Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Manchas’

gueixas

Já falamos aqui no blog sobre a hidroquinona, um dos despigmentantes mais usados para clarear as famosas manchas na pele. Acontece que a hidroquinona é um ingrediente traiçoeiro especialmente no verão. Isso porque quando a pele com hidroquinona é exposta ao sol ela pode desenvolver manchas ao invés de clarear.

É por isso que todo mundo que usa produtos com hidroquinona (que em geral são medicamentos que precisam de receita médica, já que são mais eficientes em concentrações que fogem das linhas de cosméticos) deve lavar bem o rosto pela manhã, aplicar um protetor solar eficiente e mesmo assim evitar o máximo se expor ao sol.

Então, especialmente no verão, é interessante procurar uma alternativa à hidroquinona e é aqui que entra o ingrediente que falo hoje aqui no blog: o Ácido Kójico.

O Ácido Kójico é uma substância produzida por um cogumelo japonês chamado Koji, que é usado também na fermentação do arroz para produção de saque (deglícia!)

A vantagem do ácido kójico é que ele não é fotossensível, ou seja, não mancha se a pele é eventualmente exposta ao sol. Por isso pode ser usado inclusive durante o dia. Além do seu efeito despigmentante o ácido kójico também atua como antiséptico impedindo a proliferação de fungos e bactérias na pele. Ele também tem ação anti-oxidante ajudando na prevenção do envelhecimento cutâneo e pode ser usado em formulações junto com ácido glicólico, vitamina C, entre outros ativos. A principal desvantagens é que ele é considerado menos potente do que a hidroquinona como clareador, e por isso os resultados costumam levar mais tempo para aparecer.

Mas é como diz o ditado: devagar e sempre!

Abaixo alguns produtinhos cosméticos bacanas que contém Ácido Kójico como principal princípio ativo.

Produtinhos para tratar as manchas também no verão.

Produtinhos para tratar as manchas também no verão.

Futura Biotech – Clareador de pele – Linea Pelle – 56g  R$ 74,85
La Roche-Posay – Melani D Rosto – 30ml R$ 114,58
Neostrata – Gel clareador (Pigment Lightening gel) – 40g R$ 160,60
Pro Medic – MediClean creme despigmentante FPS20 – 40g R$ 82,05
Theraskin – Klassis creme 1bisn – 25g  R$ 73,51

Mais sobre manchas em

Belas mamães (como tratar os prejuízos estéticos da gravidez): parte 2 – Melasma

e nas Rotinas de Cuidado para quem tem a pele pigmentada.

gueixas

Read Full Post »

Alguns tratamentos podem ser ótimos para determinados tipos de pele mas acabam com as roupas de cama. Isso porque ao serem usados de noite, um pouco antes de dormir, eles ficam no rosto e passam para a fronha. De manhã o efeito colateral é claro: manchas e mais manchas na sua roupa de cama.

O ingrediente campeão das manchas é o peróxido de benzoila, usado no tratamento contra acne. Mesmo concentrações pequenas do ativo como 2,5% podem deixar manchas alaranjadas em fronhas ou mesmo toalhas (quando ele é usado em sabonetes e permanece no rosto).

Cremes com ácido retinóico também pode manchar tecidos especialmente se estiver sendo usado uma grande quantidade, isso ocorre principalmente devido aos conservantes que são adicionados ao ingrediente nos cremes. Os agentes clareadores como hidroquinona e ácido kógico também podem manchar a sua roupa de cama, assim como produtos a base de antibióticos tópicos.

Ácido glicólico e ácido salicílico por sua vez costumam ser mais inofensivos aos tecidos.

Nem preciso falar dos produtos usados para tingir e clarear o cabelo e nem de maquiagem que não é retirada do rosto antes de deitar, né? Autobronzeadores também são implacáveis!

Para proteger a sua roupa de cama algumas dicas são importantes:

– Retire toda a maquiagem antes de dormir.
– Se for lavar o rosto com sabonete a base de peróxido de benzoila, enxágüe bem a pele, e depois enxágüe de novo 😉
– Espere alguns minutos antes de deitar depois de passar o creme isso faz com que ele tenha tempo de ser absorvido na pele (o que aumenta a eficiência do produto e protege o travesseiro, afinal é no seu rosto que o creme deve agir né?)
– Se ainda assim você estiver ficando os as fronhas manchadas o jeito é deixar uma fronha velha por dentro da nova bonitona e colocar ela por cima antes de deitar.

Mais sobre cuidados noturnos com a pele em:

Uma noite de beleza!

A Bela Adormecida

Read Full Post »

Retomando a série sobre as dicas de cuidado para cada um dos 16 tipos de pele (se ainda não sabe qual é o seu clica aqui!), hoje eu vou falar sobre a pele ORPT.

Esse é um tipo de pele que não é muito comum entre as leitoras do blog. Não que a pele ORPT seja um tipo raro, mas talvez as pessoas que tenham esse tipo de pele estejam satisfeitas com a aparência da pele e não procurem muito o tipo de informação que eu trago aqui no blog. Isso porque, de fato, a pele ORPT é uma das mais fáceis de cuidar. Quem tem esse tipo de pele pode ter um pouco de acne (especialmente na adolescência) e algumas manchas (em geral depois da gravidez) mas de maneira geral é uma pele boa que envelhece bem.

A Dra Leslie Baumann divide a avaliação da pele ORPT entre as pessoas de pele escura (que possuem manchas) e as de pele clara (que desenvolvem sardas, que não deixa de ser um tipo de mancha).

O lado negativo da pele ORPT é que elas têm mais chances de desenvolver câncer de pele do que as pessoas com a pele ORPW (com tendência à rugas). Não se sabe bem porque mas estudos mostram que as pessoas que desenvolvem câncer de pele tipo não-melanoma tendem a ter menos rugas que a pele que não apresenta câncer.  Assim, se você tem a pele ORPT, aproveite a sua pele boa e radiante mas não deixe de tomar os cuidados necessários para mantê-la assim!

Os produtos recomendados para a pele ORPT têm como objetivos: Prevenir e tratar as manchas escuras e tratar a oleosidade. As dicas que eu vou passar aqui, como sempre, são de produtos sem prescrição médica, que são indicados para prevenir os problemas e tratar aqueles mais amenos. Quem tem a pele resistente, de uma maneira geral, precisa de produtos mais fortes (isto é, medicamentos vendidos com prescrição médica) já que a resistência se por um lado evita que a pele fique vermelha, irritada e sensível, por outro impede que produtos com baixa concentração façam efeito. Então se você tem a pele ORPT e problemas que efetivamente incomodam, consulte um médico que irá prescrever produtos em uma concentração que seja eficaz para tratar peles resistentes.

A rotina da Suzi, a primeira que no post de lição de casa afirmou ter esse tipo de pele é a seguinte:

De manhã lavo com sabonete em gel clean & clear. Em manhãs alternadas uso a clarifying lotion 4 da clinique. depois uso o gel hidratante para pele oleosa, também da clinique (produtos do sistema 3 passos da marca).

Quando sei que vou ficar muito exposta ao sol, uso o protetor solar facial red apple (fps 25) para pele oleosa, que é muito consistente. Se não, uso make com proteção solar (base compacta da avon, fator 15) para amenizar as imperfeições. Mas na maioria das vezes não uso nada.

A noite, lavo com o mesmo sabonete, passo a clarifying lotion novamente e, dependendo do estado da pele, aplico o mesmo hidratante ou uso peróxido de benzoíla 5%.

Duas ou três vezes por semana uso esfoliante (da clean & clear ou de açucar mascavo da avon) e uma vez por semana máscara de argila rosa para peles oleosas (da tracta). Quando sobra dinheiro, uso água termal da la roche.

A rotina indicada para a pele ORPT seria a seguinte:

De manhã:

orpt-dia

1. Lavar a pele com um sabonete para a pele oleosa. Em geral eu não gosto de indicar sabonetes em barra, mas quem tem a pele resistente e firme, pode usar esse tipo de produto por ser mais barato, já que essa pele é mais resistente então não sofre com os ingredientes que são usados para fazer as barras. 

Deep clean gel de limpeza profunda Neutrogena R$ 18,50

Effaclar sabonete La Roche Posay R$ 20,60

Normaderm sabonete Vichy R$ 21,30

Sabonete esfoliante anti-cravos Clean & Clear R$ 5,50

Sabonete líquido facial regular Clean & Clear R$ 13,20

Clearskin gel de limpeza antibacteriano Avon R$ 11,00

2. Aplicar um produto com ácido glicólico.

Normaderm gel hidratante anti-imperfeições Vichy R$ 65,60

Clearskin loção hidratante anti-acne R$ 12,00

3. Aplicar um filtro solar! Não é opcional, quem tem a pele ORPT, especialmente os fototipos mais escuros, acaba “esquecendo” essa etapa, mais ainda quem tem a pele oleosa e acredita que o filtro solar aumenta o problema. Não pode! O filtro solar é o melhor produto para prevenir as manchas e o câncer de pele.

Minesol Actif gel creme FPS 30 R$ 59,29

Sundown Beauty para pele olesoas R$ 24,61

Anthelios Hélioblock Fluide Extrême FPS30 – La Roche-Posay R$ 54,70

4. Aplicar um pó com FPS para absorção de oleosidade (esse é opcional, mas é importante dizer que a maquiagem com FPS NÃO substitui o filtro, já que a maquiagem a gente passa uma camada mais fina. Assim ela é complemento e não substituto).

Dermage block compac FPS 25 R$ 99,90

De Noite:

orpt-noite

 

1. Lavar com o mesmo sabonete da manhã

2. Aplicar um clareador nas manchas

Klassis R$ 95,70
Melanesse H R$ 175,25
CLARITÉ LOÇÃO CLAREADORA DERMAGE R$ 49,90
Clariderm 2% Gel 30g R$ 37,03
Tri luma creme 30 g (sob prescrição médica) R$ 118,52
Glyquim XM (sob prescrição médica) R$ 42,13
Vitacid Plus (sob prescrição médica) R$ 51,54

3. Aplicar um produto contendo retinol (eles aumentam a renovação celular e previnem manchas escuras, assim são interessantes mesmo que você não tenha rugas).

Retinol Vitamina A+C+E Triple Action – RoC R$ 97,90

Healthy Skin Anti-Rugas Noturno – Neutrogena  R$ 44,70

4. Para quem tem linhas finas ao redor dos olhos é interessante aplicar um hidratante com ingredientes antioxidantes nessa região.

Active C Yeux La Roche Possay R$ 110,70
Improve dermage R$ 72,00
Liftactiv Pro Yeux R$ 110,14

Quem tem a pele resistente se beneficia da esfoliação e dos peelings caseiros. Aqui nesse post tem uma dicas de peelings que podem ser feitos em casa e que embora sejam mais fracos que os aplicados em consultório podem trazer alguns benefícios especialmente para quem tem a pele ORPT já que eles ajudam a penetração dos outros produtos que estão sendo usados. A esfoliação na pele resistente pode ser feita com uma periodicidade maior do que em quem tem pele sensível, ou seja, pode chegar a duas ou três vezes por semana.

Quer ver as rotinas sugeridas para os outros tipos de pele? Só entra na página de Rotinas de Cuidados.

Read Full Post »