Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘Proteção ao sol’ Category

Oi pessoal tudo tranquilo?

Desculpem o sumiço mas a minha vida mudou completamente desde o último post, então tenho várias novidades para compartilhar. A primeira é que me mudei com a família toda para San Francisco, nos EUA. Meu marido foi transferido para o Youtube daqui e viemos todos. Eu agora estou estudando para validar o meu diploma de médica para poder fazer a residência aqui e paralelamente fui aceita para uma pós graduação em Medicina Estética, onde poderei aprender muitas coisas novas para contar para vocês.

E para o post de estréia aqui na terra do tio San vou falar de um assunto quente por aqui: a mudança nas regras das embalagens para os filtro solares. Na semana passada o FDA mudou as regras aqui e as empresas terão que se adaptar até o meio do ano que vem.

A principal mudança é em relação a proteção contra raios UVA e UVB. Como já falamos aqui no blog o padrão FPS se refere apenas a proteção contra raios UVB que é o responsável pelas queimaduras de Sol, mas tem menos importâncio do que a radiação UVA no envelhecimento precoce da pele. Então a partir de agora os filtro solares terão que oferecer proteção UVA proporcional a proteção UVB para assim poderem ser chamados de “Broad Spectrum” ou amplo espectro.

Os que não oferecerem essa proteção proporcional terão que trazer um alerta na embalagem dizendo que aquele produto protege contra queimaduras de Sol mas não contra câncer de pele ou envelhecimento da pele. O mesmo vale para os que tiverem FPS abaixo de 15.

Outra mudança importante é que os filtros não poderão colocar mais FPS acima de 50 na embalagem, o máximo será FPS 50+ isso porque não os dados das pesquisas até agora não demostraram qualquer benefício adicional para proteção solar acima desse valor.

Também mudam as regras para produtos a prova de água. O termo “water proof” não pode mais ser usado e deve ser substituído por “water resistant” e devem explicar na embalagem por quanto tempo o produto resiste a banhos de piscina ou mar e ao suor. O termo “sun block” ou bloqueador solar também não pode mais ser usado.

São mudanças importantes que esclarecem algumas confusões que estavam na cabeça de nós consumidores. Não sei se vão chegar ao Brasil mas achei interessante pra gente ficar mais esperto na hora de comprar protetor solar em qualquer lugar.

Modelo de Embalagem com as novas regras Broad Spectrum indica proteção UVA e UVB proporcional e descreve resistência a 40 minutos na água.

PS: Agora que estou bem instalada, com computador funcionando e internet banda larga vou tentar recuperar a frequência dos posts. Nesse comecinho vai ser meio complicado porque minhas 3 meninas estão de férias em casa, mas logo logo a vida entre nos eixos e eu terei mais tempo para o blog.

Beijos

Renata

Mais no Bulle

Acima de 30 é tudo a mesma coisa?

Pra fazer todo dia tem que ser gostoso!

Você conhece o índice de ultravioleta?

 

 

 

 

 

 

 

Read Full Post »

Vamos dar uma pausa no papo sobre ingredientes antioxidantes, e vamos falar hoje um pouco do processo de envelhecimento da pele. É super importante entender como a pele envelhece para conseguirmos evitar, ou pelo menos postergar esse envelhecimento e também tratá-lo de maneira correta.

Como tudo no nosso corpo, dá um pouco de aflição pensar assim mas é a realidade, a pele envelhece a cada minuto. Mas o lado positivo é que ela está sempre se renovando. A célula que está nascendo hoje, daqui há c erca de um mês estará descolando. Existem, porém, uma série de fator que podem acelerar esse processo, fazendo com que a nossa pele, e consequentemente a nossa aparência fique mais velha.

Existem dois processos básicos de envelhecimento da pele, o intrínseco e os extrínseco.

O íntrinseco é o que ocorre com a idade e não tem muito como impedir. Simplificando a conversa, a nossa genética contém a informação sobre como e quando a nossa pele vai ficar mais fina, mais seca, mais flácida…ah chega! Apesar da propaganda da indústria cosmética sobre cremes que ativam o DNA e cosméticos que atuam nos genes, a dura realidade é que não tem muito o que a gente possa fazer contra o envelhecimento intrínseco, a não ser uma cirurgia plástica.

Já o envelhecimento extrínseco não depende da sorte de ter nascido com uma genética favorável. Ele depende do seu estilo de vida. Vários pecados que a gente comete ao longo da vida podem ir acelerando esse envelhecimento extrínseco e é aí que devemos apostar as nossas fichas para desacelerar o relógio.

Entre os fatores extrínsecos mais importantes está a exposição a raios ultravioletas (que a gente fala sempre sempre aqui no blog, no twitter e na vida), sua rotina de cuidados com a pele, níveis de stress e felicidade (fatores muito importantes esses), alimentação, hormônios, tabagismo e outras doenças e atividade física.

Então o que a gente pode fazer para desacelerar esse processo?

Serei chata, mas não tem como. O passo mais importante é evitar o sol. Filtro solar, óculos, roupas, chapéus, sombrinhas, quanto maior o arsenal, maior a proteção.

Cuide da sua pele. Se você tem acne, rosácea, ou qualquer tipo de dermatite, procure um médico para cuidar. É a maior bobagem quem fala que a pessoa que tem acne, por ter a pele oleosa vai envelhecer mais devagar. Pelo contrário, a inflamação da pele acelera o processo de envelhecimento. Manter a pele sempre bem cuidada, sem lesões, bem hidratada é fundamental.

Cigarro e poluição também envelhecem. Isso porque eles contém os famosos radicais livres, que “enferrujam” a pele.

O desbalanço hormonal também é um fator de envelhecimento. Hormônios desregulados podem causar acne de um lado ou melasma de outro, dependendo pra que lado a balança estiver caindo. Um bom médico também saberá como detectar e corrigir esses problemas.

A alimentação também é algo muito importante. A maioria das deficiências de vitamina aparecem na pele, que fica mais seca, descamativa, frágil e consequentemente, velha. Por outro lado alguns alimentos como peixes, frutas, verduras, etc contém ativos antioxidantes que desaceleram o processo de envelhecimento. Aposte neles!

E por fim se cuide de uma maneira geral. Cada infecção tipo resfriado mesmo, dá uma acelerada no processo pelo stress que trás ao corpo. Ficar sem dormir idem. E o mais importante de tudo cuide da sua cabeça, arrume um hobby, evite situações desagradáveis. Já está provado que a felicidade deixa a pele mais bonita.

Bom final de semana para todos

Renata

Quem quiser se aprofundar no assunto (final de semana chuvoso a vista) tem um artigo de revisão bem bom e recente (de 2009) em português, explicando como é que ocorre o fotoenvelhecimento da pele e como prevenir.

Read Full Post »

Acompanhar o índice UV nos Estados Unidos foi incorporado ao hábito das pessoas quase como ver a previsão do tempo. Aqui no Brasil ainda ouvimos pouco sobre o assunto, mas é mais um fator para a gente se lembrar na hora de se proteger contra o Sol.

O índice UV mede a quantidade de raios ultravioletas que atingem a nossa pele. Ele é calculado por CEP, e leva em conta a quantidade de nuvens prevista, a camada de ozônio e a altitude do lugar. Assim, quanto menos nuvens, menor a camada de ozônio e mais alto o lugar maior será o índice UV.

Para facilitar, esse índice é dado em forma de nota de 1 a 10, sendo 1 um risco baixo para quem se expõe ao Sol e 10 o risco mais alto.

Tabela de índice UV e o risco para cada tipo de pele.

O indice UV para cada cidade é divulgado diariamente no site inglês weatheronline. No link está a cidade de São Paulo.

Para essa semana que está começando na nossa São Paulo da garoa o índice UV recebe nota 10, ou seja risco máximo todos os dias!! Ou seja, não dá mesmo para esquecer o filtro solar.

Índice UV na cidade de São Paulo nesta semana! 10 todos os dias!

Na inglaterra, onde o índice é mais usado, ele raramente ultrapassa 8, mas a nossa realidade é beeem diferente. Então se queremos manter a nossa pele jovem e minimizar as chances de câncer de pele é imprescidível se proteger todos os dias, mesmo nos nublados.

Isso porque os danos à pele são cumulativos e mesmo se o índice estiver baixo, ainda assim ele nunca é zero, para mostrar que um pouco de efeito sempre há. No nosso país tropical, abençoado por Deus e bonito por natureza então nem se fala!

Em tempo: A tabela que eu coloquei acima é de como o índice foi criado e como ainda é divulgado nos países mais frios. Porém, a tabela teve que ser estendida já que não demonstrava a realidade dos lugares mais ensolarados. Então o foi criada a categoria risco extremo (acima de 11). O índice mais alto já registrado foi de 17, na Australia…praticamente uma churrasqueira 😉 Beijos!

Em tempo 2: O site do uol, conforme indicaram nos comentários, também divulga o índice de UV para várias cidades brasileiras. O de São Paulo está no link, fica no finalzinho da página.

Read Full Post »

Essa é a pergunta que mais ouvi nos últimos dias tanto nos comentários aqui no blog quanto na vida real. Tudo por causa do bafão da matéria publicada em diversos jornais e sites (quem não está por dentro clica aqui) sobre um estudo que compara a eficácia de diversos produtos no mercado e além de reprovar 8 entre os 10 analisados ainda pede a exclusão de um dos componentes do filtro o Benzophenone 3 também chamado de Oxybenzone. Mas o que será que á de verdade e mito no teste publicado?

Bom, primeiro tenho que dizer que obviamente não acompanhei o teste e não sei que metodologia foi utilizada. Mesmo que soubesse confesso que não sou uma especialista em química e farmácia para saber se foi tudo feito corretamente ou não, o que posso afirmar é que esse tipo de teste não tem respaldo científico. Mas tem sim algumas coisas corretas na matéria divulgada:

1. Realmente nenhum filtro solar faz milagre e nesse solão de meu deus que tem feito ele sozinho não dá conta do recado. Tem que se proteger com chapéu, roupa, barraca, óculos escuros e o que estiver pela frente. Nenhum protetor solar do universo segura sozinho um sol de 40 graus (como a que estava nesse teste publicado nos jornais).

2. Tem que reaplicar! Especialmente quem estiver na praia exposto ao mar, areia e suor. Não tem resistência a água que dê conta disso. Aliás nos Estados Unidos o FDA mudou as regras para embalagem agora não pode mais escrever  “a prova d’agua” .

3. Quanto mais oleoso o filtro solar mais estável ele acaba sendo até porque a evaporação é mais lenta. Mas se a sua pele já é mega oleosa você não precisa desse extra do filtro solar, qualquer produto, mesmo mais sequinho, aplicadp numa pele mais oleosa tende a durar mais, sacaram?

E sobre o Benzophenone 3? É mesmo cancerígeno? Bom…viver no mundo de hoje é altamente cancerígeno! Tanto é que o número de mortes por câncer no mundo já ultrapassa o número de mortes por doenças cardiovasculares até então na primeira posição. Alguns tipo de câncer como os linfomas tem crescido num percentual bem maior do que o crescimento da população e ainda não se sabe ao certo o porquê disso estar ocorrendo. Mas é muito provável que tenha a ver com a poluição, alimentação e estilo de vida que levamos hoje em dia. O Benzophenone 3 seria um desses estímulos. O que se sabe é que esse ativo poderia agir como uma espécie de hormônio, como o estrógeno, tendo assim uma chance de estimular o aparecimento de câncer.

Pelo que eu li, em adultos, o pequeno percentual de Benzophenone 3 que eventualmente é absorvido na pele acaba sendo eliminado pela urina, sem falar que seria uma quantidade de pseudo-hormônio baixíssima se compararmos, por exemplo, as pílulas anticoncepcionais. Assim, não há dúvida de que os raios solares tem um potencial cancerígeno infinitamente maior do que qualquer protetor solar. Esse ativo, porém, além do suposto potencial cancerígeno, dependendo da composição do filtro solar, pode levar também a liberação de radicais livres e facilitar exatamente o envelhecimento da pele.  Sem dúvida o sol envelhece mais do que o Benzophenone 3, mas por esse motivo em alguns países é obrigatório a descrição de “contém Benzophenone 3” na embalagem.

Na minha opinião, não é a presença ou a ausência dessa substância (que é bastante efetiva na proteção contra radiação UVA) que faz de um filtro solar bom ou ruim, e sim, como você sente a sua pele depois de passar, afinal, como eu já falei é a sensação na pele que vai convencer a gente a usar todos os dias, né! De qualquer forma é bom evitar o ativo em filtro solar para crianças, já que elas tem menos capacidade do que os adultos de eliminar o Benzophenone 3 no xixi.

Enfim, escolha o seu filtro solar e seja feliz com ele, afinal uma coisa é certa, sem filtro solar o seu risco de envelhecer mais rápido ou de desenvolver câncer é bem maior do que usando qualquer um deles. Mas confie desconfiando e redobre a proteção especialmente no colorzão!

Beijão

PS: Desculpe a demora em escrever esse post, mas achei que era melhor pesquisar um pouco antes de dar a minha opinião, e quando fui dar meu computador travou e só voltou a funcionar hoje! Ah sim, fotinhos ainda vou ficar devendo.

Read Full Post »

A ceratose actínica é uma doença de pele causada pela exposição ao Sol ao longo de anos.  Elas são aquelas manchas, às vezes crostosas, normalmente em diversos tons de marrom ou vermelho que aparecem nas áreas mais expostas da pele. Ela pode ser única ou múltiplas, cobrindo grandes áreas do corpo.

É uma doença que é mais comum em quem já passou dos 40 (os homens tendem a ser um pouco mais afetados que as mulheres), tomou bastante sol durante a vida e também em quem tem a imunidade mais baixa (pessoas com HIV, transplantados, etc desenvolvem mais a doença).Fumantes também costumam ser mais prejudicados. Ou seja, é uma doença causada pelos vilões de sempre da pele.

Nem só quem tem cabelos brancos pode desenvolver ceratose actinica.

O grande problema da Ceratose Actínica é que ela é considerada uma lesão pré-carcerígena, já que os carcinomas espinocelular da pele muitas vezes se desenvolvem a partir da ceratose.

Além de poder se transformar em câncer a ceratose actínica é uma grande dedo dura da idade. Outro dia eu vi uma entrevista com uma dermatologista que citava um estudo que comprovava que as pessoas com manchas escuras na pele eram consideradas 10 anos mais velhas do que as sem mancha quando avaliadas por desconhecidos!

A ceratose actínica é uma doença que precisa ser tratada por um dermatologista mas às vezes é difícil para quem não conhece bem diferenciá-la de outras manchinhas na pele mais inofensivas.Por esse motivo, é sempre legal procurar um médico se aparecerem manchas doloridas, que coçam, que sangram,que descamam ou que comecem a crescer mudar de cor ou de espessura.

O médico pode diagnosticar a ceratose actínica só de olhar, ou se tiver dúvida pode pedir uma biópsia da pele para verificar a lesão no micorscópio e ter mais certeza.

Como é impossível saber qual ceratose actnínica irá desenvolver um câncer e qual não vai é importante tratar todas as lesões. E para isso existem diversas opções:

1. Crioterapia. Um jato de nitrogênio bem frio e jogado por alguns segundos em cima da lesão, provocando uma espécie de queimadura. Não precisa dar ponto e pode ser feita em consultório. Normalmente fica uma cicatriz no lugar da lesão.

2. Cremes. Os cremes tópicos a base de quimioterápicos como o Efurix (fluoracil) ou os que alteram o sistema imune como o Imiquimod podem ser usado no tratamento da ceratose actínica. Leva mais tempo mas o resultado estético costuma ser melhor especialmente se a quantidade de lesões for grande.

3. Peeling Químico. Os peelings profundo as base de ácido tricloroacético são uma outra opção de tratamente que costumam dar bom resultado estético. Mas é difícil controlar a profundidade do tratamento o que pode acabar também deixando alguma cicatriz.

4. Curetagem. Nesse procedimento o médico tira as lesões comuma cureta (que é uma espécie de “colherzinha” afiada). Na sequencia ele pode usar uma eletrocoagulação se estiver sangrando.

5.Laser. Apesar da aura de modernidade o tratamento da ceratose actínica com laser pode ser bastante dolorido (em geral é utilizada anestesia local) e também não está isento de manchas descoloridas e cicatrizes após o tratamento.

6. Dermoabrasão. É uma espécie de lixa mecânica na pele.Também pode ser bastante dolorido e reuqer o uso de anestéticos, mas é outra opção que pode ser usada em áreas mais extesnas.

Mais legal do que tratar (que é demorado, caro e dolorido) é prevenir a ceratose actínica.  Como? É aquilo que a maioria já sabe…

1.Limite ao máximo seu tempo de exposição ao sol, especialmente naqueles horários mais infernais.

2. Use protetor solar DIARIAMENTE em todo o corpo exposto e não só no rosto.

3. Cubra-se: chapéu, óculos  escuros, barracas!

4. Evite câmeras de bronzeamento (até porque elas andam proibidas agora).

5. Visite um médico regularmente (mesmo que não seja um dermatologista,pode ser o seu ginecologista mesmo) e fale para ele se existem lesões de pele novas o que estão mudando de característica.

E se nada te convenceu da próxima vez que encontrar uma pessoa mais idosa, compare a pele do braço com a pele da barriga dessa pessoa, se ela for mais braquinha então, o resultado da exposição ao sol é impressionante!

Se cuidem!

Beijos

Mais no bulle

O que existe para clarear a pele?

Auto-exame da pele

Quimioterapia contra rugas?

Read Full Post »

O ácido hialurônico parace ser o ingrediente da vez da indústria de dermocosméticos. A Avon lançou o seu derma full x3 (parece até nome de carro importado, hehe) e agora é a vez do aguardado Anthelios AE da La Roche, que tem também FPS 30 e vitamina E na composição. Essas marcas não são as únicas, Nivea, L´Oreal e Eurecin também tem produtos que levam o ingrediente como mostra o ótimo post da Strawberry & Peach.

O ácido hialurônico é um dos componentes da matriz extracelular da pele, ou seja, faz parte dos ingredientes que ficam entre as células da pele e que ajudam a mantê-la firme, de forma semelhante ao colágeno. Ele também é um dos ingredientes utilizados pelos dermatologistas nos procedimentos de preenchimento facial, quando ele é injetado na pele com o objetivo de cobrir falhas, aumentar lábios e bochechas, entre outras aplicações.

Produtos com ácido hialurônico são a aposta da indústria contra as rugas.

Aplicado diretamente na pele, como cosmético, o ácido hialurônico é um ótimo hidratante. Ele consegue absorver cerca de 1.000 vezes o seu peso em água. Também existem estudos (a maioria em ratos) de que aplicado na pele o ácido hialurônico melhora e acelera a cicatrização especialmente em queimaduras.

Apesar de ser um ótimo hidratantes e provavelmente melhorar a cicatrização da pele, o ácido hialurônico, como qualquer outro cosmético, não ultrapassa a epiderme (a camada mais superfcial da pele), também não altera a estrutura ou a função (pois nesse caso teria que ser vendido sob prescrição médica). Portanto nem de leonge pode ser comparado aos tratamentos injetáveis feito pelos dermatologistas. É, enfim, um produto de prevenção e não de tratamento das rugas.

Mas e aí, vale quanto pesa? Eu acho que o produto da La Roche até compensa. Aqui no Brasil tá saindo por R$ 57,90 nas lojas online. É um preço compatível com os outros filtro solares da marca e de fato quem usá-lo economiza no hidratante. Um post da editora de beleza da Revista Estilo, a Maria Celilia elogia bastante o produto mesmo para quem tem peles oleosas. Deu até vontade de experimentar 😉 Já o produto da Avon custa R$ 120,00. É meio muito para um produto que nem FPS tem, os produtos da linha Renew para o dia, com FPS 25, saem pela metade do preço e são mais interessantes para quem tem a pele seca.

Então é isso: mal não faz, nem milagre!

Mais aqui no Bulle

Hidratantes: a base para ter uma pele mais macia!

Cosméticos com DNA?

O Rejuvenescimento em Rs

Creminhos anti-idade para iniciantes

Read Full Post »

Pois é amigos! Eu estou passando agora no estágio de endocrinologia. E nesse estágio, onde a gente trata muitos doentes crônicos, com diabetes, hipotiroidismo, obesidade, etc, eu descobri uma realidade importante (que na verdade eu já imaginava mas não pensava que a situação era tão grave): pouquíssima gente faz alguma coisa todo o dia só pra ser saudável. Se fazer  for ruim, não der prazer, a gente se autoengana e acaba deixando de lado as  “recomendações médicas”.

É assim com paciente que precisa tomar insulina, é assim, com paciente que precisa seguir dieta rígida, é assim com quem tem que tomar um simples comprimido pela manhã. A graaaande maioria não é disciplinada, essa é a verdade.

Pra gente querer fazer todo dia tem que ser bom!

E se é assim também  quando a gente fala dos assuntos aqui no blog. Vamos pensar, por exemplo, no filtro solar. Não basta a gente saber (e ler várias vezes) que o filtro solar é o melhor tratamento de beleza que existe, que é a melhor forma de prevenir um monte de doenças de pele, que evista e trata rugas, manchas, etc.

O que acaba acontecendo é que se a gente não sente prazer usando o filtro solar, se não é gostoso, no primeiro dia nublado a gente deixa de usar, no segundo dias mais fresquinho a gente passa metade da quantidade que devia e assim por diante.

Por isso amigos, todo mundo me  pergunta se esse filtro solar é bom, se aquele é eficiente, se maquiagem com FPS funciona mesmo, mas a principal regra é a seguinte: o melhor filtro solar do mundo é aquele que você gosta de usar. Que dá vontade de passar no rosto, seja pela textura, pelo cheiro, pelo acabamento que ele dá na pele, ou mesmo pelo charme da embalagem.

Assim, filtro solar bom é aquele que você usa todo dia! Portanto invista tempo para descobrir o seu queridinho! Algumas farmácias bacanas (como por exemplo as do shopping Iguatemi São Paulo e Campinas) deixam você experimentar os produtos na sua pele. Faça isso quantas vezes for preciso.

Eu tomeria sorvete todo dia, até no invernão!

Se não gostar de nenhum continue procurando, pode ser que você encontre uma base com FPS que seja gostosa, ou mesmo um pó com filtro solar. O importante é ser prazeroso o suficiente para você querer usar todos os dias.

Por que é assim, filtro solar, tem que ser que nem sorvete, pra gente querer sempre mais!

 

Read Full Post »

Older Posts »