Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Avéne’

Que elas são chiquérrimas ninguém discorda! Afinal, carregar dentro da bolsa um spray contendo alguns mililitros de água vindos dos mais belos lugares da Europa confere um ar de nobreza a mais comum das plebéias. A primeira vez que eu vi uma garrafinha delas na farmácia eu não resisti e comprei, mesmo sem saber para que serviam! Foi como um impulso: preciso ter isso!  Mas além do glamour, será que os sprays com água termal trazem algum benefício para quem usa?

beleza e glamour em spray.

Água termal: beleza e glamour em spray.

É considerada água termal um tipo particular de água subterrânea, enriquecida pelos minerais contidos nas rochas e que emergem à superfície sob a forma de fontes com temperaturas que podem variar de 35ºC a 54ºC. As águas termais começam como gotas de chuva absorvidas pelo solo. Depois disso, elas passam décadas embaixo da terra, incorporando minerais na sua composição. Assim, quando volta à superfície ela está recheada de elementos como magnésio, cálcio, ferro e zinco. Como a água não recebe luz, nem entra em contato com o solo nesse seu trajeto, ela é livre de bactérias e outros micro-organismos.

Para garantir essa pureza as empresas responsáveis pela administração das fontes investem bastante na tecnologia de extração da água, que é imediatamente envasada após a coleta na fonte. Aliás, esse é o principal diferencial das águas termais francesas, já que a matéria prima existe em toda a parte do mundo. Aqui no Brasil as águas termais mais conhecidas são as de Caldas Novas, em Goiás.

Os poderes da água termal foram descobertos, casualmente, em 1736. Um cavalo com lesões graves no corpo foi solto na região de Àvene, na França, e encontrado algum tempo depois totalmente curado. Feita a investigação, descobriu-se que ele havia se banhado em um lago próximo da cidade. Após dez anos, estava pronta a estação de Água Termal de Avène. No começo do século XIX, Napoleão durante seu retorno do Egito, construiu um hospital em La Roche-Posay para tratar a pele dos seus soldados. Em 1871, grandes quantidades do líquido foram enviadas a Chicago, nos Estados Unidos, para auxiliar no tratamento das queimaduras mais graves das vítimas de um grande incêndio que ocorreu na cidade americana, naquele ano.

As águas termais passaram então a ser muito utilizadas na Europa, em geral na forma de banhos nos locais onde elas emergem, um tratamento chamado de terapia balneária e que já foi indicado para tratar as mais diversas doenças. Em relação à pele, acredita-se que as águas termais beneficiam desde quem teve queimaduras de Sol até quem tem problemas mais sérios como eczemas, psoríase e rosácea, já que unem uma função cicatrizante à hidratação. Acredita-se também que o uso constante de água termal ajude a manter a elasticidade, flexibilidade e maciez da pele, tendo, portanto ação rejuvenescedora.

Café da manha 5 estrelas para a pele.

Café da manha 5 estrelas para a pele.

Ao repor à pele os minerais que poderiam estar insuficientes, as águas termais não só nutrem e hidratam a pele como ajudam a manter a barreira e sua a função protetora, contra agentes agressores como a poluição. São ótimas então para quem mora nas grandes cidades com São Paulo, especialmente no inverno quando os níveis de umidade do ar caem e os de poluição sobem.

Assim como os vinhos franceses que são muito diferentes entre si dependendo da região onde as uvas foram plantadas, as águas termais também não são todas iguais. A linha da La Roche-Posay, por exemplo, é muito rica em selênio que é considerado um agente anti-inflamatório e antioxidante (combate o envelhecimento), já as fontes da Vichy são ricas em bicarbonato que ajuda a deixar a pele mais macia enquanto a águas termais da Avéne são consideradas as que tem a composição mineral mais balanceada conferindo uma excelente hidratação à pele (ideal para quem vive em clima seco ou passa muito tempo no ar condicionado).

Para a composição de alguns produtos, como gel e creme hidradante, por exemplo, farmácias de manipulação contam com o similar do Physiogenyl, complexo oligomineral composto por sódio, magnésio, zinco e manganês desenvolvido em Campinas e comercializado em todo o País. Não tem o mesmo charme das águas termais originais européias, mas o efeito na pele é semelhante.

O custo dos benefícios e do glamour das águas termais não é, obviamente, semelhante aos da água filtrada, parecem mais com os de bons vinhos franceses. Por 150 ml de água termal, aspirantes a princesas gastam R$ 51,91 (Avéne), R$ 45,78 (La Roche-Posay), R$ 45,09 (Uriage), R$ 45,90 (Vichy). Os preços são da Onofre, consultados dia 11 de agosto.

Pode-se usar a água termal logo de manhã, para “acordar a pele” e ajudar na fixação da maquiagem. Durante o dia o produto pode ser usado sempre que a pessoa sentir a pele ressecada. Na praia também é uma boa alternativa usar o spray antes das reaplicações de filtro solar. E, claro, sempre que a pessoa quiser fazer um charme 😉

Nobreza em spray para levar dentro da bolsa.

Nobreza em spray para levar dentro da bolsa.

Mais sobre água e beleza aqui no blog em Água de beber, camará!

Read Full Post »

Já falei aqui no blog sobre as indicações e o funcionamento do ácido retinóico . Dado o grande interesse do respeitável público em saber mais sobre o assunto (o post de ácido retinóico é o mais visitado do blog – valeu Ciça!) decidi falar então sobre outros ingredientes que são parecidos, mas que tem características diferenciadas, e escolhi o ácido glicólico para começar.O ácido glicólico é um alfa-hidróxi-ácido (ok, o que exatamente isso significa não faz muita diferença). Assim como outros ácidos orgânicos como o lático, tártarico, cítrico e o málico, ele é derivado de alimentos, no caso da cana-de-açúcar. Entre os outros ácidos citados, o glicólico é o que tem a menor estrutura molecular e assim, melhor absorção pela pele.

O ácido glicólico puro tem pH (índice de acidez) próximo a 1,0 (ou seja, ele é muuuito ácido), e por isso tem que ser neutralizado (isto é, diluído) para ser usado dermatologicamente (ou não seria tolerado pela pele).

Vem da cana-de-açúcar um dos ingredientes mais usados pelos dermatologistas.

Vem da cana-de-açúcar um dos ingredientes mais usados pelos dermatologistas.

O ácido glicólico tem o poder de atuar aumentando a estrutura da epiderme (a camada mais externa da pele), da derme, e do colágeno, sendo eficiente para reverter os danos causados pelas cicatrizes da acne, bem como do fotoenvelhecimento cutâneo (melhora da textura e coloração e diminuição das rugas). O ingrediente também tem ação esfoliante, assim, além de estimular as células mais jovens, ele também ajuda a penetração de outros produtos na pele (como a vitamina C , por exemplo). Além do rosto o produto também pode ser usado no corpo para redução das estrias recentes (aquelas vermelhas).

Ao contrário do ácido retinóico, (que é sempre considerado medicamento e toda vez que aparecer na composição de um produto ele passa a ser considerado um medicamento e necessita, portanto, de prescrição médica) o ácido glicólico dependendo da sua concentração pode ser encontrado em cosméticos, em dermocosméticos (com eficácia comprovada através de estudos clínicos) e medicamentos. O ingrediente pode ainda ser usado em procedimentos realizados por médico dermatologistano consultório como peelings superficiais e médios.

Se comparado ao ácido retinóico, o glicólico costuma oferecer menos efeitos colaterais e, em contrapartida, ser menos eficiente. Ele é especialmente indicado para pessoas que tendência à formação de talangeictasias (que são pequenas varizes avermelhadas que aparecem na pele) já que elas aumentam com o uso de ácido retinóico (clique e leia estudo completo sobre o assunto se quiser se aprofundar).

Assim como diversos outros ácidos, inclusive o retinóico, a pessoa que está usando produtos a base de ácido glicólico deve evitar ao máximo a exposição ao Sol e usar sempre protetor solar .

Diacneal da Avéne é um dos dermocosméticos que contém Ácido Glicólico na sua composição.

Diacneal da Avéne é um dos dermocosméticos que contém Ácido Glicólico na sua composição.

Como peeling superficial o ácido glicólico pode ser usado nas concentrações entre 40 e 70%, devendo permanecer na face por cerca de 5 minutos, sendo depois neutralizado. Para um peeling médio ele pode ser usado na mesma concentração por um tempo maior (não passando de 20 minutos), segundo o site da dermatologista Denise Steiner .
No mercado existem diversos produtos contendo o ácido glicólico, além daqueles que podem ser formulados pelos médicos.
O medicamento comercial pronto mais conhecido é o Glyquin XM que contém ácido glicólico a 10% e hidroquinona (um agente clareador) e é especialmente indicado para clareamento de manchas como melasma .

Entre os dermocosméticos é bastante prescrito o Diacneal da Avéne , que contém ácido glicólico a 6% (eu uso é gosto bastante!). Tem também o Dermage Clarité peeling off , entre uma série de produtos que contém o ingrediente na sua composição.

É importante sempre lembrar que apesar de existirem diversos cosméticos e dermocosméticos contendo o ácido glicólico em sua composição o ideal é que esses produtos sejam prescritos por um médico dermatologista (o que é obrigatório no caso dos medicamentos). Ele pode avaliar se o produto é mesmo o melhor para o seu tipo de pele, bem como qual a concentração é a mais adequada, afinal usar a sua pele como pista de teste de produtos de beleza não é uma boa idéia, né?

Read Full Post »