Feeds:
Posts
Comentários

Archive for agosto \29\-03:00 2010

Minha mãe é uma mulher linda.  Mas como a maioria das mulheres vive insatisfeita com o seu corpo. Ela quer emagrecer e vive me perguntando se é verdade que isso ou aquilo ajuda a perder peso. O novo culpado para ela é o metabolismo. Então agora anda atrás de tudo que possa acelerar o metabolismo.

Ela faz pilates, caminhadas e tem uma dieta bem saudável. Seu maior pecado, se é que se pode chamar de pecado, é o consumo de vinho tinto. Está longe de ser gorda. E talvez o maior problema não seja a largura do seu quadril mas a dificuldade de aceitar que o seu biotipo não é super magro. Nem o meu 😉

Gente, cada mulher tem que aceitar a sua beleza do jeito que ela é! Claro que eu não sou contra a gente querer melhorar, perder uns quilinhos, tirar umas manchas, deixar a pele mais lisa, etc e tals. Mas mais importante do que isso é a pessoa se gostar! Coxas roliças podem ser charmosas dependendo da autoconfiança da dona.

Quem se gosta vive bem, de maneira saudável e se permite! Comer um pedação de bolo de chocolate, exagerar uma vez ou outra no sorvete ou colocar o pé na jaca num churrasco faz parte da vida boa e feliz que queremos ter.

Ficar lutando para atingir um ideal de beleza inatingível trás traz frustrações e não deixa ninguém bonita.

Bom final de domingo para todos!

Mais pensamentos de beleza de domingo aqui do Bulle

Read Full Post »

creme-rosto.jpg (557×170)

Esse post foi sugestão de uma leitora querida desde o início do blog (que agora tem sua própria casa virtual sobre o mundo das lingeries que vale a visita). Ela quer saber se é mito ou verdade que com o tempo a pele vai se acostumando e com o tempo os nossos amados produtinhos de beleza deixam de fazer efeito.

Eu pesquisei sobre o assunto em diversos lugares que divulgam artigos científicos, já que a idéia do blog é trazer sempre informações embasadas, mas não encontrei nenhum estudo que de fato fosse acompanhando a variação do efeito dos medicamentos tópicos ao longo do tempo. Então o post é baseado mais na lógica mesmo, ok?

Vários medicamentos, entre os mais conhecidos estão os psicotrópicos, tem uma característica de desenvolvererem tolerância. Tolerância em termos médicos significa que para obter o mesmo efeito do início eu tenho que ir gradativamente aumentando a dose do remédio se não ele fica sem efeito. É como se o corpo se acostumasse mesmo com o remédio.

Na pele isso pode até acontecer, mas de uma maneira diferente. Por exemplo quando se começa um tratamento com ácido retinóico no início a pele sente mais. Fica vermelha, descasca etc e tals, mas com o passar do tempo vai tolerando melhor o produto. Por isso muitas vezes os médicos começam o tratamento com concentrações menores, ou pedem para o paciente usar o produto primeiro em dias alternados, até que a pele “se acostume”. Isso pode até ser considerado positivo, mas por outro lado torna necessário o acompanhamento médico mais de perto. Não basta uma consulta com o dermatologista para garantir uma rotina adequada para o resto da vida. A sua pele vai mudando e as necessidades dela também.

No caso de produtos como hidratantes e outros antienvelhecimento o que acontece  não é a pele que se  acostuma, é  nós que queremos sempre mais mudanças para melhor. No início a gente sente “aquele” efeito já que a pele estava muito carente de cuidados. Ocorre que mesmo com os produtos a pele continua envelhecendo e parece que o produtos não estão funcionando mais. Nesse caso se a pessoa deixa usar os cremes vai perceber que os produtos estavam sim cumprindo o seu trabalho. Mesmo assim, como os hidratantes tem função mais ou menos semelhante não é uma má idéia trocar de marca por um tempo se achar que a eficácia diminuiu. Funciona mais o menos igual ao que ocorre com os shampoos e condicionadores, é bom variar de vez enquando.

Outro fator importante e que de fato diminui a eficácia dos produtos com o tempo é como eles são conservados. Isso porque a luz, a umidade, e a contaminação por bactérias pode sim diminuir o efeito esperado e até causar danos na pele. Produtos antiacne, por exemplo, quando contaminados por bactérias podem estupir os poros, e assim causar o problema que estamos querendo tratar com o produto.

Por isso é superimportante tomar cuidados de higiene para evitar que os produtos se contaminem e percam as suas características originais. Para tanto algumas dicas básicas.

1. Mantenha os produtos longe da luz, do calor intenso e da umidade. Não precisa titia Renata falar que o banheiro não é o local ideal para eles, certo?

2. Deixe sempre tudo bem fechadinho com tampa.

3. Evite enfiar o dedão dentro dos potes. As espátulas servem para isso. Se o produto não vier com espátula um algodão ou um cotonete pode fazer bem a função.

Combinado?

creme-rosto.jpg (557×170)

Mais aqui no bulle

Como tirar o máximo proveito dos seus produtos de beleza.

Dicas para manter os seus produtos de beleza mais frescos

Como saber a validade dos produtos de beleza?

Como saber a validade dos produtos de beleza (parte II)?

Como passar cremes noturno. Em vídeo!

Read Full Post »

Não é de hoje que eu falo aqui no Blog que o cuidado com a alimentação é um dos principais fatores para ter uma pele bonita. O famoso “viço” da pele depende não só dos cuidados que a gente toma diretamente com ela, mas também da quantidade de vitaminas, minerais e água que ingerimos (sem falar, é claro no nosso estado de espírito).

Seguindo nessa linha estão várias empresas estão lançando os chamados “beauty drinks”, que são bebidas (em geral de baixas calorias) que prometem melhorar a aparência da pele.  Será que elas valem a pena?

Antes de responder a pergunta vamos falar de quais são os nutrientes que devemos procurar no rótulo desses produtos:

Biotina (vitamina B7): Melhora a firmeza da pele e das unhas. Consumo diário recomendado: 2.5mg por dia.

Coenzima Q10: Tem função anti-inflamatória. Consumo diário recomendado:  200mg por dia.

Glucosamina. Estimula a produção de ácido hialurônico melhorando a elasticidade da pele. Consumo diário recomendado: 1500mg.

Licopeno. Atua como antioxidante. Presente no tomate e algumas outras frutas. Uma macarronada ou uma salada caprese são suficientes.

Omega 3. Pelo seu poder anti-inflamatório, diminui a irritação e a vermelhidão da pele. Também atua na hidratação da pele e nos efeitos do sol no envelhecimento da pele. O consumo recomendado é 1.000mg por dia.

Polypodium leucotomos, presente no suplemento oral da Heliocare (não vende no Brasil) atua de forma comprovada nos efeitos do sol na pele. É caro, mas vale a pena colocar na sua lista de compras quando for viajar. Nos EUA custa em torno de US$ 35 o frasco com 60 cápsulas.

Selênio. Também tem efeito anti-inflamatório a antioxidante. 55 microgramas por dia são suficientes. Tomar a mais pode ser prejudicial.

Vitamina A. Bom para quem tem a pele oleosa e com tendência a acne. Presente em vegetais escuros, cenoura, manga. O excesso também pode ser prejudicial.

Vitamina C. Um dos antioxidantes mais conhecidos. As fórmulas para passar na pele são caras e instáveis, mas o consumo oral é barato e não tem problema se tomar demais, a não ser que pode eventualmente irritar o estômago.

Vitamina D. Essa é a vitamina polêmica porque o nosso corpor só consegue sintetizar natualmente através da exposição solar. Mas apenas poucos minutos de sol por dia (o que qualquer brasileiro não consegue evitar) são suficientes para a vitamina D que precisamos. Ela atua em vários sistemas do ósseo ao imunológico e também funciona como antioxidante retardando o envelhecimento. Se você foge do sol como o diabo da cruz suplementos com 1000IU de vitamina D são uma opção.

Vitamina E. Também é um antioxidante semelhante a vitamina C. Porém ao contrário dela, em excesso pode ser prejudicial. As formulações devem ser em cápsulas de gel. Cerca de 400 IU por dia são suficientes. Deve-se suspeonder seu uso perto de procedimentos já que ela aumenta o risco de formação de equimoses (manchas roxas).

São lindos, gostosos e caros. Valem mais pelo charme do que pelo efeito na pele.

Mas afinal vale a pena consumir as bebidas ou os suplementos de beleza. Bom, vamos as considerações:

1. Eles são gostosos, mas são caros. Um vidro do beauty drink custa R$ 7,00.

2. Nenhum regime de tratamento para a pele funciona se feito eventualmente, tem que ser persistente.

3. Os complexos vitaminicos como Centrus, ou mesmo o Dermavite, que é específico para a pele  contém as quantidades recomendadas dos principais suplementos que tem ação na pele. Em geral, por um preço bem menor.

Enfim, não faz mal. Claro que vale a pena para a saúde e para a beleza substituir o refrigerante por esses drinks. Mas um suco natural provavelmente teria o mesmo efeito.

O líquido mais importante para a sua pele continua sendo a água. Especialmente nesse clima super seco que anda fazendo. Use a abuse dela. Tenha uma alimentação saudável e balanceada (se não for possível considere um suplemento vitamínico). O resto é charme.

Beijos

Renata

Mais informações (em inglês) no site da Skin type solution.

Mais aqui no Bulle

Molho da Nona é uma beleza!

Um brinde à beleza porque hoje é sexta-feira!

Chá verde para ficar mais bonita

Beleza que vem da mesa

Gelatina deixa a gente mais bonita?

Alimentação para pele seca!

Alimentação para o seu tipo de pele!

Read Full Post »

Não é a primeira vez que eu escrevo sobre esse assunto aqui. Há mais ou menos dois anos, no comecinho do Blog, a preocupação era a mesma. Lembra desse post aqui? A gente fala bastante de cuidados com a beleza, com a pele, com a nossa vaidade mas não podemos esquecer de cuidar da nossa casa, que é o nosso planeta!

Quem gosta do assunto não pode perder o site e o blog do meu paizão. Ele conhece o nosso Brasil como ninguém e dá muitas dicas de atitudes, passeios, notícias e reflexões para todo mundo ajudar a cuidar do planeta.

Tem um post especial lá, que nos interessa, sobre cuidados com a pele para o verão. Vale a pena, tem até uma receita de máscara para ser feita em casa.

Uma outra blogueira americana, que como eu estuda medicina, escreveu um post super legal mostrando como o meio ambiente afeta a nossa pele.

Muita gente pede aqui no Blog para que eu aborde esse assuntos. Vamos todos mundo nos comentários dar idéias uns para os outros de como ter uma beleza sustentável? Podemos falar de embalagens, ingredientes, produtos não testados em animais, e o que mais vocês quiserem. O espaço é de todo mundo!

Bom domingo friozinho para vocês!

Read Full Post »

A história é mais ou menos assim: você trata pontos pretos, espinhas inflamadas e tals, mas por mais que se esforce e a pele melhore sempre acabam sobrando aquelas bolinhas braquinhas, pequenas, que de tão chatas e aparecidas gostam de ficar bem em volta dos olhos! Elas são chamadas de millim ou milia e podem aparecer em qualquer idade e tipo de pele, inclusive em quem tem pele seca.

Essas bolinhas chatas  são comuns até em recém-nascidos, mas por sorte (deles!) acabam desaparecendo com o tempo. Já as milias dos adultos são mais tinhosas e persistentes na pele. Devo confessar que tenho uma que não sai nem com reza brava, virou de estimação, acho que vou até dar um nome pra dita cuja.

Existem na verdade dois tipos de milium, os chamados de primários e os secundários. Os primários são os menorzinhos, contém líquido no interior e se formam quando a pele morta ao invés de se soltar normalmente fica presa na superfície da pele. Já os secundárias são maiores, e se formam após alguma lesão que obstrue os ductos principais da pele.

As bolinhas em geral tem de 1 a 2mm, não doem, nem coçam, e se não fosse feiozas a gente nem lembraria que elas existem. Como como lembramos sempre é bom tentar evitar né?

Quem usa loções com corticóide ou tomou muito sol (sempre ele!) tem mais risco de desenvolver milia. Machucados na pele, peelings mal feitos, espinhas espremidas, etc também são terreno fértil para as tais bolinhas.

O que você pode fazer se elas tem incomodam?

1. Procure um médico dermatologista e fale com ele sobre esse problema. Dependendo do tamanho e da quantidade o tratamento pode mudar. Em geral se foram poucas o médico faz uma pequena incisão e retira a milia (que é na verdade um pequeno cisto), pela raiz. Normalmente não é necessário anestesiar a pele. Tem que ser feito por alguém que tenha experiência e que retire a capsula do milium. Se forem várias pequeneninas, os peelings seriados com ácidos podem ser uma opção melhor. Alguns estudos mais recentem estão testando laser e Co2 para as bolinhas mais teimosas

2. Não tente espremer as fofas. Elas se rebelam, podem infeccionar a pele e . assim um probleminha se transforma em um problemão. Além do que elas são menos superficiais do que parecem e uma bolinha pode se tranformar num buraco. Não queremos isso, certo?

3. Tratamentos com ácidos em casa, como retinóico, adapaleno, etc, também podem ser úteis mas como são medicamentos também precisam ser prescritos.

4. Alguns tratamentos com antibióticos como a Minociclina podem reduzir a inflamação da pele e o aparecimento de milias. A indicação depende de cada caso.

5. Esfoliar a pele uma vez por semana também pode ajudar e evitar o surgimento de novas bolinhas.

6. Evite sol. Evite sol. Evite sol.

Beijos

Renata

Você também pode gostar de:

Porque temos pele de morango quando queríamos ter pele de pêssego, ou, o que fazer para fechar os poros?
A Rosa brigou com o cravo: mega post de segunda-feira com tudo o que pode ser feito para detonar os pontos pretos!

Read Full Post »