você engordar, e o melhor, 5 alimentos que ajudam a emagrecer.

Os maiores vilões da balança

  1. Batata frita
  2. Outras batatas
  3. Bebidas adoçadas com açúcar
  4. Carne vermelha in natura
  5. Carne processada (embutidos em geral)
Os bonzinhos
  1. Vegetais
  2. Grãos integrais
  3. Frutas
  4. Nozes (surpresa aqui hein! 😉
  5. Iogurte
Uma outra supresa da pesquisa é que a quantidade de gordura consumida fez pouca diferença no peso final das pessoas pesquisadas. Por exemplo não teve diferença significativa no peso final consumir leite desnatado quando comparado com aqueles que só consumiam leite integral.
O iogurte, mesmo integral, como auxiliar na perda de peso também foi outra surpresa. Os pesquisadores acreditam que a alteração na flora intestinal proporcionada pelo iogurte possa ajudar no controle de peso.
Outras descobertas interessantes além da dieta também foram feitas em relação aos hábitos de vida. Por exemplo, dormir bem, pelo menos 6-7 horas todas as noites ajuda a reduzir o peso. Em contrapartida aqueles que passavam mais tempo na frente da TV engordavam mais, claro.
Outra conclusão importante para não ganhar peso com o passar dos anos é tentar cortar pequenas quantidades de calorias todos os dias ou se comprometer com uma caminhada diária de pelo menos 10 minutos. Economizando 50 calorias por dia, ou 1 pequeno pedaço de chocolate, significa economizar mais de 18.000 calorias por ano, ou 2 kilos e meio!
Bom final de semana, sem batata frita e com bastante vegetais pra vocês!
Ah gente, mais uma coisa! Estou começando a escrever artigos em inglês como especialista de San Francisco para cuidados com a pele, chique né!!!. Posts novinhos lá também, visitem, assinem, prestigiem 😉 é só clicar aqui!
Mais no Bulle

Oi pessoal tudo tranquilo?

Desculpem o sumiço mas a minha vida mudou completamente desde o último post, então tenho várias novidades para compartilhar. A primeira é que me mudei com a família toda para San Francisco, nos EUA. Meu marido foi transferido para o Youtube daqui e viemos todos. Eu agora estou estudando para validar o meu diploma de médica para poder fazer a residência aqui e paralelamente fui aceita para uma pós graduação em Medicina Estética, onde poderei aprender muitas coisas novas para contar para vocês.

E para o post de estréia aqui na terra do tio San vou falar de um assunto quente por aqui: a mudança nas regras das embalagens para os filtro solares. Na semana passada o FDA mudou as regras aqui e as empresas terão que se adaptar até o meio do ano que vem.

A principal mudança é em relação a proteção contra raios UVA e UVB. Como já falamos aqui no blog o padrão FPS se refere apenas a proteção contra raios UVB que é o responsável pelas queimaduras de Sol, mas tem menos importâncio do que a radiação UVA no envelhecimento precoce da pele. Então a partir de agora os filtro solares terão que oferecer proteção UVA proporcional a proteção UVB para assim poderem ser chamados de “Broad Spectrum” ou amplo espectro.

Os que não oferecerem essa proteção proporcional terão que trazer um alerta na embalagem dizendo que aquele produto protege contra queimaduras de Sol mas não contra câncer de pele ou envelhecimento da pele. O mesmo vale para os que tiverem FPS abaixo de 15.

Outra mudança importante é que os filtros não poderão colocar mais FPS acima de 50 na embalagem, o máximo será FPS 50+ isso porque não os dados das pesquisas até agora não demostraram qualquer benefício adicional para proteção solar acima desse valor.

Também mudam as regras para produtos a prova de água. O termo “water proof” não pode mais ser usado e deve ser substituído por “water resistant” e devem explicar na embalagem por quanto tempo o produto resiste a banhos de piscina ou mar e ao suor. O termo “sun block” ou bloqueador solar também não pode mais ser usado.

São mudanças importantes que esclarecem algumas confusões que estavam na cabeça de nós consumidores. Não sei se vão chegar ao Brasil mas achei interessante pra gente ficar mais esperto na hora de comprar protetor solar em qualquer lugar.

Modelo de Embalagem com as novas regras Broad Spectrum indica proteção UVA e UVB proporcional e descreve resistência a 40 minutos na água.

PS: Agora que estou bem instalada, com computador funcionando e internet banda larga vou tentar recuperar a frequência dos posts. Nesse comecinho vai ser meio complicado porque minhas 3 meninas estão de férias em casa, mas logo logo a vida entre nos eixos e eu terei mais tempo para o blog.

Beijos

Renata

Mais no Bulle

Acima de 30 é tudo a mesma coisa?

Pra fazer todo dia tem que ser gostoso!

Você conhece o índice de ultravioleta?

 

 

 

 

 

 

 

Eu pedi sugestões no twitter (ainda não segue? Tá esperando o que…www.twitter.com/bulledebeaute) e várias leitoras pediram a minha opinião sobre a “febre do clarisonic” então vamos lá.
Primeiro aos fatos:
Não há nenhum estudo científico que comprove o benefício do produto comparado a limpeza normal da pele. O único estudo publicado sobre o assunto, de 2006 no J. Of Cosmetic Dermatology, foi patrocinado pelos fabricantes do produto e concluem a eficiência do produto na limpeza da pele, mas sem comparar com o bom e velho combo sabonete+esponja.
O que dá pra concluir após o uso do produto e a leitura de uma série de resenhas sobre ele é o seguinte:
– O clarisonic limpa bem mesmo a pele.
– Após o uso quase todo mundo relata uma sensação de pele limpa e macia.
– A escovinha vibra e não gira, então a força quem coloca é quem está usando, sendo assim mesmo quem tem a pele mais sensível e fina pode usar, é só manter a delicadeza.
O que ainda não está comprovado:
– o fabricante diz que o clarisonic diminui os poros e reduz os pontos pretos. Não tem nenhum estudo que comprove isso e as resenhas das pessoas que usaram também não confirmam.
– é possível que a “massagem” na pele que o clarisonic faz estimule a produção de colágeno pela pele melhorando a sua elasticidade. Faz sentido, mas de novo não há comprovação.
O que precisamos levar em conta também:
– É um “brinquedinho” caro, as versões varia, de 130 a 200 dólares dependendo do tamanho e velocidades disponíveis.
– Como qualquer tratamento de beleza, os resultados só aparecem com disciplina. Então se você é do tipo que compra um aparelho e esquece em cima da pia depois de uma semana de uso, melhor economizar o seu dim dim.
No final das contas: é um aparelho interessante que pode ajudar a manter uma rotina legal de limpeza da pele. Não é imprescindível, nem muda a vida.

Tou separando as sugestões de vocês no twitter (ainda não segue? Entra lá no http://www.twitter.com/bulledebeaute) para novos posts no blog. Quem quiser pode dar sugestões por aqui também…e enquanto isso resolvi reproduzir um teste bem importante que avalia o risco de desenvolver câncer de pelo, elaborado pela Fundação Americana de Melanoma.

Some os pontos das perguntas e depois veja no final qual o seu risco.

Cor do cabelo
Loiro/ruivo =4
Castanho = 3
Preto = 1

Cor dos olhos
Azul/verde = 4
Mel = 3
Castanhos = 2

Quando se expõe ao sol, você…
Queima e às vezes descasca = 4
Queima de depois bronzeia = 3
Bronzeia = 1

Você trabalha?
Em locais abertos = 4
Em vários tipos de ambientes= 3
Em ambientes fechados = 2

Você tem sardas?
Muitas = 5
Algumas = 3
Nenhuma= 1

Alguém na sua família teve câncer de pele?
Sim = 5
Não = 1

Onde nos EUA você morou até os 18? Aqui no Brasil podem somar 4 todo mundo!
South = 4
Midwest = 3
North = 2

Risco
10 _ 15 Abaixo da média
16 _ 22 Na média
23 _ 25 Alto risco
26 _ 30 Muito alto risco

É importante lembrar que a exposição a radiação solar é o principal determinante do risco de câncer de pele, e é o único que a gente pode controlar né! Fatores genéticos e imunológicos também tem uma parcela de culpa.

E ai, gabaritaram como eu?? Então é filtro solar, chapéu, óculos de sol e muuuuito cuidado todos os dias!

O uso do Botox, ou toxina botulinica, é um dos maiores sucessos no tratamento das rugas. Mas apesar do número crescente de procedimentos, muita gente tem medo da dor picada no rosto e no bolso! Por isso estima-se que o mercado do botox é cerca de apenas 10 % do número de pessoas interessadas nos seus resultados.
Devido a esse enorme potencial de mercado tem bastante gente pesquisando uma alternativa para o uso da toxina botulinica tópica, ou seja, em forma de gel ou creme.
A empresa que está mais perto dessa façanha é a Revance (www.revance.com) que apresentou recentemente resultados da fase 2 de testes e está buscando aprovação do seu RT001 junto ao poderoso FDA.
A principal dificuldade de se criar um produto tópico com toxina botulinica é que a sua ação não ocorre na pele, e sim no músculo, mais epecificamente na junção entre os nervos e a musculatura. E, claro, que se a pele foi criada justamente para ser uma barreira protetora do corpo é bem difícil conseguir que uma substância ultrapasse as suas barreiras e vá até o endereço onde deve funcionar. Moléculas de proteínas grandes, como é o caso da toxina botulínica, normalmente não conseguem penetrar na pele. O diferencial do produto da Revance é que o gel contém um carreador que possivelmente conseguirá transportar o botox até o músculo.
Pelos estudos que se tem até o momento acredita-se que o botox tópico funcionará melhor onde a pele é mais fina (como na região dos famosos pés de galinha) ou mais extensa (como nas axilas onde a toxina botulinica tem a função de controlar o excesso de suor).
O produto por enquanto ainda não está disponível. Quando for aprovado é provavel que pelo menos no início seja de uso exclusivo em clínicas pelos dermatologistas (é, a dor no bolso ainda vai durar mais…). Até chegar as farmácias e fazer parte da nossa rotina pessoal de beleza vai demorar um pouco (ou bastante, dependendo do ponto de vista 😉
Enquanto isso o melhor creminho antienvelhecimento continua sendo o bom o velhor filtro solar. Abuse dele equanto esperamos os avanços da indústria de cosméticos!

Depois de 2 anos de aprovação pelo FDA e comercializado nos EUA chega nesse mês às farmácias brasileiras o primeiro medicamento para aumento dos cílios, o Latisse.

Assim como várias descobertas da medicina, o efeito da substância do Latisse foi descoberta por acaso. O principio ativo bimatoprost é usado em pessoas que tem hipertensão intraocular, como colírio. Com o uso do colírio, os médicos perceberam o seu “efeito colateral” de aumentar e escurecer os cílios e sacaram que esse efeito poderia ser usado com objetivo estético. Foi daí que a Allergan (que também fabrica o Botox) estudou e patenteou o bimatoprost para uso estético.

Como eu coloquei lá no início o Latisse é um medicamento. Por isso, deve ser prescrito por um médico após avaliar cada paciente individualmente. A vantagem da demora do lançamento no Brasil é que agora podemos conhecer melhor os seus efeitos adversos para ai decidirmos se vale a pena ou não usar o produto.

A principal vantagem é que o Latisse funciona mesmo! As fotos de antes e depois do site da Allergan são impressionantes e todas as resenhas que eu li pela internet afora comprovam que depois de dois meses todo mundo percebe aumento no comprimento, no volume e escurecimento dos cílios.

Entre os efeitos adversos o mais comum é coceira e vermelhidão nos olhos, geralmente transitória, mas que às vezes precisa suspender o produto. Menos comum, mas também importante é o aparecimento de manchas na pálpebra, que em geral somem com a descontinuação do uso. Outro efeito adverso é o escurecimento da íris (parte colorida do olho) que pode ser permanente, se o produto cair dentro do olho. Se a pessoa tem algum problema de pressão intraocular deve consultar um oftalmologista antes do tratamento.

O Latisse deve ser usado uma vez ao dia, todas as noites. O tubo vem com aplicadores para 2 meses de uso, e deve custar cerca de R$ 160,00 (bem salgado hein!!). A aplicação é simples, na raiz dos cílios, como um delineador e apenas nos cílios superiores.

O maior problema do Latisse em termos estéticos na minha opinião é que os efeitos do tratamento não são duradouros, ou seja, se não usar continuamente em dois meses mais ou menos os cílios voltam a ser o que eram antes. E assim, é meio caro gastar cerca de R$ 80,00 por mês para ter um efeito que consigo com o combo rímel+curvex. E vocês o que acham, vale a pena?