Feeds:
Posts
Comentários

Archive for janeiro \29\-03:00 2009

Quando eu era adolescente eu não tinha um olho de peixe, tinha um verdadeiro cardume nos pés. Ainda me lembro da minha mãe ficar horas futucando e passando remédio nos meus pés. Também não me esqueci da dor, tanto do ácido do remédio ardendo como da pressão do pé no chão. UI!

Como filha de peixe, peixinho é, quase morri de dó quando avistei um olho de peixe na minha filha do meio. Juju tem só quatro anos e está com duas verrugas no pé. Tadinha da minha menina!

Pouca gente sabe mas o olho de peixe, cujo nome oficial é verruga plantar, é resultado de uma infecção viral, por HPV! Sim, o mesmo tipo de vírus que pode ser transmitido por via sexual e que pode causar câncer de colo de útero nas mulheres. Mas se você está com olho de peixe (que é algo suuuuper comum) não precisa se assustar tanto, os tipos que causam as verrugas plantares não costumam causar lesões malignas.

Na verdade, especialmente nas crianças a maioria dos olhos de peixe vai embora sozinho. Então se você tem uma verruguinha e ela não está incomodando talvez o melhor a fazer seja se esquecer dela. Mas acontece que muitas vezes as verrugas no pé doem, e doem bastante, e por isso a gente precisa tratar.

O problema é que o tratamento exige uma paciência de Jó! E bota Jó nisso! A maneira mais prescrita pelos médicos é através da cauterização química da verruga. Um dos ativos que podem ser usado é o ácido salicílico, encontrado em produtos como o Duofilm plantar. Mas tem alguns problemas nesse tratamento. O que vale para todo mundo é que ele é leeento que só: pode levar mais de mês usando o ácido diariamente até a verruga sumir. Outra questão é que o ácido é irritante na pele, então tem que proteger muito bem a pele sadia em volta da verruga para não transformar um olho de peixe em um olho de baleia branca…! Sem falar que não é incomum a reação alérgica ao ácido salicílico (que é o mesmo princípio ativo da aspirina). Existem outros ácidos que podem ser usados mas os efeitos negativos e o tempo de tratamento não variam muito.

Outra opção de tratamento é a cauterização a frio, também chamada criocirurgia. Ela tem que ser feita em consultório dermatológico, em geral é bem dolorida o que torna complicado fazer em crianças, especialmente nas pequenas.

Existe ainda a opção de usar o Nitrogênio Líquido fumengante, mas ele também costuma causar dor e assustar crianças (imagina que não é todo o dia que começa asair fumaça do seu pé!) além do que não pode ser prescrito para o paciente usar em casa, ou seja, a pessoa tem que ir várias vezes ao consultório médico para que o produto possa ser aplicado. Não avisei que o saco tinha que ser de Papai Noel?

Fora do Brasil existem produtos a base de éter dimetil propano que é uma espécie de congelamento light ( -57 graus celsius contra – 200  da criocirugia), teoricamente é uma opção mas os relatos dos consumidores da Amazon não é lá muito animador.

Outras opções como o usa de substâncias como quimioterápicos ou imunoterapia são reservadas para casos mais específicos.

Há algum tempo atrás era muito comum retirar os olhos de peixe através de cirurgia. Retirar a verruga “na faca” porém não é recomendado pela maioria dos especialistas já que além de ter um pós-operatório bastante doloroso ainda há uma chance (pequena, mas há) do vírus continuar ali e rescidivar mais profundamente na pele. Melhor não arriscar.

Como o tratamento é longo e chaaaato o melhor que podemos fazer é prevenir, né! Então anote aí as dicas para evitar ganhar um olho de peixe de presente:

1. Evite andar descalço especialmente em locais públicos e úmidos como piscinas e vestiários de clubes e academias.

2. Evite usar sapato emprestado de outras pessoas.

3. Não use sapatos sem meia.

4. Se aparecer um olho de peixe não fique cutucando com a mão, já que isso pode fazer com que o vírus espalhe.

5. Se tem alguém em casa com olho de peixe evite contaminação de outras pessoas não dexando essa pessoa sem meia e colocando spray de lisoforme nos sapatos depois de usar. Evite também banhos coletivos sem proteção de curativos ou chinelos.

6. Cuide bem da sua alimentação e da saúde como um todo já que a imunidade baixa é um fator que facilita a proliferação dos vírus.

7. Se tiver com uma lesão dolorida no pé procure primeiro um médico antes de tratar. Apesar dos medicamentos contra verruga plantar serem vendidos sem necessidade de receita é melhor ter certeza do diagnóstico. Muitas vezes olhos de peixes são confundidos com calos ou com outras doenças que podem ser mais graves.

E que a minha paciência e da pequena Juju continuem eternas enquanto enfrentamos os olhinhos de peixe dela! 😉

Mais dicas para ter pés de Cinderella aqui

Prepare-se para o verão parte III – Cuide bem dos seus pés!

Read Full Post »

Tenho recebido várias mensagens de leitoras do Blog que não tem encontrado por aí o Bepantol líquido para seguir a  nossa dica esperta de hidratação para o cabelo. Pra quem está por fora tem todos os detalhes nesse post aqui.

Realmente eu também não tenho encontrado nas farmácias que eu costumo ir. Aliás depois do sumiço do Sundown Beauty e agora do Bepantol ando até com medo de elogiar produtos baraténhos! Será que vão lançar algum produto caríssimo para cabelos a base de vitamina B5?? Ai, ai, ai!

Bom, enquanto o Bepantol não volta (as leitoras mais desesperadas ligaram no SAC da Bayer e disseram que deve voltar no mês que vem) existem algumas opções: Eu comprei nas Lojas Americanas o D Pantenol da Aroma do Campo, ele é bem baratinho também e vem em uma caixinha com 4 ampolas. Mas não vende na Americanas online. Mancada, mas eu acho que não deve ser difícil de achar em lojas de cosméticos. Eu testei e gostei bastante do resultado apesar de deixar o cabelo um pouco mais oleoso do que o Bepantol, então tem que aplicar menos.

Uma outra opção é mandar para manipular. O produto de manipulação é o Biosome B5 (D Pantenol Lipossomado), a concentração recomendada é de 5 a 15% em solução aquosa (o Bepantol tem concentração de 5%)

Espero ter ajudado! Resolvi escrever esse post depois que uma leitora, no auge do desespero, aplicou o Bepantol Pomada no cabelo!!?? Ela jura que que funcionou bem…se o seu cabelo estiver tipo palha de milho pode ser uma idéia boa. Agora, se ele já for meio oleoso (como é o meu caso) se você fizer isso acho que no Sol dá pra fritar um ovo em cima de tanto óleo…melhor não arriscar 😉

Read Full Post »

Entre os ingredientes relativamente novos que podem ser usados diretamente na pele um dos mais interessantes é o ácido azeláico. Encontrado no trigo, na cevada ou no centei, o ácido azeláico é produzido através da fermentação desses cerais por uma espécie de fungo. Até parece cerveja 😉

Assim como a penicilina, essa substância produzida pelos fungos tem poder bactericida reduzindo o crescimento das bactérias no folículo piloso. Além do poder bactericida o ácido azeláico também combate os radicais livres prevenindo o envelhecimento da pele, reduz a inflamação, tem poder de clarear manchas. Especula-se ainda que o ácido azeláico poderia atuar como inibidor da enzima 5 alfa reductase, ou que trazindo quer dizer que do ponto de vista estético a substância também poderia tratar a queda de cabelo. Trata-se de um verdadeiro mil e uma utilidades!

da cevada, centeio e trigo para a sua beleza!

Ácido Azeláico: da cevada, centeio e trigo para a sua beleza!

Apesar de o ingrediente estar presente em cosméticos de venda livre em diversos países como nos EUA (o que pode ser comprovado pelos produtos disponíveis na Amazon), no Brasil ele foi proibido para uso em cosméticos desde  2005 (já que umam parcela do ingrediente pode ser absorvido sistêmicamente pelo corpo), podendo ser comercializado apenas como medicamento. Hoje por aqui o medicamento que contém ácido azeláico recebe o nome de Azelan e deve ser prescito por médico.

O ácido azeláico é um ingrediente interessante para tratar a acne leve e moderada em pessoas que tem tendência a formação de vasinhos vermelhos (chamados de talagectasias pelos médicos). Isso porque a outra opção mais usada no tratamento tópico da acne, o ácido retinóico pode piorar os vasinhos (já que esse ingrediente induz a proliferação dos vasos). O produto também é interessante para as pessoas que sentem muita irritação com o uso de outras substâncias como o peróxido de benzoila ou o próprio ácido retinóico, já que o azeláico costuma trazer menos efeitos irriativos.

Outra vantagem é que por ser menos fotosensibilizante do que o ácido retinóico o azeláico pode ser usado durante o dia, inclusive no verão, desde que se faça uma proteção solar adequada.

O medicamento foi testado com sucesso por dermatologistas brasileiros, o que pode ser verificado em um estudo com 99 pacientes publicado em 1995, no qual 73% dos pacientes considerou o resultado do tratamento como bom ou excelente após 6 meses de tratamento (aqui é legal lembrar que como qualquer tratamento contra acne ou rosácea é preciso ter paciência já que os resultados não aparecem do dia para a noite).

O ácido azeláico vem sendo usado também no tratamento contra Rosácea e o resultado também têm sido positivos devido ao potencial anti-inflamatório do ingrediente. Um estudo alemão publicado em outubro do ano passado demonstra esse sucesso assim como já vinha sendo demonstrado em outros estudos mais antigos.

Uma aplicação mais recente do ácido azeláico é a sua atuação contra a queda de cabelo. Ainda foram feitos poucos estudos a respeito dessa ação do ingrediente, mas os estudos publicados como o realizado em 2005 pelo grupo de dermatologia da Universidade da Turquia revela que a terapia da calvice com ácido azeláico pode ser promissora.

Então vale a pena ficar de olho no ingrediente e conversar com o seu médico a respeito se você possui uma dessas doenças e não anda satisfeito com os resultados que está tendo. Só não vale ir na farmácia comprar e sair passando no rosto. Não é por acaso que o ácido azeláico é um medicamento, ele pode sim provocar reações irritavivas na pele além de outros efeitos adversos, então é sempre mais prudente ter certeza de que esse produto é indicado para o seu caso né?

Mais sobre acne no Bulle de Beauté

Em busca do papel anti-brilho perfeito

A gente precisa de lenço anti-brilho?

Isotretinoína: como funciona o Roacutan o medicamento que revolucionou o tratamento da acne.

Porque temos pele de morango quando queríamos ter pele de pêssego, ou, o que fazer para fechar os poros?
A Rosa brigou com o cravo: mega post de segunda-feira com tudo o que pode ser feito para detonar os pontos pretos!
Como espremer uma espinha?
Acne combina com maquiagem?
Isolaz: o futuro da limpeza de pele
Clearlight, como é o novo tratamento contra acne?
Cremes e loções contra a acne

Read Full Post »

A cada dia que passa a indústria de cosméticos diminui a faixa de idade para quem são oferecidos produtos contra rugas. Antes que lancem uma linha infantil de cremes contra rugas é importante a gente esclarecer alguns pontos.

O primeiro ponto é que até bebês podem ter as chamadas “rugas de expresão”! Por isso,  quando a gente sorri ou faz careta algumas dobrinhas podem surgir em maior ou menor grau (dependendo da pessoa) tanto na testa quanto nos cantos dos olhos sem que isso seja um sinal de envelhecimento.

Depois é preciso lembrar que a pele jovem, tem características que a diferenciam da pele mais amadurecida e que alguns cremes anti-idade podem piorar problemas comuns da juventude como acne, olesidade, poros abertos, etc.

Em geral a pele ao redor dos olhos, por ser mais fina e sensível é a primeira a dar sinal de envelhecimento, em geral depois dos 30 anos de idade. Por esse motivo uma boa estratégia é começar a usar cremes anti-idade por essa região, que em geral também é mais seca e portanto menos propensa à acne.

Mas isso quer dizer que quem é jovem não precisa se preocupar com as rugas? Longe disso. Como diz o ditado a gente colhe o que a gente planta e a melhor maneira de tratar as rugas da idade madura é através da prevenção na idade jovem. Mas essa prevenção não é feita com cremes anti-idade e sim com alguns cuidados básicos. Entre eles os mais importantes são:

1. Em primeiro, segundo e terceiro lugar: Proteção solar. O sol é o maior responsável pelo envelhecimento da pele, bem como pelas manchas. Portanto quem quer manter a aparência jovem deve usar todas as armas para evitar a exposição solar: filtros, roupas, chapéus, óculos escuros, cápsulas, etc. Desde a infância.

2. Não fumar. O cigarro libera radicais livres, diminue a oxigenação da pele, altera a coloração, deixa os dentes escuros e basta ir até o espelho e fazer um biquinho de tragar cigarro que você verá as ruguinhas em volta da boca que denunciam a idade de quem fumou. Então se não é pelo seu pulmão (que enquanto está funcionando a gente não lembra que ele existe) que seja pela pele: você deve parar de fumar!

3. Boa alimentação. Já falamos aqui no blog de inúmeros ingredientes que tem poder anti-oxidante e que protegem a pele contra o envelhecimento. Existem também alimentos que melhoram a resistência da pele contra a exposição solar. Além disso os carbohidratos em excesso acaba estimulando as glândulas sebáceas, piorando os quadros de acne. Portanto não se esqueça do slogan que diz “você é o que você come” e restrinja o junkie food.

4. Exercício físico. A atividade física melhora a aparência da pele principalmente do corpo, evitando celulite e flacidez. Além disso o bom condicionamento melhorar a oxigenção de toda a pele, prolongando o viço da juventude por mais tempo.

5. Durma bem! (ok vou pular essa parte antes que eu entre em depressão…rsrsrs)

Em tempo alguém sabe como a gente escreve anti-envrelhecimento, anti-idade e anti-rugas com as regras novas??!!? Please!

Mais sobre os cuidados básicos aqui no Bulle de Beauté:

A Bela adormecida
O Bulle de beauté adverte: fumar faz mal à beleza

Prepara-se para o verão parte IV: Delícias que bronzeiam!

Beleza que vem da mesa

Alimentação para o seu tipo de pele!

Alimentação para pele seca!

Read Full Post »

Ontem foi aniversário da minha caçula. Clarinha fez 3 anos e agora, pelo menos oficialmente, não temos mais bebês em casa. Em homenagem a ela escrevo esse post falando da aveia, uma das delícias da culinária infantil mas que também pode ser utilizado para embelzar e cuidar dos adultos.

A aveia é usada há séculos na medicina por seu potencial anti-inflamatório e calmante da pele, mas pouco se havia estudado no sentido de se identificar os princípios ativos que davam esse efeito à aveia até que no final do ano passado o grupo de pesquisa da Johnson & Johnson publicou um estudo na revista Archives os Dermatological Research falando sobre os mecanismos que davam à aveia esse efeito na pele.

O estudo descobriu que os Avenanthramides (tudo bem você não precisa se lembrar desse nome…) são fenóis (nem desse) presente na aveia que por diversos mecanismos imunológicos (que eu não vou explicar aqui se não todo mundo vai dormir…) diminuem a inflamação e a irritação da pele e ainda atuam como anti-oxidante, ou seja, bem resumidamente também retardam o envelhecimento (por essa característica existem estudos que comprovam que o consumo oral de aveia previne contra doenças inflamatórias como a arteroesclerose, diminuindo o risco de eventos cardíacos, bem como de câncer). Por fim o estudo também demonstrou que esses fenóis tem propriedade anti-bacteriana. Tá bom pra vocês?

A aveia é usada em diversos cosméticos e é empregada também em produtos para pacientes com dermatite atópica, dermatite de contato e rosácea.

Para quem gosta de brincar de fazer produtos em casa pode testar essa receita que é muito boa para acalmar a pele, especialmente para quem abusou um pouquinho do sol e ficou com a pele vermelha (caso tenha ficado com bolhas ou queimado mais forte aí, melhor não usar nada no rosto além de água morna e procurar um médico)

Ingredientes:

1/3 de xícara de aveia (normal ou instantânea)

1/4 de xícara de mel (sobre esse ingrediente já falamos aqui)

1/2 xícara de água

Modo de fazer: Misture a aveia na água, cozinhe e espere esfriar, quando estiver morna junte o mel e misture até formar uma pasta. Em seguida aplique no rosto limpo e deixe agir por uns 5 minutos e ao retirar aproveite para fazer uma esfoliação leve da pele.

Pepino ou saquinhos de chá de camomila protegem os olhos e completam o ritual natureba.

Pepino ou saquinhos de chá de camomila protegem os olhos e completam o ritual natureba.

Apesar de ser natural, qualquer produto ao ser aplicado na pele pode trazer problemas, então especialmente se já você tem algum problema na pele é sempre legal antes consultar um médico para ver se essa receita pode ser usada para você.

Se preferir não arriscar tem uma receita com aveia que é isenta de qualquer contra-indicação!

2 xícaras (chá) de leite
2 colheres (sopa) de aveia em flocos
2 colheres (sopa) de mel
1 colher (sobremesa) de essência de baunilha
1/2 colher (sobremesa) de manteiga

Modo de preparo
Levar o leite, a aveia e o mel ao fogo mexendo sempre. Deixe ferver por 5 minutos. Acrescente a baunilha e a manteiga e sirva imediatamente. Para dias chuvosos deixa a acalma e aquece a alma.

Clarinha minha pequena, ontem era um bebê hoje é uma meninina linda e espertissima!

Clarinha minha pequena, ontem era um bebê hoje é uma meninina linda e espertíssima!

Read Full Post »

Um dos problemas de pele mais comum é esse que eu coloquei no título do post. Chega o verão, as pessoas se expõe mais ao Sol e um dos efeitos colaterais são as manchas brancas que aparecem na pele principalmente das pessoas mais morenas. Trata-se da pitiríase alba. Mas o que é isso afinal?

Na verdade o mecanismo que causa a pitiríase alba ainda não é totalmente conhecido, mas o que se sabe é que a melanina produzida acaba não sendo transferida para as células mais superficiais da pele, e nessas regiões a pele fica mais clara.

A pitiríase alba muitas vezes é confundida com a pitiríase versicolor, que é causada por fungo. A diferença é que na pitiríase versicolor as manchas são de coloração variável (indo do branco ao castanho) e ocorre porque o fungo converte o ácido graxo presente na pele em ácido azeláico que tem poder despigmentante. Na dúvida entre os dois problemas pode-se fazer um exame micológico para verificar se há ou não a presença de fungos na região.

A pitiríase alba está relacionada com doenças atópicas. Então quem tem dermatite atópica, asma ou rinite alérgica tem mais chance de desenvolver as manchas da pitiríase alba. Assim como as outras doenças atópicas a pitiríase alba é mais comum em crianças e adolescentes mas também pode continuar na idade adulta.

A melhor forma de prevenir a pitiríase alba é através de uma proteção solar eficiente. Além disso, quem costuma desenvolver o problema deve manter sempre a pele hidratada, especialmente após a exposição solar. Então valem as dicas que a gente costuma dar para quem tem a pele ressecada: banhos rápidos e mornos, pouco ou nenhum sabonete (se for usar dar preferência aos sabonetes líquidos e neutros, que na verdade têm o mesmo pH dos não-neutros mas possui menos substâncias irritantes como fragrâncias) e cremes hidratantes ao acordar, antes de dormir e depois do banho ou da exposição solar. Cremes com corticóides ou ácido salicílico não tem poder superior aos hidratantes e portanto não devem ser usados para tratar a pitiríase alba.

Então se você costuma ter a sua pele morena manchada depois do Sol tái mais um motivo para não esquecer de usar o filtro solar direitinho, reaplicar a cada duas horas se estiver na praia ou pelo menos no meio do dia quando não for ficar ao ar livre.

E continuamos aproveitando o verão!! Princialmente quem está de férias, o que definitivamente não é o meu caso (muito, muito, muito estudo) e por isso a quantidade menor de posts nos últimos tempos.

Read Full Post »

Na sexta-feira, eu que não sou boba nem nada, comprei a Revista Telva, depois de ter lido essa dica ótima no blog Vende na Farmácia?  (pra em ainda não sabe, a edição de outubro dessa revista está circulando no Brasil e tem como grande atrativo uma máscaram Chanel em miniatura por módicos R$12,90 mais uma revista de beleza e outra de moda infantil, dá até vontade de aprender espanhol). Vale super a pena a revista e para quem está em Campinas em comprei na Laselva do Galeria e ainda tinha vários exemplares.

Bom, mas lendo a revista enquanto apreciava o mar de São Sebastião me deparei com uma propaganda intrigante de um produto denominado Botoina. Pela propaganda parecia que se tratava da toxina botulinica, cujo nome comercial é o Botox, para ser usada em casa. Eu achei estranho já que seria muito arriscado alguém sem conhecimento médico aplicar Botox em casa no seu próprio rosto e decidi pesquisar mais sobre o assunto para contar para vocês aqui no Blog.

A primeira coisa que eu descobri é que na verdade o produto não tem nada a ver com o Botox, até porque ele não contém toxina botulínica. Além disso, seringa não é na verdade uma seringa com agulha e sim uma espécie de caneta com ponta fina para aplicar o creme no rosto, ou seja, ele não é injetável.

Parece, mas não é!

Parece, mas não é!

Eu pesquisei no pubmed que é o site de referência para artigos científicos e não há nada publicado a respeito desse produto. Na realidade existem alguns cosméticos que utilizam pentapepdídeos como princípio ativo, como é o caso do Strivectin, um dos cremes anti-idade mais vendidos no mundo. Sobre os outros ingredientes do Botoina que são  Acetyl Dipeptide- 1- Cetyl Ester, Sodium Potassium e Magnesium Gluconate eu não encontrei nada sobre a sua eficácia anti-rugas, mas segundo o fabricante eles fazem parte do veículo para absorção no produto na pele.

O produto é de venda livre, custa US$ 269,95 na Amazon! Pesquisando mais na net, descobri que existem vários processos da Allergan (fabricante do Botox) contra o laboratório suiço Labo, que fabrica a Botoína. Isso porque o nome e a propaganda do produto levariam as pessoas a confundirem um produto com o outro.

Vocês, leitoras do Bulle de Beauté estão livres de cair nessa. Não existe ainda produto com efeito semelhante ao Botox para ser usado em casa. O melhor para rugas continua sendo a prevenção (que tanto falamos aqui no Blog).

Fora isso existem formas melhores de gastar seu dinheiro, por exemplo, na mesma revista tem uma reportagem de sonho sobre um cruzeiro de água doce pelos rios da região da borgonha, na França, realizada pela Orient-Express, clique no link para sonhar… Não pesquisei no pubmed, mas esse programa sem dúvida elimina qualquer ruga, pelo menos as de preocupação 😉

Mais sobre botox no Bulle de Beauté

Como funciona o Botox e o que ele pode (e o que ele não pode) fazer pela sua beleza?

Cirurgia no Bulle de Beauté: Botox

Existem cremes melhores do que o Botox?

Read Full Post »

Older Posts »