Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Cremes’

A cada dia que passa a indústria de cosméticos diminui a faixa de idade para quem são oferecidos produtos contra rugas. Antes que lancem uma linha infantil de cremes contra rugas é importante a gente esclarecer alguns pontos.

O primeiro ponto é que até bebês podem ter as chamadas “rugas de expresão”! Por isso,  quando a gente sorri ou faz careta algumas dobrinhas podem surgir em maior ou menor grau (dependendo da pessoa) tanto na testa quanto nos cantos dos olhos sem que isso seja um sinal de envelhecimento.

Depois é preciso lembrar que a pele jovem, tem características que a diferenciam da pele mais amadurecida e que alguns cremes anti-idade podem piorar problemas comuns da juventude como acne, olesidade, poros abertos, etc.

Em geral a pele ao redor dos olhos, por ser mais fina e sensível é a primeira a dar sinal de envelhecimento, em geral depois dos 30 anos de idade. Por esse motivo uma boa estratégia é começar a usar cremes anti-idade por essa região, que em geral também é mais seca e portanto menos propensa à acne.

Mas isso quer dizer que quem é jovem não precisa se preocupar com as rugas? Longe disso. Como diz o ditado a gente colhe o que a gente planta e a melhor maneira de tratar as rugas da idade madura é através da prevenção na idade jovem. Mas essa prevenção não é feita com cremes anti-idade e sim com alguns cuidados básicos. Entre eles os mais importantes são:

1. Em primeiro, segundo e terceiro lugar: Proteção solar. O sol é o maior responsável pelo envelhecimento da pele, bem como pelas manchas. Portanto quem quer manter a aparência jovem deve usar todas as armas para evitar a exposição solar: filtros, roupas, chapéus, óculos escuros, cápsulas, etc. Desde a infância.

2. Não fumar. O cigarro libera radicais livres, diminue a oxigenação da pele, altera a coloração, deixa os dentes escuros e basta ir até o espelho e fazer um biquinho de tragar cigarro que você verá as ruguinhas em volta da boca que denunciam a idade de quem fumou. Então se não é pelo seu pulmão (que enquanto está funcionando a gente não lembra que ele existe) que seja pela pele: você deve parar de fumar!

3. Boa alimentação. Já falamos aqui no blog de inúmeros ingredientes que tem poder anti-oxidante e que protegem a pele contra o envelhecimento. Existem também alimentos que melhoram a resistência da pele contra a exposição solar. Além disso os carbohidratos em excesso acaba estimulando as glândulas sebáceas, piorando os quadros de acne. Portanto não se esqueça do slogan que diz “você é o que você come” e restrinja o junkie food.

4. Exercício físico. A atividade física melhora a aparência da pele principalmente do corpo, evitando celulite e flacidez. Além disso o bom condicionamento melhorar a oxigenção de toda a pele, prolongando o viço da juventude por mais tempo.

5. Durma bem! (ok vou pular essa parte antes que eu entre em depressão…rsrsrs)

Em tempo alguém sabe como a gente escreve anti-envrelhecimento, anti-idade e anti-rugas com as regras novas??!!? Please!

Mais sobre os cuidados básicos aqui no Bulle de Beauté:

A Bela adormecida
O Bulle de beauté adverte: fumar faz mal à beleza

Prepara-se para o verão parte IV: Delícias que bronzeiam!

Beleza que vem da mesa

Alimentação para o seu tipo de pele!

Alimentação para pele seca!

Read Full Post »

Um dos comentários que vivem aparecendo aqui no blog é o seguinte: “eu gostaria tanto de resolver o meu problema de oleosidade na pele pois quero tanto usar os cremes para a minha idade e não posso”. Mas será que existem cremes específicos para determinadas idades?

Na verdade essa classificação da pele de acordo com a idade não existe na medicina, ela foi criada pela indústria de cosméticos para segmentar o mercado e vender mais. Muita gente achapode não achar que precisa de um hidratante, mas se está na faixa dos 30 se convence que tem necessidade de um creme para quem tem 30, o mesmo ocorre para quem tem 40, 50 anos e assim por diante.

Esses cremes para cada idade foram desenvolvidos para atuar nos tipo de pele que são mais freqüentes nessas idades. Então conforme a pessoa envelhece a tendência é que a pele fique mais seca, os cremes vão aumentando a função de hidratação conforme aumenta a idade para a qual são indicados. Mas se a pessoa tem 50 anos e uma pele oleosa ela não vai se beneficiar dos produtos para pele ressecada, lógico.

Quando falamos em cremes antiidade podemos dividí-los em 2 tipos: os que atuam na prevenção e os que atuam no tratamento do envelhecimento da pele.

O melhor produto para prevenir o envelhecimento da pele é o filtro solar. Ele deve ser usado por todas as pessoas de todas as idades independente do tipo de pele. Claro que quem tem a pele oleosa deve procurar produtos sem óleo e com efeito matificante da mesma maneira, quem tem a pele seca deve procurar filtro solares com poder hidratante. Além dos filtro solares também atuam na prevenção do envelhecimento os ingredientes antioxidantes como por exemplo vitamina C.

O DMAE também atuaria na prevenção do envelhecimento mas seu efeito é menos comprovado cientificamente. O retinol é um derivado da vitamina A bem menos ativo do que o ácido retinóico e que pode ser usado em cosméticos (o ácido retinóico só deve ser usado com receita médica) e que também pode funcionar na prevenção do envelhecimento.

Entre os cremes que têm como objetivo melhorar o aspecto da pele mais envelhecida também  existem basicamente dois tipos:os de efeito os momentâneo também chamados de cremes com “efeito cinderela” e os duradouros. Entre os duradouros os retinóides são os ingredientes que comprovadamente estimulam a renovação celular e melhoram o aspecto da pele. Os alfa-hidroxiácidos como o ácido glicólico e o láctico também atuam nesse sentido mas são menos potentes. Para quem está na menopausa os cremes a base de estriol (um hormônio) também podem trazer benefícios nas áreas que na exposição ao sol não foi a principal responsável pelo envelhecimento da pele. Entre os de efeito cinderela existem uma série de ingredientes que tensionam a pele, mas não fazem muita diferença se comparados a um hidratante comum (e baraténho)!.

Quem tem a pele oleosa não precisa ficar com medo de estar perdendo tempo deixando de tratar os efeitos do envelhecimento. Na verdade muita gente que por conta da oleosidade e da acne usou ácido retinóico na juventude ganhou de brinde o seu efeito de prevenção das rugas.

Outra coisa importante é que consultando um dermatologista ele pode prescrever produtos com ingredientes antioxidantes adequados para a sua pele. Em geral os produtos em serum ou em gel são os mais adequados para quem tem a pele oleosa enquanto os cremes funcionam melhor em peles secas. Ou seja, basta ajustar o veículo com o qual os cremes são formulados.

Então concluindo é assim: você deve tratar os problemas da sua pele e prevenir o envelhecimento que virá para todas, mas não precisa ficar chateada se o creme para quem tem 30, 40, ou 50 anos não é bom para a sua pele. Você pode conseguir os mesmos ingredientes de outras maneiras afinal creme não tem idade né?

Mais sobre tratamentos contra o envelhecimento aqui no Bulle de Beauté

10 maneiras de prevenir e tratar os pés de galinha

O pescoço não mente jamais!
Ginástica facial funciona?
Como funciona o Botox e o que ele pode (e o que ele não pode) fazer pela sua beleza?
Flacidez: como lidar com o efeito gelatina?
Existem cremes melhores do que o Botox?
Pílulas da Beleza

Read Full Post »