Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘varizes prevenção’

Seguindo nossa série de posts sobre como resolver os problemas estéticos causados pela gravidez hoje vou falar de outro problema bastante comum, que não é exclusivo da gravidez (estima-se que cerca de 50% das mulheres adultas tenham a doença em algum grau), mas que muitas vezes é agravado na gestação: as varizes.

As varizes têm uma história antiga na medicina. Foram encontradas esculturas gregas de pernas com varizes bem marcadas feitas há mais de 2.000 anos. Isso porque as varizes são uma doença visível e como os antigos tinham poucas técnicas de diagnóstico, os problemas aparentes eram aqueles mais estudados. É por esse mesmo motivo, a visibilidade, agora por razões estéticas, que as varizes continuam em evidência na medicina.

O diagrama mostra o que ocorre nas veias para formar as varizes

O diagrama mostra o que ocorre nas veias para formar as varizes

Porque as varizes ocorrem?
É uma questão de física. O sangue é bombeado do coração para as artérias e precisa voltar para o coração para fechar a circulação. O sangue que está nos pés tem, então, que vencer a força da gravidade e voltar para o coração, lá em cima, e faz esse caminho através das veias. As veias possuem válvulas, que evitam que o sangue que está subindo, volte. Quando essas válvulas ficam doentes, ou quando as veias se dilatam muito aparecem as varizes, que nada mais são do que veias doentes dilatadas.

O que causa varizes?
Não se sabe exatamente o que leva à doença das veias causando as varizes, mas existem alguns fatores que aumentam a predisposição ao problema: é mais comum nas mulheres, tem fator hereditário envolvido, e mudanças hormonais (como menstruação e gravidez) favorecem o seu aparecimento.

Porque as varizes são mais comuns durante a gestação?
Por dois motivos principais: primeiro porque as alterações hormonais na gravidez favorecem o aparecimento das varizes. Segundo porque com o aumento do útero as veias abdominais são pressionadas, assim o caminho do sangue nas veias para cima fica mais difícil, facilitando a dilatação das veias das pernas. Normalmente, com a redução do útero as varizes tendem a sumir cerca de 3 meses após o parto, se isso não acontecer é necessário procurar um médico.

É possível prevenir o aparecimento de varizes?
Algumas medidas podem ajudar a minimizar o problema, mas quem tendência a desenvolver varizes continuará podendo ter o problema mesmo tomando as medidas preventivas. As meias elásticas de compressão (as famosas Kendall ) ajudam a manter o fluxo de sangue para cima. Mas não basta ir colocando as meias de qualquer jeito. É necessário, ao acordar, manter o bumbum próximo à parede e as pernas lá em cima por no mínimo 10 minutos e daí colocar a meia antes de sair da cama. Usar as meias de forma errada podem até piorar o problema. Além das meias é importante, sempre que possível, evitar o calor (que causa dilatação das veias), fazer exercícios físicos (para melhorar a musculatura que ajuda a levar o sangue para cima), ficar muito tempo parado sentado ou de pé (já que fica mais difícil mandar o sangue para cima contra gravidade e sem a ajuda dos músculos – que ajudam na pressão quando caminhamos) e, claro, ficar com as pernas elevadas.

Vídeo mostrando exercícios que podem ser feitos durante a gestação (ou em qualquer momento) para prevenir varizes.

Como é o tratamento?
O Brasil é referência mundial no estudo das veias e tratamento de varizes. Existem diversas técnicas que podem ser indicadas conforme cada caso.

– Escleroterapia ou crioescleroterapia: Ambas são as chamadas “aplicações” um líquido (de temperatura bem baixa no caso da crioescleroterapia) é injetado nos vasos doentes através de uma agulha e “seca” os vasinhos. É indicado apenas para as veias menores. Cada sessão dura cerca de 20 minutos e pode ser realizada em consultório com volta imediata as atividades normais. Apesar de varizes ser uma doença (já que podem haver complicações que podem até levar à morte) e não um problema estético esse procedimento não é coberto pela maioria dos planos de saúde. A crioescleroterapia é uma técnica mais recente que tem apresentado melhores resultados como menor número de sessões, menos dor, e menor número de complicações.

Varizes são uma preocupação da medicina desde o gregos antigos.

Varizes são uma preocupação da medicina desde o gregos antigos.

– Laser: A luz do laser é aplicada na pele nos locais onde se quer tratar,ela atravessa a pele sem lesão. A hemoglobina no sangue capta a luz do laser e com isso aumenta a temperatura do vaso queimando-o. Esse procedimento parece que tem tido melhores resultados em pequenos vasos no rosto e no colo, onde são mais superficiais. Também é feito em consultório e o preço costuma ser bem mais alto do que as técnicas anteriores.

– Microcirurgia: É feita em Day-Hospital (não é necessário internação) ou em clínica equipada. É realizada com anestesia local e mais indicada para as pequenas varizes combinadas (em forma de cacho de uva).

– Cirurgia: Pode ser feita com alta no mesmo dia ou com internação no hospital (dependendo da gravidade do caso), com cirurgia peridural. Normalmente é necessário um período de repouso mais prolongado entre 7 e 30 dias. Nesse procedimento em geral são retiradas as veias safenas doentes e as veias que saem dela que também estejam comprometidas. Os pequenos vasinhos costumam ser tratados depois, com escleroterapia. Como as safenas são veias usadas como substitutas de veias do coração (no caso de doença nas coronárias) o cirurgião vascular só retira as que estiverem realmente doentes.

– Cirurgia à laser: É uma técnica recente ainda com poucos estudos a respeito. Ao invés de retirar as veias de grande calibre como a safena, elas são desligadas do corpo e tratadas por uma microfibra ótica, que transmite o laser. A grande vantagem é o pós-operatório que é muito mais simples com menos hematomas e retorno às atividades normais mais cedo (repouso de 4 a 7 dias) e não há necessidade de internação hospitalar. Como todos os tratamentos tem indicações precisas e não pode ser utilizado em todos os casos.

Meias de compressão, caminhadas e pernas para cima ajudam a evitar as varizes.

Meias de compressão, caminhadas e pernas para cima ajudam a evitar as varizes.

Varizes tem cura?
Muita gente acredita que não vale a pena tratar as varizes porque elas sempre voltam. Não é verdade, a veia tratada por qualquer um dos métodos acima não volta mais a ficar doente. O que ocorre é que quem tem predisposição pode desenvolver varizes em outras veias (temos milhares) que devem ser tratadas novamente. Por isso que quem tem predisposição deve sempre seguir as técnicas de prevenção.

O que se fala sobre varizes e que é mito?
Mitos: Exercícios físicos provocam varizes, depilar e cruzar as pernas causam varizes, salto alto provoca varizes, cremes melhoram o problema (alguns cremes flebotônicos, inclusive naturais podem aliviar os sintomas de dor, inchaço e desconforto mas não atuam na casa e não melhoram as varizes em si).

 

 

Mais sobre como tratar os prejuízos estéticos na gravidez no Bulle de Beauté:
Estrias

Melasma

Texto completíssimo sobre o assunto escrito pelo Dr. Miguel Franciscelli Neto, cirurgião vascular com grande experiência no tema.

Texto do uol sobre o assunto

Estudo avaliando a cirurgia com laser no tratamento de varizes
Estudo avaliando todas as técnicas disponíveis no tratamento de varizes

Read Full Post »