Feeds:
Posts
Comentários

Archive for julho \29\-03:00 2010

Esse post foi baseado em um comentário que eu recebi no twitter  (desculpa leitor mas eu não me lembro o seu nome, se manifeste nos comentários please!). O leitor queria saber se seu não achava que os dermatologistas estavam muito padronizados já que em todos os médicos que ele passava só eram receitados cosméticos industrializados e não mais as fórmulas para a manipulação como ele estava acostumado.

E ele tem razão, é cada vez maior a prescrição de produtos  industrializado entre os dermatologistas. O principal motivo é o grande aumento na variedade de produtos disponíveis, impulsionados pelo crescimento da cosmetologia ou dermatologia estética.

Só acora eu me dei conta que na embalagem do acnase não é uma espinha de peixe ;-)

A Dra Shirley Borelli escreve no seu livro “As idades da pele” (muito interessante, vale a pena para quem gosta do tema) que há poucas décadas só existiam dois cremes disponíveis no mercado, o Nivea e o C´Ponds (vovó feeelings) e que as pacientes muitas vezes traziam de fora cosméticos mais diferenciados. Pra acne as opções era Acnase e Minancôra (lembro até hoje do meu tio com a cara toda branca, hehe)

Isso mudou muito. Hoje existem várias linhas de dermocosméticos e de medicamentos para a pele produzidos por grandes marcas para os mais diferentes tipos de pele. Inclusive para as peles oleosas, que são a maioria no Brasil e que antes eram preteridas em função de produtos para a pele seca (especielamente os antienvelhecimento).

Então se não havia industrializados a opção era tentar manipular os cosméticos nas farmácias. Já hoje essa prática perdeu um pouco do sentido inicial que era a indisponibilidade dos produtos prontos.

Os dermocosméticos e os medicamentos para a pele industrializados tem uma série de vantagens em relação aos manipulados: estão sujeitos a uma fiscalização e a um controle de qualidade bem maior, investem na pesquisa de novos ingredientes, e principalmente tem uma vida útil beeem mais longa. Enquanto uma fórmula cosmética dura no máximo 2 meses os industrializados podem ter validade de até 2 anos. Isso devido ao processo de produção, da embalagem e especialmente aos conservantes mais potentes que são utilizados pelas indústrias.

Do lado dos manipulados está a personalização. Essa, a não ser que se tenha um tipo muito raro de pele (ou tão sensível que não suporta os industrializados mais leves ou tão resistente que mesmo os mais concentrados ainda são fracos para serem eficazes sendo necessária uma conentração mais alta de princípios ativos), é mais psicológica do que prática. É tentadora a idéia de que uma fórmula foi pensada especialmente para a sua pele, mas na prática as formulações também são bastante padronizadas. Não tem tanta alquimia: o médico prescreve fórmulas consagradas, que já foram testadas e tem evidências científicas para funcionar para determinado problema de pele.

Um exemplo de formulação que virou produto industrializado é o tri-luma. A fórmula que deu origem a esse medicamento (que como tal deveria ser vendido com receita médica) foi proposta pelo Dr. Kligman em 1975 para tratar manchas na pele. Ela foi prescrita como manipulado (na fórmula hidroquinona 4% , fluocinolona acetonida 0,01%, tretinoína 0,05%) durante muito tempo. Hoje vende nas farmácias comuns. Assim como essa, muitas fórmulas prescritas pelos dermatologistas no passado viraram produtos industrializados com as vantagens acima.

Um ponto realmente a favor dos manipulados é o preço, que tende a ser menor do que os de marca. Isso porque os laboratórios investem em marketing, pesquisas, embalagens, aromas gostosos e como já disse em conservantes mais fortes que são também mais caros. Mas o preço menor só compensa a segurança se o laboratório for realmente de confiança.

No final das contas eu penso assim: quem usa cosméticos manipulados e está dando certo com determinada farmácia de manipulação (claro que existem os estabelecimentos super sérios) não tem muito motivo para trocar para os de marca, mais caros. Só tomando os devidos cuidados com o prazo de validade. Já para quem está iniciando um tratamento de pele hoje eu optaria inicialmente pelos industrializados e só trocaria pela fórmula manipulada se realmente fosse necessário. E vocês o que pensam?

PS: Só agora em me toquei que na embalagem do acnase não tem uma espinha de peixe 🙂


Read Full Post »

Se há algum tempo fazer uma tatuagem era uma atitude quase marginal de rebeldia, hoje é a coisa mais normal do mundo (apesar de muitos pais ainda se arrepiarem quando as suas princesas aparecem em casa com a novidade). Ma,  se fazer uma tatuagem tornou-se quase banal, retirá-la dá muuuito mais trabalho. Portanto antes de fazer qualquer uma não custa nada pensar algumas vezes.

Mas se o estrago está feito, a amor acabou, e aquela marca com o nome do ex está dando enjôo em você é possível sim arregaçar as mangas e encarar tratamentos para apagar a tatuagem.

A técnica mais eficiente para retirada das tatuagens é feita com laser. Existem tipos de laser específicos para cada cor de tatuagem, portanto é necessária a consulta a um médico dermatologista que seja especialista no assunto para aumentar as chance de sucesso.

A tatuagem pode durar mais do que uma paixão...Segue algumas rspostas às perguntas mais comuns:

1. Dói? Tratar tatuagens com laser não dói mais do que outro procedimento utilizando essa técnica. Para tatuagens menores costuma-se usar pomas anestésicas como Enla, em áreas maiores pode-se usar anestésico tópico injetável.

2. Dá pra sair toda a tatuagem? Depende de várias coisas mas em geral é o seguinte:

  • Tatuagens amadoras são bem mais fáceis de serem retiradas dos que as profissionais (mais profundas e que utilizam mais pigmentos.
  • Tatuagens escuras em tons de marrom, preto e azul escuro são mais fáceis de retirar. A amarela e a verde claro demoram bem mais.
  • Quem tem a pele clara responde mais rápido ao tratamento. Para negros e orientais em geral são necessárias mais sessões.

3. Quantas sessões são necessárias? Depende muuuito, da cor da pessoa, da cor da tatuagem, do tamanho do desenho, o mínimo costuma ser de 3-4 sessões com intervalo de um mês entre elas, mas dependendo do caso podem ser necessárias cerca de 20.

4. Deixa cicatriz? O risco é muito pequeno se o procedimento for realizado por um médico capacitado porque a luz do laser atua apenas na tinta da tatuagem e não na estrutura da pele.

5. Deixa mancha? Nas peles mais escuras o local tratado pode ficar um pouco mais claro do que a pele ao redor, principalmente nos primeiros meses. Com o tempo a melanina volta a preencher a área e a cor volta ao normal.

Dica esperta: se você quer mesmo remover a tatuagem, peça indicações de quem já realizou o procedimento, questione o médico se ele tem mais de um tipo de laser (especialmente se a sua tatuagem for multicolorida) a peça sinceridade do médico quando a perpectiva real do tratamento. Em geral é um investimento alto retirar uma tatuagem, então vale a pena gastar um tempinho a mais e até pedir mais de uma opinião até estar segura com o profissional que vai te atender.


Read Full Post »

Eu me lembro que há um tempo era muito comum ver carros de advogados (e provavelmente, seus  amigos, parentes e wannabe advogados porque eram muuuitos carros) adesivos com a frase “consulte sempre um advogado”.  E eu ficava pensando: como assim consulte SEMPRE? Já que eu não sentia nenhuma necessidade (ainda bem!) de precisar desse tipo de conselho especializado.

Então também não vou advogar a frase: consulte sempre um dermatologista. Até porque se a gente pensar na realidade da saúde pública brasileira, que atende a maioria da população, os médicos especialistas em pele são espécies raras. E mesmo se considerarmos quem tem plano de saúde, leva teeeempo pra conseguir agendar uma consulta com um bom dermato pela maioria dos planos.

Na verdade os problemas de pele mais comuns como queimaduras de sol leves, alergias recentes, acne de grau baixo na adolescência, assaduras em bebês, micoses no pé,  etc não necessitam de consulta especializada. O próprio médico geral, ou pediatra, ou ginecologistas pode dar conta do problema. Mas algumas situações são mais complexas e merecem uma atenção de um médico que estudou mais profundamente as doenças da pele.

Em geral os principais motivos para você procurar um dermato são:

1. Alterações na pele que não estão melhorando com o tratamento proposto pelo médico geral, ou que vão e vem.

2. Feridas que não estão cicatrizando

3. Se você tem  história pessoal ou na família próxima (não vale a prima da tia do seu avô) alguém com câncer de pele.

3. Se você tem muitas pintas, sardas, ou mesmo tem a pele muito branquinha. Mais urgente se tem pintas que estão mudando de cor, tamanho, ou se estão coçando ou doendo (nesses últimos casos marque consulta para ontem!).

4.Se você tem doenças de pele mais graves como psoríase, rosácea, dermatite atópica.

5. Se você tem acne mais severa, ou que não está melhorando, ou depois da idade adulta.

Além dos itens acima, também vale a pena consultar um dermato por razões pessoais e estéticas. Para saber quais os tratamentos de beleza são indicados para a sua pele. Nem que seja só para saber o que existe. Afinal nem só de necessidade, mas também de desejo é feita a vida.

Beijão

Read Full Post »

Pessoas tudo bem?

Eu adorei a iniciativa das meninas da oficina de estilo de responder dúvidas de estilo no twitter, em conjunto com o @cidadejardim. E como eu sou da filosofia do que é bom deve ser copiado (claro que sempre dando os devidos créditos se não é roubo 😉 ) resolvi fazer uma experiência se sessão tira dúvidas sobre os cuidados com a pele no twitter.

SEXTA FEIRA, DIA 23 AS 17:00 NO @bulledebeaute

Importantíssimo lembrar, lógico, que a idéia não é fazer consulta on line em 140 caracteres e sim tirar dúvidas gerais. Não vale perguntas do tipo: minha pele é assim assado você acha que tal tratamento é bom…porque é óbvio que sem nem olhar fica complicado dar qualquer opinião nesse sentido.

Mas vale perguntar sobre os ingredientes, efeitos esperados, efeitos colaterais, novidades, prevenção de doenças, etc. etc.

Ai a gente vê se for legal e vocês gostarem a gente pode fazer novos encontros virtuais.

Então anota na agenda: sexta feira, dia 23 ás 17:00 horas. Um Happy hour de cuidados com a pele.

Aguardo todos lá no @bulledebeaute.

Beijos

Read Full Post »

Eu não sei vocês mas eu sou super apressadinha quando começo a fazer qualquer tipo de tratamento, ou dieta, ou ginástica. Tipo começo a dieta hoje (segunda feira, até que não seria uma má idéia…) e amanhã já quero ver a balança acusando pelo menos umas gramas a menos e sentindo a calça mais folgada.

Com os tratamentos para a pele muita gente (e confesso que eu também já fui assim) quer ver o resultado na hora, no máaaaximo em uma semana. Acontece que infelizmente não é assim que acontece. É preciso ter paciência. Os tratamentos para a pele demoram para apresentar resultados, e o que ainda mais chato, não raro a pele piora no início de alguns tratamentos antes de começar a melhorar. Resultado: muita gente desiste do tratamento achando que ele não é bom sem dar o tempo devido.

Em termos gerais para começar a apresentar um resultado satisfatório os tratamentos para pele levam o seguinte tempo:

  • anti acne: seis semanas a três meses.
  • antienvelhecimento: cerca de três meses.
  • tratamentos clareadores: seis a doze meses!

Então pessoal o importante é ser disciplinado e persistente. Seguindo à risca o que foi prescrito pelo seu dermatologista mesmo que no começo a pele pareça igual ou até um pouco pior (se tiver dúvidas sobre se os efeitos que está sentindo são normais consulte novamente o seu médico).

Os resultados virão com o tempo!

Falando em tempo fazia um tempãaaaao que eu não postava no blog né!! Mas estava morrendo de saudades e quando pensei nesse assunto vim aqui compartilhar com vocês. Continuo com o tempo super escasso mas vou fazer o possível para não sumir por tanto tempo de novo!

ah sim quem estiver com saudades e não quiser esperar os posts no blog eu tenho estado mais presente no twitter @bulledebeaute

Beijo grande,


Read Full Post »