Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘ácido kójico’

Mais um post sugerido pelas leitoras do blog, esse pela Flávia aqui.

Eu sempre escreve para todo mundo que pergunta (e como tem gente que pergunta!) nos posts sobre ácido retinóico e hidroquinona que é sempre super importante lavar bem o rosto pela manhã para retirar o produto e depois passar um filtro solar eficiente (de pelo menos 30) já que esses ingredientes se presentes na pele exposta ao sol podem trazer manchas difíceis de serem removidas.

Isso ocorre porque tanto o ácido retinóico são ingredientes fotosenssíveis ou seja, eles estimulam a produção de melanina ao contato com a luz do sol. Mas o que fazer no verão: só o cuidado de lavar e usar filtro solar é suficiente?

Não há um consenso entre os dermatologistas sobre a questão e a conduta muda também conforme a sensibilidade de cada paciente. Em geral para o dia a dia, mesmo no verão, se a pessoa vai ficar mais em lugares fechados essa sugestão de lavar bem e aplicar o filtro de maneira correta costuma ser suficiente para a maioria dos pacientes.

Mas se aparecer qualquer manchinha é bom falar imediatamente com seu médicos. Se isso ocorrer algumas estratégias podem ser empregadas:

1. Reduzir a concentração do ingrediente ativo no creme noturno,

2. Substituir o ingrediente fotossensível por um que não tenha esse problema. Por exemplo, o ácido retinóico pode ser substituído pelo ácido glicólico e a hidroquinona pelo ácido kójico. Essas alternativas são em geral menos eficientes mas por outro lado são mais seguros no verão. Assim é possível manter o tratamento (seja para acne, envelhecimento ou manchas) durante o período de sol mais intenso.

Outra recomendação é não usar esses ingredientes na noite da véspera da exposição ao sol intensa (na praia, por exemplo). Ou seja, se você é do tipo que quer tirar o atraso do Sol no final de semana, suspenda o uso dos cremes a base de hidroquinona e ácido retinóico nas noites de sexta e sábado, usando apenas de domingo à quinta-feira.

No verão a pele costuma ficar mais grossa devido ao suor, a umidade e a própria renovação celular. Então é super importante nessa época manter a esfoliação semanal, além de eliminar as células mortas e deixar a pele mais bonita ela facilita a penetração dos ingredientes ativos. Isso aumenta a eficiência do tratamento, mesmo em concentrações mais baixos ou com ingredientes menos ativos.

Outra dica importante é consumir bastante água no verão, para que a pele continue hidratada também de dentro para fora.

É importante lembrar também que não são apenas os cremes usados diretamente na pele que podem criar manchas na exposição ao sol. Vários antibióticos (como tetraciclinas) , antiinflamatórios, analgésicos (como a dipirona), anti-histamínicos e até diuréticos podem ser fotossensíveis e causar manchas ou reações alérgicas na pele e muitas vezes o filtro solar é quem leva a culpa! Portanto cuidado máximo ao se expor na pele após tomar qualquer tipo de remédio (já que é muito difícil conseguir saber qual é e qual não é fotossensível). Os anticoncepcionais também aumentam as manchas mas esse efeito advserso não é potencializado pela exposição ao sol.

Além dos cremes e dos remédios outros produtos também podem manchar a pele quando exposta ao sol. Entre eles os mais importantes são as frutas (especialmente as cítricas – cuidado com os sorvete!) e os perfumes. Então quando for a praia, aproveite o cheiro da maresia, ok?

Read Full Post »