Feeds:
Posts
Comentários

Archive for setembro \24\-03:00 2008

Ontem no blog da Oficina e Estilo as meninas trouxeram um post utilíssimo para você continuar elegante e bem arrumada mesmo nos dias de chuva (elas preparam o post depois de terem ouvido no rádio que essa primavera promete ser bastante chuvosa pelo menos aqui por São Paulo). Se lá vocês aprendem como manter a classe, aqui eu vou ensinar a manter a beleza até debaixo d água.

Dicas para continuar linda mesmo no dilúvio!

Dicas para continuar linda mesmo no dilúvio!

Com a chegada da primavera aumentam as chuvas, a umidade e também a temperatura do ar. A vantagem é que a poluição diminui e o ar tende a ficar mais limpo e melhor para respirar do que no inverno. São essas alterações climáticas que devemos ter em mente para planejar os cuidados de beleza para essa época do ano.

1. Umidade + Calor = Pele mais oleosa. Se você já tem tendência ao problema é legal reforçar os cuidados de limpeza e esfoliação que eu já passei em detalhes nesse post aqui sobre como lidar com os cravos.

2. Umidade + Calor = Maquiagem escorrendo. Nos dias de chuva e calor é melhor você usar uma maquiagem mais leve e se for usar rímel ou máscara, prefira os a prova d água (rá!). Se a sua pele for oleosa um primer com efeito matificante pode ser ainda mais útil nessa época. Aqui nesse post tem umas dicas bacanas para maquiar a pele com acne que são úteis para quem tem ou está com a pele mais oleosa.

Dia de chuva pede maquiagem leve e a prova dágua!

Dia de chuva pede maquiagem leve e a prova dágua!

3. Umidade + Calor = Maior proliferação de fungos e bactérias (especialmente nos pés que ficam molhados com a chuva). Para evitar o chulé o ideal é manter os pés secos a maior parte do tempo. Se molhar na chuva, quando chegar a um lugar seco vá ao banheiro e com papel higiênico mesmo deixe o pé e o sapato o mais seco que conseguir. Se você costuma sofrer com o problema vale a pena manter na bolsa um desodorante para os pés, como esse aqui da Avon.

4. Umidade + Calor = Maior número de insetos e picadas. Se você sofreu picadas de inseto (como pernilongos ou borrachudos) o melhor a fazer é lavar bem o local e aplicar um pouco de gelo (que diminui o inchaço e a coceira). Um gel calmante como esse aqui também pode ser interessante. Algumas pessoas acreditam (e até médicos recomendam) o uso de vitaminas do complexo B para prevenir picadas de insetos, mas não há comprovação científica que sustente esse efeito das vitaminas. Um repelente que não agride a pele é a Loção Anti-Mosquito para bebês, que eu já indiquei nesse post aqui. O melhor mesmo para evitar as indesejáveis picadas é fazer a sua parte e não deixar qualquer local com água parada em casa (faça tudo aquilo que você já aprendeu para combater a dengue).

Faça a sua parte para manter os insetos e a dengue longe, especialmente na época de chuvas.

Faça a sua parte para manter os insetos e a dengue longe, especialmente na época de chuvas.

5. Umidade + Calor = Pele enrugada como a da vovó. Todo mundo que já ficou mais tempo do que devia na piscina na banheira percebeu como a pele fica enrugada. Se você passar o dia molhada é isso o que vai acontecer com a sua pele. Isso ocorre porque a camada mais externa da pele, formada por queratina, absorve a água e repuxa a pele. Se isso costuma acontecer com você com grande freqüência a pele pode começar a descamar, então é hora de pensar em levar uma muda extra de roupa e se trocar se for necessário.

Cabelo levemente preso e bem tratado continua lindo mesmo na tempestade.

Cabelo levemente preso e bem tratado continua lindo mesmo na tempestade.

6. Umidade + Calor = Cabelos a beira de um ataque de nervos. A vida é mais dura para quem tem os cabelos cacheados. Se o tempo escureceu lá fora o melhor é esquecer a chapinha e o excesso de secador. Para controlar o volume nos dias úmidos o ideal é após lavar o cabelo aplicar um condicionador sem enxágüe e secar naturalmente o cabelo. E não exagere na quantidade, passe só um pouco e da metade para baixo do comprimento. Outro truque é prender os cabelos de forma bem soltinha, sem apertar muito, pode ser com coque, rabo de cavalo ou mesmo trança e esperar a umidade passar. Quem tem cabelo liso deve tomar mais cuidado para não apertar ao prender porque o cabelo ficará feio e marcado Quer aprender como? Entra aqui e copie a moda das francesas trazida diretamente de Paris pela Alê Garattoni do blog It Girls. Para controlar o frizz dos lisos em clima úmido o melhor é apelar para os gorros ou chapéus. Ainda para os lisos o silicone usado na parte de baixo do cabelo pode ser uma boa opção para controlar o aspecto arrepiado. Tanto para os cacheados quanto lisos um bom corte e um cabelo hidratado e bem cuidado é a melhor maneira de deixá-los bonitos mesmo dentro da Arca de Noé.

Linda, elegante e protegida com guarda-chuva, chápeu e filtro solar (sempre!!!).

Linda, elegante e protegida com guarda-chuva, chápeu e filtro solar (sempre!!!).

E sempre, faça chuva ou faça sol, não importa se parece que está de noite ao olhar pela janela ao meio dia: Filtro Solar. As nuvens, nem mesmo as mais carregadas, barram os raios ultravioleta que danificam a sua pele mesmo no meio da tempestade.

Read Full Post »

No inverno elas não são um grande problema, já que passam a maior parte do tempo escondidas. Mas basta o tempo esquentar um pouquinho para começar a incomodar. As famosas manchas na virilha e na axila são uma reclamação comum nos consultórios de dermatologia. O problema é chato: a gente sofre para fazer depilação e ficar com a pele lisinha, mas com as manchas fica parecendo depilação foi mal feita, ou pior, que a região está suja. Argh! E aí, depilada ou não, acabamos apelando para as cangas e camisetas para disfarçar o problema.A melhor época para tratar das machas na pele é o inverno. Os tratamentos tópicos indicados em geral são à base de hidroquinona (ou de outros agentes clareadores). Esses medicamentos devem ser receitados por um médico dermatologista que avaliando o caso pode indicar também peelings seriados para ajudar a clarear as manchas bem como tratamentos a laser (que podem ser um coadjuvante interessante para reduzir o problema).

Sigas as nossas dicas para evitar o visual onça pintada no verão.

Sigas as nossas dicas para evitar o visual onça pintada no verão.

Como sempre o melhor tratamento é a prevenção. Para evitar que as manchas apareçam siga os seguintes passos:

1. Já pensou porque as manchas aparecem logo nessas regiões? O que acontece é que a depilação (especialmente com cera) machuca a pele. Esse machucado estimula a produção de melanina. Mais melanina produzida significa pele mais escura. Então se você tem tendência a formar essas manchas o ideal é alternar a depilação com cera e a lâmina de barbear (assim você evita de quebra também os pêlos encravados). A solução mais permanente para acabar com esse estímulo seria a depilação a laser dessas áreas.

2. Alguns desodorantes contêm agentes irritantes que também agridem a pele. Então se você tem manchas o ideal é usar desodorantes para peles sensíveis. Se o desodorante estiver causando qualquer tipo de irritação e coceira troque imediatamente. Evite também usar desodorante nas primeiras 24 horas após a depilação.

Menos machucados e mais protetor solar é a fórmula para levantar os braços sem medo no verão!

Menos machucados e mais protetor solar é a fórmula para levantar os braços sem medo no verão!

3. Além de machucados constantes o que também estimula a melanina é a exposição ao sol. Pode parecer estranho, mas se você tem manchas na axila (e mesmo se não tiver) é sim necessário passar o protetor solar debaixo do braço. Taí um lugar que todo mundo esquece, ou acha que não precisa, como se passasse o dia todo com os braços abaixados…Se estiver fazendo tratamento com clareadores então aí é melhor evitar o Sol ou usar um bloqueador bem potente. Quer ajuda para escolher ou usar seu protetor solar clica aqui.

4. Alterações hormonais como gravidez ou mesmo o uso de anticoncepcionais orais podem agravar o problema (o mecanismo é semelhante ao do melasma, que eu já expliquei aqui em bastante detalhe). Então se o problema te incomoda muito talvez seja interessante pensar em outro método para evitar a gravidez.

5. Esfoliar a pele levemente pode ser interessante para que os cremes clareadores penetrem melhor, mas não esfregue muito, lembre-se que agressões estimulam ainda mais a melanina. As manchas parecem, mas não são sujeira, tentar tirar à força só vai agravar o problema.

Siga essas recomendações direitinho tanto no inverno quanto no verão e levante os braços sem medo!

Read Full Post »

Vou tratar hoje de um dos temas mais pedidos pelas pessoas que conversam comigo sobre o blog: a foliculite.Também conhecida como pêlo encravado, este é um dos problemas dermatológicos mais comuns, que trás desconforto tanto para homens quanto para as mulheres.

Para eles o problema é maior na região da barba (afinal quem nasce homem, normalmente, ganha de bônus a dispensa da depilação), para nós o local mais problemático é a virilha.

Reconhecer o problema é fácil e quase todo mundo já passou por isso: são aquelas bolinhas vermelhas, às vezes com a ponta amarela, que parecem espinhas e que surgem na região depilada ou barbeada. Além de ser feia, a foliculite também pode coçar e até doer, dependendo da gravidade do problema.

Cada vez que a gente tira os pêlos eles podem resolver encravar.

Cada vez que a gente tira os pêlos eles podem resolver encravar.

Quem tem a pele mais escura está mais propenso a desenvolver o problema. Isso ocorre por dois motivos: primeiro porque um número maior de pessoas com a pele escura tem pêlos encaracolados (que têm mais dificuldade de sair na superfície e encravam com mais facilidade), segundo porque o excesso de queratinização (ou seja, a pele mais grossa), mais comum em pessoas morenas, também favorece o aparecimento de foliculite.

O pêlo encravado (que na verdade é uma pseudofoliculite, já que nesse caso não há infecção) ocorre quando o pêlo que está nascendo não consegue sair na superfície da pele, ou quando ele sai, mas volta a entrar nela. A foliculite é quando nesse local onde o pêlo está nascendo ocorre uma invasão de bactérias (normalmente do gênero estafilococus) causando uma reação inflamatória no local (o pus que deixa o aspecto amarelo nas feridas).

Como quase em tudo em medicina, e em especial na dermatologia, o melhor tratamento para o problema é a prevenção. Então vamos lá as dicas para evitar e tratar a foliculite:

1. Higiene: Antes de qualquer coisa, sempre que queremos manter as bactérias longe do nosso corpo devemos ficar atentos às dicas de higiene. Quem faz depilação com cera precisa se certificar de que os equipamentos utilizados pelo salão são esterelizados ou descartáveis. Nada de cera reaproveitada. Quem usa lâmina deve sempre manter o aparelho bem limpo (o ideal seria usar aqueles descartáveis uma vez só). Depois de usar a lâmina lave bem o aparelho com um sabonete antiséptico e mantenha num lugar fechado e seco. Lave bem a pele antes de se depilar ou se barbear. Usar calça apertada de tecido sintético também agrava o problema na virilha já que deixar o local quente, úmido e machucado é criar um hotel 5 estrelas para as bactérias.

Calça jeans justa é paraiso para as bactérias que causam a foliculite na região da virilha.

Calça jeans justa é paraíso para as bactérias que causam a foliculite na região da virilha.

2. Esfoliação: como uma das causas da foliculite é o excesso de queratinização, manter a pele mais lisinha e livre das células mortas (que dificultam a saída do pêlo à superfície) é fundamental para minimizar o problema. Nesse post aqui você encontra umas dicas de esfoliante para a área do rosto. Aqui tem dicas de esfoliante para o corpo e também a receita de uma máscara a base de aspirina que é muito boa (e barata!) para tratar e evitar a foliculite (que também pode ser aplicada no rosto). Esfoliantes a base de ácido salicílico tem a vantagem extra de ser antiinflamatório e bactericida, ou seja, ao mesmo tempo em que previne também trata o problema. Só cuidado para não exagerar. Esfoliar demais pode machucar a pele e com isso as defesas vão embora. Sem defesa as bactérias fazem a festa (lembre-se que as bactérias do gênero estafilococos moram normalmente na pele e não causam problemas que aparecem quando elas conseguem ultrapassar a barreira da pele). Outra dica importante é que a esfoliação deve ser feita ANTES da depilação ou do barbeamento, já que depois do procedimento a pele estará mais sensível e com isso a chance de você machucá-la é muito maior. Assim, quem vai se depilar com cera é bom fazer uma esfoliação antes e depois ficar uns 2 dias sem esfoliar a pele. Já os meninos ou fazem a esfoliação antes de se barbear ou se não tem tempo, pelo menos espere umas 10 horas entre o barbeamento e a esfoliação. Quem se barbeia de manhã, por exemplo, pode aproveitar para fazer a esfoliação quando tomar banho de noite.

Lavar bem e esfoliar a pele antes de barbear ajuda a evitar a foliculite e os pêlos encravados.

Lavar bem e esfoliar a pele antes de barbear ajuda a evitar a foliculite e os pêlos encravados.

3. Técnica: A depilação com cera é a que mais leva ao aparecimento dos pêlos encravados já que os pêlos arrancados têm mais dificuldade de voltar novamente à superfície. Então quem usa cera e tem tendência ao problema deve intercalar o procedimento com lâmina ou creme depilatório. Na hora de usar a lâmina o correto e passar o barbeador no mesmo sentido do nascimento do pêlo e não contra ele. Isso pode não trazer um barbeado tão rente, mas ajuda muito a diminuir a chances dos pêlos encravarem. Depois que acabar lave novamente a pele, de preferência com um sabonete para peles sensíveis (aqui nesse post tem umas dicas boas) e passe um gel calmante pós barba. Não use hidratante após se depilar ou barbear, eles podem ocluir os poros e com isso dificultar que os pêlos cheguem à superfície. Para quem se incomoda muito com o problema a depilação a laser pode ser a solução definitiva, que também pode ser feita por homens na região da barba.

4. Tratamento: Além dos produtos a base de ácido salicílico, peelings seriados (feitos por dermatologistas) podem ser úteis para afinar mais a pele e também para eliminar as manchas que ficaram de lesões antigas. Para quem está com bolinhas de pus podem ser necessários cremes ou pomadas a base de antibióticos e antiinflamatórios (mas para usá-las é necessária sempre prescrição médica). Quando o problema é mais sério pode ser preciso tomar antibiótico sistêmico bem como a drenagem cirúrgica do local afetado. Para evitar esse agravamento é fundamental nunca tentar espremer ou retirar o pêlo com pinça.

Então é isso: seguindo essa combinação básica de higiene+esfoliação+técnica correta os pêlos não costumam encravar. Mas se mesmo assim eles forem insistentes, procure um médico para receitar um tratamento correto caso resolvam infeccionar e amarre as suas mãozinhas para trás se não conseguir ficar sem cutucar, ok?

Read Full Post »

Quem é leitora constante do blog sabe que eu gosto de deixar os domingos para fazer uma reflexão. Acontece que, como na vida real, no Blog também meu humor varia bastante e hoje eu não estou num dia reflexiva e sim num dia “organizativa”.Eu passei a manhã toda organizando as coisas que eu ganhei dos meus pais (que se mudaram de uma casa enorme para um apê na praia – Ueeba!). Então no blog hoje ao invés de pensar, eu decidi organizar, e com isso criei uma página nova o Mapa do Blog (tá vendo aquela abinha nova lá em cima do título?)

No mapa vocês vão saber tudo o que já foi escrito nesse espaço, separado por tópicos. Claro que alguns posts poderiam fazer parte de mais de uma categoria, mas eu achei melhor não repetir e colocar naquela que eu achava que mais tinha a ver.

A idéia do índice foi dada pela minha cunhada que disse que ficava meio perdida no Blog e nem sempre encontrava os assuntos que queria. Achei a idéia ótema, e está aqui agora de presente para todas. Espero que gostem!

Beijos e boa semana!

Read Full Post »

 

Se os tratamentos para pele tivessem uma semana da moda, a última tendência para os cremes seria a inclusão de hormônio na sua lista de ingredientes. O uso do creme com estrógeno (isso mesmo, aquele mesmo hormônio contido nas pílulas anticoncepcionais) está sendo usado com o objetivo de aumentar a suavidade, diminuir as rugas e as manchas da pele. Ao que parece, as mulheres que usaram o ingrediente na menopausa observaram pelo menos pequenas melhoras dermatológicas com essa terapia hormonal em forma de creme.

Assim como na moda (fotos fresquinhas de Nova Iorque), os tratamentos de beleza também seguem tendências.

Assim como na moda (fotos fresquinhas de Nova Iorque), os tratamentos de beleza também seguem tendências.

Foi nesse embalo que uma pesquisadora da Escola de Medicina da Universidade de Michigan resolveu levantar um estudo para melhor avaliar os benefícios do uso do estriol (a uma das três formas naturais do estrógeno) diretamente na pele. Foram convidadas 40 mulheres na pós-menopausa e também 30 homens, ambos com faixa etária variando de 65 a 85 anos.

Para quem quer entender como o creme age, digamos que o estrógeno contido nele é um fator de crescimento, ou seja, ativa indiretamente a produção de colágeno pelas células da pele, diminuindo rugas e a flacidez. A idéia por trás do uso de creme é que ocorre uma aceleração do envelhecimento da pele após a última menstruação, quando os níveis de estrógeno caem bastante, o uso do creme com hormônio seria então uma forma de tentar compensar essa perda.

O creme foi usado por 14 dias, e os resultados obtidos se basearam tanto na opinião pessoal de cada participante quanto na análise de biópsia de pele das regiões tratadas com o creme.

O resultado do estudo foi divuldado essa semana, e Oscar vai para…: a pele que não fica exposta pelo sol! Só foi verificada diminuição de rugas e suavização de pele nas regiões do corpo que NÃO ficam expostas ao sol, como na região do quadril e do abdome.

Regiões mais cobiçadas, como a do rosto e dos braços, danificadas pela luz solar, não tiveram melhoras perceptíveis pelos participantes nem sinais de suavização na biópsia. Além disso, parece que o creme traz benefícios também para os homens, mas em menor intensidade quando comparados com as mulheres.
Isso significa que se você, leitora ou leitor, que adora se queimar na praia nos finais de semana, é adepto das câmaras de bronzeamento artificial ou mesmo toma pouco sol, mas sem proteção, o creme de estrógeno não terá benefício para sua pele. Mais um motivos para você não esquecer de passar o filtro solar todos os dias. Já que para a pele ele é como o jeans, nunca sai de moda.

Por Rafael Dias Lopes

Ajuda para escolher seu protetor solar.

Dicas para conseguir uma cor perfeita com autobronzeamento.

Alimentos que ajudam a proteger a pele contra os danos do Sol.

 

 

 

Read Full Post »

  

Um dos ingredientes que mais tem chamado a atenção nos produtos contra rugas é a coenzima Q10, que aparece marcada bem grande especialmente dos produtos da Nívea no Brasil. Mas o que é esse ingrediente e qual o seu efeito na pele?

 

A Coenzima Q10 é produzida pelo nosso corpo e atua na transformação dos nutrientes em energia para as células e também como fator antioxidante. Os níveis de coenzima Q10 (também conhecida por Ubiquinona) diminuem com a idade e estão também reduzidas em pacientes com doenças crônicas como doenças cardíacas, distrofias musculares, doença de parkinson, câncer, diabetes e HIV-Aids. Por esse motivo o consumo de suplementos que contém essa enzima pode ser indicado para uma série de condições clínicas. Existem dois suplementos em cápsulas contendo a coenzima Q10 o Coex e o Vinocard Q10 .

As pesquisas científicas tem se concentrado nesse aspecto da coenzima Q10, e muito pouca informação pode ser encontrada sobre o seu uma como cosmético. Mais recentemente , porém, também tem se estudado o efeito do ingrediente na pele e o seu papel no envelhecimento. Estudos tem mostrado que o total de coenzima Q10 diminui com a exposição ao Sol (o mesmo que acontece com o Licopeno) o que demonstra que essa substância também tem papel protetor contra os danos causados pelo Sol à pele.

Alguns estudos científicos como esse aqui de um grupo americano de 2006 e esse outro alemão de 1999 demonstraram que compostos contendo a Coenzima Q10 para uso tópico (em cremes) tiveram um efeito positivo da redução do fotoenvelhecimento da pele.

Além da Nívea  (que tem uma linha completa para o corpo, rosto, olhos, etc) existem outros cosméticos que contém o ingrediente e que podem dar uma ajuda contra os efeitos do envelhecimento. A maioria desses produtos é indicado para peles secas (já que em geral a oleosidade diminui com a idade, portanto se você tem a pele oleosa, fale com o seu médico antes de escolher um produto anti-idade para o rosto)

 

Créme Remineralizante Anna Pegova R$ 130,80

Creme Anti-Rugas Q 10 50 gr Payot R$ 34,90 

 

Outros posts legais sobre envelhecimento e tratamentos contra rugas você encontra aqui.

Read Full Post »

No primeiro capítulo da nossa minisérie, sobre os cuidados emergenciais com a beleza, eu falei o que a gente pode fazer para minimizar os efeitos de uma noitada romântica com o homem-lixa. Hoje temos um novo cenário.

Cenário 2: Noite de quarta-feira suas amigas te chamam para uma balada-pé-na-jaca no Karaokê da cidade. Você, animada com a possibilidade de arrasar nos vocais como Dancing Queen, capricha na maquiagem com bastante glitter e lápis preto.

Mas para vencer a timidez e encarar o palco apenas uma marguerita não parece suficiente então você embala três shots de tequila pura.

É claro que você passa mal ao chegar em casa carregada pela amiga do peito (que ainda dirigiu seu carro, óbveo) e a na última coisa que você pensa antes de se atirar na cama é no seu demaquilante.

Ao acordar de manhã para uma reunião importante no trabalho você olha para o espelho e se pergunta: a minha pele Will Survive? É nessas horas que a dupla sabonete líquido + protetor solar sozinha não dá conta do recado.

1. Primeiro remova a maquiagem com um óleo de limpeza. Nessa altura do campeonato você precisa de mais do que água e sabão para atrair o óleo cimentado na sua pele seja da maquiagem seja aquele produzido pelos poros. Vaselina ou óleo Johnson para bebês são opções boas para essa emergência.

2. Se sobrar ainda maquiagem nos olhos você pode completar essa área usando um demaquilante específico para a região (nesse tópico tem umas dicas boas).

3. Lave seu rosto com o sabonete de costume, ou se tiver em casa, algum específico para peles sensíveis (como esses listados aqui). Siga os passos de uma boa lavagem matinal, caprichando na massagem para diminuir o inchaço (oi?).

4. Escove os dentes por pelo menos 5 minutos (pelamordedeus!).

5. Aplique um tônico na pele ou se preferir um spray de Água Termal. Esse tônico aqui da Neutrogena faz bem o serviço por R$ 27,90 , afinal você não está no momento com cara de quem usa o Instant Pur Lotion Tonique Éclat do Yves Saint Laurent a R$ 154,90, né colega?

6. Aplique o filtro solar e depois a maquiagem como de costume (só que dessa vez deixe o glitter de fora).

Para tocar enquanto se recupera…

Olhando agora, você até que parece uma moça de família (quase) boa 😉

Read Full Post »

« Newer Posts - Older Posts »