Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘BB Compara’ Category

Meninas e Meninos,

Esse post foi uma sugestão da Debora nos comentários desse post. De cara fui pesquisar a diferença entre o Sunmax Color Base e o Spectraban Color Base (ambos da Stiefel) porque, confesso, bb-comparatinha ouvido falar pouco do Sunmax. Pelas resenhas que eu li na internet estava quase convencida de que eles eram diferentes, e que o Sunmax valia o diferencial cobrado no preço.

Pois bem, até que hoje tive que ir à farmácia comprar fraldas. Aliás eu deixei de acreditar no sistema rsrsrs, quando um amigo meu (que trabalha na empresa líder no segmento no Brasil) me contou que a fralda XXG tem exatamente o mesmo tamanho que a XG, e que os meus esforços de ir de farmácia em farmácia procurando a maior, que era teoricamente adequada para o tamanho da minha filha e super difícil de encontrar, só servia para eu pagar mais por um pacote com menos fraldas. Urgh!

Bom voltando ao assunto, depois de separar 4 pacotes de fraldas XG, fui atrás das embalagens dos protetores solares que estamos comparando hoje. Peguei meu caderninho e comecei a anotar a composição das embalagens. Qual não foi minha surpresa (ou, não…) ao reparar que a composição dos dois é EXATAMENTE igual, com os ingredientes descritos TODOS na mesma ordem (o que leva a crer que o % de cada ingrediente náo deve variar entre os produtos). Os dois estáo disponíveis nas mesmas cores bege claro (que na verdade é bege-fantasmagórico) e bege médio. Gente, até a farmacêutica responsável é a mesma!!!

Irmãos gêmeos da Stiefel

Irmãos gêmeos da Stiefel

Vou linkar para vocês checarem:

Sunmax Color Base Loção Fluida FPS 35

Spectraban color base T FPS 35

Os mesmos ingredientes, a mesma farmacêutica, a mesma fábrica, no mesmo local. Tudo é igual, mas estou triste (lembram dessa música que óbveameeente não é da minha época) já os preços não são tão parecidos…enquanto o Sunmax sai por R$ 56,30 o tubo de 60g o irmão-pobre Spectraban custa R$ 29,90 pela mesma quantidade (ambos os preços pesquisados hoje na loja virtual da Onofre).

Eu não testei os dois na minha pele (quem testou e puder comentar, pleaaaase!). Conheço bem o Spectraban e uso quando vou à praia por cima do filtro solar de costume, para dar uma proteção extra e uniformizar a cor da pele (já que psicologicamente iria me considerar perua ao cubo passando base para ir à praia, mas sendo filtro solar fica valendo como necessidade rsrsrsrs). Sinceramente acho que fica mais oleoso e brilhante do que gostaria, mas não deixa de ser uma opção para quem não tem a pele mega-ultra oleosa.

E ai, será que eu devo passar mais duas semanas usando um filtro solar em cada metade do rosto para tirar a dúvida?

Quem é habitué aqui do blog já viu esse filme né? Aliás, falando dos filtros da Jonhson’s vocês tem conseguido encontrar com facilidade o Sundwon Beauty? Nas lojas virtuais que eu pesquiso para o blog vive dando como porduto indisponível e hoje eu só achei na segunda farmácia e ainda porque pedi para a balconista porque não tava na gôndola !??!

Read Full Post »

 Meninas,

No final dos 15 dias com o teste dos dois protetores solares nada mudou em relação à primeira semana ou seja, não consegui perceber nenhuma diferença entre os produtos além da cor e do cheiro.

Seguindo a sugestão da Li dos comments elaborei a seguinte carta a ser enviada para o SAC da Johnsons a empresa responsável pela fabricação dos dois produtos. A idéia é fazermos um abaixo assinado pedindo um maior esclarecimento a respeito das formulações dos dois filtros. Quem quiser participar coloque nos comentários o seu nome completo ou RG, ou se preferir, me mande essas informações por e-mail no bulledebeaute@gmail.com. Assim que tivermos 50 assinaturas, enviarei a carta.

Sugestões são bem vindas.

 

Prezados Srs.

Após analisar as embalagens dos seguintes produtos ROC Minesol Actif FPS 30 e Sundown Facial Beauty FPS 32 (para peles oleosas), percebemos que os ingredientes que compõem os dois filtros solares são os mesmos à exceção da coloração e da fragrância.

Em termos de proteção solar o primeiro oferece 8 horas de proteção, enquanto o segundo fala em 40 minutos de proteção dentro da água. Essas medidas não podem ser comparadas, uma vez que é notório que em imersão a duração de qualquer filtro solar fica diminuída.

Dessa maneira, afim de que seja possível realizar a nossa opção de compra da maneira mais consciente e informada, gostaríamos de saber de maneira oficial e concreta se há, e no caso positivo, quais são, diferenças entre os dois filtro solares quanto a:

1. Tempo e qualidade de proteção contra os raios UVB
2. Tempo e qualidade de proteção contra os raios UVA
3. Concentração dos ingredientes ativos.

Contamos com a transparência da empresa Johnson & Johnson, que é líder na venda de filtro solares no Brasil para esclarecimentos de nossas dúvidas.

Atenciosamente,

Bulle de Beauté compara: RoC Minesol Actif x Sundown Facial Beauty. Primeira semana.

Bulle de Beauté compara: RoC Minesol Actif x Sundown Facial Beauty (continuação)

Bulle de Beauté compara: RoC Minesol Actif x Sundown Facial Beauty

Read Full Post »

Após uma semana de uso dos dois produtos, em quantidades iguais, um em cada metade do rosto, estamos assim:

 

– Na primeira impressão, após passar os produtos, como eu falei aqui, a única diferença perceptível foi a cor e o cheiro dos produtos, em termos de absorção, textura e efeito matificante eles me pareceram iguais.

– A impressão que eu tinha passado de que o Sundown mantinha o efeito mate por mais tempo não se confirmou após uma semana. Cada dia eu tinha a sensação que um lado estava mais oleoso do que outro, então acho que não tem diferença não.

– Não apareceu nenhuma espinha nova (oba!) de nenhum lado e a quantidade de cravos (infelizmente) também ficou na mesma. Ou seja, aparentemente nenhum dos dois produtos é comedogênico ou oleoso a ponto de provocar acne.

Em relação à proteção solar:

– No espelho não vi diferença nenhuma (graças a Deus rsrsrs, imagina ficar com cada metade do rosto de uma cor). Aqui em São Paulo essa semana foi meio nublada, mas em Campinas (onde eu estudo) peguei uns dias de Sol mais forte a partir de quarta-feira.

– Pedi para uma amiga minha dermatologista examinar o meu rosto ontem de tarde com o dermatoscópio para fazer uma análise um pouco mais precisa e ela também não viu diferença entre os dois lados.

Nessa semana eu entrei em contato com o SAC da Jonhson (empresa que produz os dois filtros) e recebi a seguinte resposta: SUNDOWN® Beauty Facial FPS 32 e RoC® Minesol Actif FPS 30 são diferentes nas características que conferem cosmeticidade ao produto, por serem indicados para diferentes necessidades dos consumidores, sendo SUNDOWN® destinado para uso recreacional e RoC® para uso diário. Essas características podem variar desde ingredientes como fragrância, corante, até diferenças no processo de fabricação e em quantidade de produto ofertado para o consumidor.

No telefone eles me reafirmaram esse mesmo texto, e também me passaram mais duas informações: que a garantia de proteção por 8 horas saiu da embalagem do ROC por determinação da matriz na Europa e que a quantidade de soja no produto não foi alterada, apenas eles decidiram ressaltar essa vantagem do produto na nova embalagem.

Eu, pessoalmente, achei essa resposta meio vaga até porque em tese, o produto para uso recreacional deveria ser mais potente do que o de uso diário (eu, por exemplo, quando vou à praia costumo usa um filtro com FPS mais forte). A fragrância e o corante a gente já sabia que era diferente, mas eles não são ativos de proteção solar. A quantidade de produto ofertado é engraçado já que um tem 45g e o outro 50g mas a embalagem é a mesma. Difícil saber o que pode ser diferente no processo de fabricação de dois filtros solares, não entendo dessa parte, se alguém souber e puder ajudar seria legal. Se não só visitando a fábrica mesmo.

Sobre o teste:

Apesar dos produtos terem os mesmos ingredientes, as mesmas embalagens, serem produzidos pela mesma empresa, no mesmo local, e a empresa não ter especificado nenhuma diferença concreta na formulação além da fragrância e do corante, não posso garantir que os produtos sejam a mesma coisa.

O teste de proteção de 14 dias (que está na metade) não tem valor científico, só demonstra a minha opinião pessoal. A minha pele é bem clara (fototipo 2), oleosa, não pigmentada, sensível e firme. Eu sou do tipo que fica vermelha no Sol bem rapidinho se estiver sem protetor, mas tenho pouquíssimas manchas na pele. Se eu tivesse ficado com metade do rosto com e outro sem proteção solar nenhuma com certeza daria para perceber.

A proteção UVA não está sendo medida nessa comparação, primeiro porque a minha pele raramente bronzeia ou fica pigmentada, segundo porque as alterações causadas pelos raios UVA na pele são de longo prazo, uma vez que eles não provocam queimaduras como os raios UVB.

Os ingredientes usados para proteção UVA em ambos os produtos é estável, para mais detalhes tem um artigo interessante (em inglês) que fala bem detalhadamente sobre os novos filtro solares. Quem quiser ler é só clicar aqui.

Read Full Post »

Então pessoas, vim trazer as notícias sobre a comparação dos filtros solares.

Comecei o teste no sábado (passando quantidades iguais de cada creme em cada metade do meu rosto, marido vai me internar qualquer dia, rsrsrsrs). O que eu posso dizer até agora:

– O que mais chama a atenção no primeiro momento é o cheiro, o Sundown tem aquele cheiro característico enquanto o Minesol é bem mais suave.

– O Sundown tem algum componente irritante em maior percentual porque a minha pele arde (bem de leve, por alguns segundos) na hora que eu passo.

– A textura é bem parecida, assim como a absorção, os dois somem na pele com a mesma facilidade.

– O efeito mate na pele é igual na hora (fica aquela sensação sequinha e até repuxa um pouco), mas depois de 6 horas o lado do Sundown parece que está brilhando um pouco menos.

– Não deu para ver diferença até agora na efetividade da proteção (que tem sido mais proteção chuval do que solar nos últimos dias em Sampa), e resolvi aumentar o teste para duas semanas, que é o período mínino usado em testes de cosméticos.

Só para lembrar que apesar de eu estar fazendo o teste em mim ele não tem nada de científico. Uma pessoa não é uma amostra relevante, portanto o que eu escrever aqui tem apenas valor de opinião, ok?

Daqui a 5 dias eu volto para dizer como anda o teste e daqui a 12 para dar o veredicto final!

Read Full Post »

Antes de estudar medicina, eu trabalhei durante anos no mercado financeiro, na área de fundos de investimento. Eu me lembro que a gente tinha dois fundos: o Dynamic e o Dynamic Plus.Os dois fundos eram exatamente iguais, a única diferença era que no Dynamic Plus a taxa de administração era o dobro. Então o Plus, na verdade era só o preço já que a rentabilidade do fundo era menor…

Eu me lembrei disso quando fui pesquisar a composição de dois filtros solares desenvolvidos para pele oleosa (o tipo de pele da grande maioria das brasileiras, que acabam tendo pânico de filtro solar já que muitos deixam a pele com aspecto de pastel de feira e você acaba tendo que escolher entre espinhas ou queimaduras de Sol).

Bom, aí, como eu sempre faço nessa série do Blog, eu fui buscar os ingredientes de cada um dos dois produtos para anotar e comparar as vantagens e desvantagens de cada um (como fiz aqui na comparação dos shampoos para cabelos loiros e aqui para base para unhas fracas). Qual não foi a minha surpresa ao perceber que a composição dos dois produtos era exatamente igual.

Vou copiar para vocês:

RoC Minesol Actif FPS 30 Gel Creme

Water, Ethylhexyl Methoxycinnamate, C12-15 Alkyl Benzoate, Bis-Ethylexyloxyphenol Methoxyphenyl Triazine, Silica, Butylene Glycol, Glycine Soja (Soybean) Seed Extract, Aluminum Starch Octenylsuccinate, Potassium Cetyl Phosphate, Methylene Bis-Benzotryazolyl Tetramethylbutylphenol, Phenoxyethanol, VP Copolymer/Hexadecene, Titanium Dioxide/Alumina/Simethicone, Tetrahydroxypropyl Ethylenediamine, Cetyl Palmitate, Tribehenin, Stearyl Alcohol, Carbomer, Acrylates/C10-30 Alkyl Acrylate Crosspolymer, Tocopheryl Acetate, DMDM Hydantoin/Iodopropynyl Butylcarbamate, Disodium EDTA, Iodopropynyl Butylcarbamate.

Bloqueador Solar Facial Beauty FPS 32 Sundown

Água, Metoxicinamato de Etilexila, Benzoato de Alquila C12-15, Bis Etilexiloxifenol Metoxifenil Triazina, Silica, Butileno Glicol, Extrato da Semente Glicina Soja (Glycine Soja), Amido Octenilsuccinato de Alumínio, Metileno Bis-Benzotriazolil Tetrametilbutilfenol, Cetil Fosfato de Potássio, Fenoxietanol, Copolímero de VP/Hexadeceno, Dióxido de Titânio/Alumina/Simeticona, Tetraidroxipropil Etilenodiamina, Palmitato de Cetila, Triberrenina, Álcool Estearílico, Fragrância, Carbômero, Crospolímero de Acrilatos/Acrilato de Aquila C10-30, Acetato de Tocoferila, EDTA Dissódico, Butilcarbamato de Iodopropinila e Corante CI 61570.

Quer bricar de jogo dos sete erros? Só tem 5:

A língua em que foi escrito os ingredientes, o corante que está no Sundown, o FPS (um é 30 o outro é 32), o peso (o Minesol pesa 50g e o Sundown 45G) e, é lógico, o preço: enquanto o Actif custa R$ 62,40  o Sundown custa R$ 24,39. Galera, até a empresa é a mesma. Os dois são produzidos pela Johnson & Johnson e se bobear saem da mesma máquina…rsrsrs Deu pra sacar porque essa pesquisa lembrou os fundos de investimento do banco onde eu trabalhava? Essa estratégia de marketing de ter uma linha premium que só muda a embalagem e o preço é manjada pacas.

E o pior é dizer que esse post foi inspirado em uma conversa na comunidade do Dia de Beauté no Orkut em que uma dermatologista falou para a sua paciente que o produto da Sundown era uma porcaria.  Tá vendo como vale a pela ler os rótulos ou pelo menos ler o Bulle de Beauté! Alguém já testou os 2 na pele e quer vir comentar, eu farei isso no final de semana…

Read Full Post »

No primeiro post da série Bulle de Beauté Compara, avaliamos o rótulo de dois shampoos específicos para aumentar o brilho dos cabelos loiros. Hoje vamos para as mãos e comparar duas bases recomendadas para o tratamento de unhas fracas.

Quem costuma fazer a mão em casa conhece essas bases, elas são um tipo de esmalte transparente, super fácil de aplicar, e que fortalece as unhas. Ela pode ser usada sozinha, no lugar de um esmalte transparente para dar brilho, ou por baixo de um esmalte colorido para fortalecer a unha e evitar que se quebrem.

Estou preparando para breve um post com dicas para cuidar das unhas, especialmente para evitar que quebrem, encravem, ou que apareça micose. Mas hoje o objetivo é só comparar as duas bases mesmo. Ao trabalho então:

 

 

Conclusão: A composição dos dois produtos em termos químicos é quase igual. A principal diferença é que o produto da Ligia Kogos contém formol. O formol efetivamente tem como propriedade fortalecer as unhas, mas no longo prazo acredita-se (como mostra esse artigo aqui) que esse ingrediente pode deixar as unhas mais quebradiças, o que é fundamentado por pesquisas como essas aqui . No final das contas é a mesma coisa do que o formol para alisar o cabelo, funciona na hora, mas pode trazer problemas no longo prazo. O produto da Risqué não contém formol, então funciona mais como uma máscara para as unhas, sem alterar a sua estrutura.

A diferença de preço é grande, enquanto a base da Ligia Kogos custa R$ 15,53 o produto da Risquè vale R$ 2,29 (ambos em preços pesquisados no dia 25 de setembro na Droga Raia). Com o valor do primeiro dá para comprar 6 frascos do segundo e ainda sobre troco. Bom, eu já escolhi, e vocês?

Read Full Post »

Estou iniciando hoje duas séries novas no Blog. A primeira é essa a segunda virá em seguida, já, já.

A idéia dessa série é comparar os ingredientes de dois produtos de beleza que tem o mesmo objetivo, mas preços bem diferentes. Um bem popular e outro luxuoso. Daí a gente tira a prova dos nove e vê quando compensa pagar mais e quando não. Até porque a gente quer ficar bonita mas não quer ficar pobre, né?

Claro que aqui a gente só passa a informação, depois cada um toma as suas decisões de acordo com as suas prioridades e o seu bolso. A primeira batalha então será entre o Seda Loiros Radiantes e o Sheer Blonde John Frieda Collection. Pelos mesmos 250 ml de produtos o primeiro custa R$ 4,50 enquanto o segundo R$ 39,57 (a pesquisa de preço foi feita na Droga Raia no dia 09 de setembro).

Conclusão: A composição dos dois shampoos em termos químicos é bastante semelhante, como você pode ver pela lista de ingredientes. O produto da seda contém extrato de camomila que é um clareador leve bastante conhecido, o produto do John Frieda não contém agentes descolorantes. A fórmula importada contém dois ingredientes antioxidantes o ácido málico e o extrato de suco de uva, que ajudam a proteger o cabelo contra os efeitos do envelhecimento e também é mais oleoso (o que pode ser interessante para quem tem o cabelo mais seco ou tingido). No final das contas se você tem o cabelo normal ou oleoso e de cor natural o Shampoo Seda é uma opção até mais interessante. Se o seu cabelo estiver ressecado e envelhecido o John Frieda poderia ser melhor, se bem que existem opções mais baratas do que ele no mercado. Se o objetivo é só realçar os reflexos aí o Seda ganha se for deixar os cabelos mais brilhantes, o John Frieda funciona melhor. Não há nada na fórmula importada que justifique os R$ 35,00 de diferença, até porque o mesmo produto é vendido na Amazon por US$ 6,00 (cerca de R$ 10,00).

Read Full Post »